21 de jun de 2016

‘Não queremos trocar seis por meia dúzia’ diz Marina sobre PMDB e PT


Marina01
A ex-senadora e ex-candidata à Presidência Marina Silva voltou a defender a cassação da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Para ela, um governo do PMDB para substituir o do PT “seria trocar seis por meia dúzia” já que os dois partidos têm nomes implicados na Operação Lava-Jato. Ela participou do programa “Roda Viva”, da TV Cultura nesta segunda-feira.






— O impeachment alcança a legalidade, mas não alcança a finalidade. Se a finalidade é passar o Brasil a limpo com certeza não será o PMDB e o presidente Michel Temer que farão essa finalidade. O PT e o PMDB praticaram juntos em relação às diretorias da Petrobras. Segundo as investigações, havia até uma coordenação de propina para que houvesse equilíbrio na distribuição. A Lava-Jato já derrubou três ministros. O melhor caminho é do TSE porque cumpre com a legalidade e alcança a finalidade. Não queremos trocar seis por meia dúzia. Queremos resolver o problema do país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário