30 de ago de 2017

Estamos de Olho --- Adjudicado para: AUTOESTE COMÉRCIO DE VEÍCULOS LTDA, pelo menor lance de R$ 40.000,000 (Quarenta Mil Reais).


ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
PREFEITURA MUNICIPAL DE UMARIZAL

CPL
TERMO DE ADJUDICAÇÃO - PREGÃO PRESENCIAL Nº58-2017-PP

FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIALRESULTADO DE JULGAMENTO DA LICITAÇÃO TERMO DE ADJUDICAÇÃO DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 58/2017-PP

Após analisado o resultado do Pregão Presencial nº 58/2017-PP, o(a) Pregoeiro(a), Sr(a) FRANCISCO DE ASSIS OLIVEIRA, ADJUDICA ao(s) licitante(s) vencedor(es) do(s) respectivo(s) item(ns), conforme indicado no quadro abaixo, resultado da adjudicação.
**OBS: Itens com recursos serão adjudicados pela Autoridade competente e constarão no termo de julgamento.
____________________________
RESULTADO DA ADJUDICAÇÃO
Item: 00001 - VEÍCULO 1.0-4 PORTAS
Quantidade: 1,000 Unidade de fornecimento: UNIDADE
Situação: ADJUDICADO em 29/08/2017
Adjudicado para: AUTOESTE COMÉRCIO DE VEÍCULOS LTDA, pelo menor
lance de R$ 40.000,000 (Quarenta Mil Reais).

FRANCISCO DE ASSIS OLIVEIRA
Pregoeiro(a)

AV. GAVIÃO, Nº 19-CENTRO-UMARIZAL/RN 

Publicado por:
Isac Eliakim de Paiva Pereira
Código Identificador:514048C0

FEMURN cobra reativação de caixas eletrônicos no estado


A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn) cobrou mais celeridade aos representantes dos bancos, para reabertura de caixas que foram explodidos em ações criminosas no Estado. De acordo com o Presidente da Federação, Benes Leocádio, os prefeitos levam inúmeras reclamações sobre os problemas causados pela falta de serviços bancários nas cidades. “Eles estão muito preocupados, procuraram a Femurn porque os prejuízos são enormes, principalmente para a população mais idosa”, externou Benes Leocádio.
Segundo o presidente da Femurn, a reclamação dos prefeitos foi levada ao Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) Estadual, e foi levantada junto ao presidente da entidade, a possibilidade de aplicar multas às agências bancárias que não voltaram a fazer os serviços, principalmente de saque. “Fomos ao Procon em junho, e Cyrus nos disse que iria procurar instituições e talvez fosse necessário multá-los. Acredito que punição através do Procon é a única solução, porque o que estamos ouvindo são verdadeiras enrolações”, disse Leocádio.
Durante uma audiência na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, em que estavam presentes o superintende do Banco do Brasil e representantes de outras instituições bancárias, foi discutida a possibilidade de reabertura, tendo em vista os prejuízos. “Chegamos a conclusão que as instituições estão protelando uma solução. Os bancos dizem que estão fazendo análises, mas de medida concreta até agora não foi feito nada, vamos procurar o Procon novamente”, explicou Benes Leocádio.

Município de Janduís é incluído no Mapa do Turismo


A Prefeitura Municipal de Janduís conseguiu a inclusão do município no Mapa do Turismo, ferramenta de gestão que define o recorte territorial que deve ser trabalhado prioritariamente pelo Ministério do Turismo estando apto a pleitear recursos nas áreas de estruturação, gestão e promoção do turismo.
Desde janeiro que a equipe da Secretaria de Meio Ambiente, Urbanismo e Turismo, buscava através do Governo do Estado, em fazer adesão do município nesse programa.
Nesta sexta-feira (23), a Secretária de Turismo, Jennifer Gurgel, e o coordenador da pasta; Felipe Freitas, participaram em Frutuoso Gomes, da XXVII Reunião do Conselho de Turismo do Pólo Serrano, que envolve representantes do Estado e dos municípios que fazem parte do polo.
A Secretária comemorou a inclusão do município no polo serrano "Uma vitória para município que graças aos esforços de toda equipe administrativa, foi incluído no programa de regionalização do turismo, e agora tem um espaço dentro do mapa do turismo do nosso Estado, o que antes não tínhamos", frisou Jennifer Gurgel.
Fonte: ASSESSORIA DE IMPRENSA DA FEMURN

Henrique Alves foi destaque no Jornal Nacional


Jornal Nacional destacou agora à noite a delação do empresário Fred Queiroz, homem de Henrique Eduardo Alves.
Segundo Queiroz, o ex-presidente da Câmara –e ex-ministro de Dilma e Temer– comprou apoio de lideranças políticas com R$ 7 milhões, em dinheiro vivo, durante sua campanha ao governo do Rio Grande do Norte.
Esse dinheiro, sempre de acordo com a delação –à qual o Estadão teve acesso–, veio “da pessoa de Joesley” e não foi declarado em prestação de contas eleitorais.
Os R$ 7 milhões foram entregues numa mala a um assessor de Henrique Alves, num hotel de Natal, e depois distribuídos a beneficiados.
Preso em junho na Operação Manus, que apura fraudes de R$ 77 milhões na construção da Arena das Dunas, o ex-ministro nega tudo.
O Antagonista