25 de out de 2016

Oiticicas: presidente do CBH demonstra preocupação com as obras sociais


parede_barragem
Na tarde desta segunda-feira (24) o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu, José Procópio de Lucena, visitou as obras de construção da Barragem de Oiticicas. Se por um lado as obras físicas estão em estado bem avançado, as sociais, como é o caso do cemitério e a nova Barra de Santana, ainda não tem acompanhado o mesmo ritmo.



“A obra física e social da barragem estão em estágios muito diferentes. A física avançou e aparentemente começa a ficar paralisada. A obra social quase nada avançou e o ritmo atual é quase zero. Até o canteiro de obra se quer foi concluído e apenas uma máquina foi encontrada no local onde vai ser construída a nova Barra de Santana. O acordo judicial entre movimentos dos atingidos pela construção da barragem e o Estado não está sendo cumprido”, explicou Procópio.

Salvação do céu para presos da Lava Jato


apode2510painell-750x726Embora Eduardo Cunha tenha se afastado da Sara Nossa Terra há um tempo, o bispo Robson Rodovalho quer enviar pastores da igreja à carceragem da PF em Curitiba para orar com os presos da Lava Jato. “Acho que eles estão precisando.”
Investigadores da Lava Jato identificaram várias semelhanças nos procedimentos usados por Eduardo Cunha e Henrique Alves para a abertura de contas no exterior. As letras nos formulários são praticamente idênticas e, em pelo menos um dos casos, o endereço de instalação das empresas controladoras é o mesmo.

Além disso, o ex-ministro do Turismo pelo PMDB cita Cunha como referência na papelada das contas. Há relatos de que o mesmo gerente realizou as operações.

O PT se cala quando o bandido é cúmplice

renan de novo