29 de mar de 2012

MUDA OU NÃO MUDA ?????? VIRA OU NÃO VIRA ????? O QUE SERÁ ISSO ????

OLHA GENTE DURANTE O INICIO DESSA SEMANA, SURGIU VÁRIOS ZUM ZUM ZUM DE QUE O ATUAL VEREADOR DO PSD GALEGO DE MOCÓ IRIA DEIXAR A SUA BASE POLITICA QUE FAZ PARTE DA BASE DO EX - PREFEITO ADSON LUIS, O BLOG RECEBEU INFORMAÇÕES DE QUE O VEREADOR TERIA SIDO PROCURADO PELO EX - PREFEITO NÉO.

MAS TUDO ISSO AINDA ESTÁ NOS BASTIDORES VAMOS ESPERAR PRA VER !!!!!!!!!!!!

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 09:57

Notícias da vizinha cidade de Lucrécia, dão conta que o prefeito Waltinho terá adversário saído de dentro do próprio grupo político

Notícias chegadas da cidade vizinha de Lucrécia, dão conta que o médico Fernando Dantas, filho do ex-prefeito Pipi, está sendo anunciado por setores da oposição, como o nome do grupo para enfrentar o prefeito Waltinho Araújo (PSB).

A notícia caiu como uma bomba nos meios políticos da cidade, haja vista que o grupo do prefeito Waltinho e Pipi sempre caminharam juntos na política, desde os idos dos anos 70.

Não se sabe se esse projeto do médico Fernando Dantas é compartilhado por seu pai, que sempre foi um grande aliado e amigo da família de Amaro Bandeira (in memoriam), pai do prefeito Waltinho.

Rumores afirmam que haverá uma grande festa para lançar Fernando Dantas e Edson Soares, pré- candidatos a Prefeito e vice pela oposição de Lucrécia.

É aguardar pra ver se essa informação se confirma ou se é apenas “fogo de palha”, mais a informação é de fonte fidedigna. Peguei informações do blog RG em Foco.


Cristina com o esposo dr. Fernando Dantas, ex-prefeito Severino "Pipi" Dantas com
a esposa Maria Helena e o outro filho fisioterapeuta Frederico Dantas,
em recente jantar na casa do prefeito Waltinho Araújo.

postado por cleumy candido fonseca ás 08:39

Candidatura de Wilma pode ser fundamental para manter comando do PSB

DEU NO BLOG DO DIOGENES


Eu sou do grupo que duvida da candidatura de Wilma de Faria à Prefeitura de Natal por causa de dois motivos: a condição de ré na Operação Sinal Fechado e o desejo dela de disputar o Senado na eleição estadual.

Mas Wilma sofre pressão de todos os lados para concorrer à sucessão da prefeita Micarla de Sousa. Da família, de amigos, de auxiliares e de gente do marketing que não tem muito o que fazer hoje.

A maior delas, sem dúvida, é a sina do político sem mandato. Theodorico Bezerra, o majó da política potiguar, costumava dizer: político sem mandato não é nada, meu filho.

Wilma precisa urgentemente de um mandato para chamar de seu. Desde a derrota para o Senado ela está ameaçada de perder o comando estadual do PSB para o grupo da deputada Sandra Rosado, líder do partido na Câmara dos Deputados. Isto é fato.

Seu poder de influência na legenda vem diminuindo ao longo do tempo. Hoje, Wilma de Faria não dá as cartas sozinhas. Antes da última eleição, ela dominava todo diretório estadual. Agora a representação partidária é dividida numa tríade: ela, Iberê Ferreira e Sandra Rosado.

Eduardo Campos, governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, não morre de amores por Wilma de Faria. Segundo relatos de quem priva da intimidade do pernambucano, Campos sempre a considerou uma pessoa arrogante e ingrata.

Me contaram a seguinte história: Wilma ficou sem mandato em 92 e Miguel Arraes, então governador de Pernambuco, lhe deu emprego no governo e prestígio no partido. Tempos depois, em 2005, o neto de Arraes, Eduardo Campos, precisou de boa delega ção de filiados do RN para colaborar na ascensão à presidência nacional da legenda. Wilma de Faria, então governadora, mandou apenas dois delegados. Dois míseros delegados. O gesto de menosprezo nunca foi digerido por Campos.

Isso ficou evidente na indicação de Wilma de Faria para ocupar um cargo relevante na administração da presidenta Dilma Rousseff. Eduardo Campos não moveu uma palha para garantir a nomeação de Wilma. Pelo contrário, o presidente nacional do PSB condicionou a nomeação dela a outro cargo para Iberê Ferreira. Se Dilma tivesse de nomear Wilma teria de atender Iberê. Não saiu nem para um, nem para outro.

Além disto, cresce o prestígio de Sandra Rosado na cúpula nacional do PSB. Líder do partido na Câmara dos Deputados, reconduzida para mais um mandato, a deputada federal goza da amizade da mãe de Eduardo, Ana Arraes, ex-deputada e agora ministra do Tribunal de Contas da União.

Eduardo Campos elegeu Mossoró como uma das prioridades do PSB nas eleições municipais deste ano, ao lado de cidades como João Pessoa (PB), Macapá (AP), Campinas (SP) e Duque de Caxias (RJ). Natal não tem sido lembrada.

Se Larissa Rosado conseguir se eleger em Mossoró, provavelmente, o grupo de Sandra Rosado se fortalece e pode assumir o comando do PSB no Rio Grande do Norte.

Este cenário coloca um pouco mais de pressão na decisão de Wilma de Faria sobre a candidatura em Natal. Sem mandato e sem perspectiva de poder, Wilma corre sério risco de cair no ostracismo político e, consequentemente, perder o comando do partido que ajudou a construir.

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 08:20

Fábio Faria não vota Lei Geral da Copa

A Câmara dos deputados acaba de aprovar a Lei Geral da Copa. Com direito a comercialização de bebidas nos estádios e tudo mais. Assim como o Govenro queria.

A bancada do Rio Grande do Norte esteve presente e votou unida em favor do projeto de lei, que agora segue para o Senado Federal.

A única ausência sentida foi a do deputado Fábio Faria (PSD).

Em tempo: Logo ele que lutou tanto pela Copa do Mundo em Natal e até livro tem sobre o evento…

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 08:10