23 de jan de 2019

PRATA DA CASA / / / / É com muita satisfação que compartilho com vocês meu novo local de trabalho em Umarizal. Atendimento todas quintas-feiras. Será um prazer ter meus conterrâneos como pacientes.



É com muita satisfação que compartilho com vocês meu novo local de trabalho em Umarizal. Atendimento todas quintas-feiras. Será um prazer ter meus conterrâneos como pacientes. 

 Aproveito para agradecer toda receptividade da equipe @clinicacomplexosaude , a qual me orgulho em agora fazer parte.

Dra. KAROL FREITAS

19 de jan de 2019

Flávio Bolsonaro passa a manhã em reunião com o pai no Palácio da Alvorada



A divulgação de novos relatórios do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), revelando movimentações suspeitas na conta bancária do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL), ainda não deve comprometer o Planalto, segundo especialistas. 

Recém empossado, o novo governo ainda deve desfrutar da chamada "lua de mel" no Congresso e, mesmo em meio à turbulência, não deve ter as reformas afetadas, mas a análise não é uma unanimidade. 

Há quem ache que as consequências podem ser desastrosas para o governo. Em 19 dias à frente do executivo Federal, o número de polêmicas envolvendo o nome de Bolsonaro não para de crescer. Após as denúncias reveladas na noite desta sexta-feira (18/1), Flávio e Bolsonaro se encontraram, em uma reunião privada no Palácio da Alvorada.  

 Para o cientista político e vice-presidente da Arko Advice, Cristiano Noronha, o suposto envolvimento do filho do presidente no caso Queiroz, cria, sem dúvida, um constrangimento, mas não deve comprometer os trabalhos da atual gestão. "Ainda não tem elementos suficientes para criar algum tipo de problema mais grave. Agora, é um assunto que causa ruído e que gera algum tipo de preocupação. Até porque, não se sabe por quanto tempo esse assunto continuará trazendo novidades", analisou.  

 Continua depois da publicidade  O analista entende ser necessário uma mobilização do Planalto para "dar explicações", e evitar que o fato se transforme em uma grave crise na nova administração. "O presidente não é investigado, é uma pessoa bem próxima da família, mas não é o Jair diretamente. Porém, uma das grandes preocupações é se o assunto conseguiria se tornar complexo o suficiente para afetar os avanços das reformas. Eu ainda não vejo que há essa capacidade, mas é preciso responder perante a sociedade", explicou.  Segundo Aninho Irachande, cientista político e professor da Universidade de Brasília (UnB), a grande questão é que a família Bolsonaro se elegeu com o discurso de moralizar a política. Então, o início tumultuado da gestão e as articulações que o PSL tem feito para a ajudar na eleição de Rodrigo Maia à mesa da Câmara, atinge diretamente o discurso contrário ao da "velha política".

 "Ele já está sentindo algum desgaste com relação a isso. Alguns setores que o apoiavam cegamente, já estão repensando", acredita.   Nesta sexta-feira (18/01) vários até então apoiadores criticaram o pedido de Flávio Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir o foro privilegiado. Além disso, ao longo das articulações no Congresso, o governo tem sofrido uma enxurrada de críticas. "A definição que foi atribuída à ex-presidente Dilma (Rousseff), de estelionato eleitoral, é a mesma que pode ser atribuída a Bolsonaro. 

Já que Bolsonaro fez um discurso para a eleição, mas que não tem condições de assegurar", enfatizou o Irachande.   Outra análise   Professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Carlos Pereira, vai de encontro à projeção do também especialista Cristiano Noronha. Segundo ele, o "escândalo" cria um desgaste entre o governo e sociedade e pode ser mais perigoso do que se pensa para o governo.   "Era importante que a sociedade pudesse pressionar o Congresso e inflasse o preço dos parlamentares que votassem contra o governo Mas se o governo começa a sentir desgastes dessa natureza (como o caso de Flávio Bolsonaro), ele corre o risco de, muito rapidamente, se tornar refém do Congresso e ter dificuldade para aprovar projetos importantes", explica o especialista.

   O professor da FGV acredita que ainda é cedo para avaliar se a confiança da população em relação ao governo já foi, de fato, abalada. No entanto, o extrato do eleitorado que votou no ex-capitão por questões estratégicas, como o antipetismo ou a falta de opção, tende a apresentar desgastes mais rapidamente "caso o governo continue insistindo na negação ou na obstrução das investigações".    Procurada pelo Correio, a assessoria de imprensa da Presidência da República não soube informar detalhes sobre o encontro do senador eleito com o presidente, Jair Bolsonaro, neste sábado, no Alvorada.

16 de jan de 2019

FARMA VIDA "Cuidando bem da sua Saúde" 24 Horas



Avenida Rio Umari Nº 866 - Ao lado do Posto de Saúde Vera Lúcia - Bairro: São José. Contato: (84) - 9802-0600 TIM

Projeto de teatro do IFRN em Pau dos Ferros ganha as ruas de Pau dos Ferros e Região Oeste.


Tudo começou com performances artísticas, realizadas em corredores e espaços de convivência do IFRN em Pau dos Ferros, onde alunos do Ensino Médio integrado, sob coordenação do Professor de Teatro, Ms. Emanuel Coringa, realizaram e estão realizando filmagens e vídeo performances trabalhadas dentro da disciplina de artes.   

Através dessas performances, os alunos aprenderam elementos constituintes da cena como: figurinos, maquiagens, cenografia, relações com o espaço, possibilitando aprendizados práticos acerca dos diversos elementos que compõe o universo de conhecimento do teatro.  

 Agora eles levavam todo esse aprendizado até a comunidade externa. O projeto intitulado “Artes Cênicas: Pulando o Moro da Escola” objetiva unir conteúdos teóricos e práticos no campo das artes cênicas, além das questões problemáticas apontadas pelos alunos partindo do seguinte questionamento “o que você gostaria de falar em discurso que poderia ser transformado em obras arte? ”.

 As produções chamam atenção pela qualidade estética apresentada, além de oportunizarem que os jovens compreendam o potencial das artes como universo de construção de conhecimento, transformação de ideias e reflexões trazidas para as obras artísticas através das próprias escolhas dos alunos. Uma dos questionamentos é: “questões afligem de forma preocupante o universo de nossos adolescentes que podem ser problematizadas pelas artes cênicas?”, questiona  Coringa.   Para o Professor Emanuel, as ações devem ultrapassar os muros da escola: “Nesse percurso Artístico/pedagógico, teórico e prático, construímos ações performáticas apresentadas dentro e fora do espaço escolar, além de edição de vídeos performances  que serão exibidas em eventos da Instituição, “e pularam o muro da escola” através da utilização das tecnologias da informação e comunicação (TICs), fazendo uso da internet como ferramenta de auxílio para produção, discussão e desenvolvimento estético dos trabalhos artísticos desenvolvidos no Campus”, detalha o Docente de Teatro. 

“A busca é dar voz reflexiva, ativa e protagonista aos alunos a partir de nossas obras de arte que não podem restringir sua função e potencial artística social apenas ao espaço escolar e seus frequentadores diários, mas abranger uma escala maior chegando na comunidade como um todo através das estratégias desenvolvidas pelos alunos e professor orientador para difusão de suas obras.”, complementa Emanuel.

 Com a utilização das TICs (Tecnologia da Informação e Comunicação) em um projeto integrado entre as diversas turmas de técnico integrado, entre elas informática, através da rede nossas performances e acompanhado por regiões como Virginia nos EUA.     Nessa segunda dia 14/01/2018 as performances tomaram as ruas de Pau dos Ferros/RN gerando grande  Reações diversas marcaram a performance "Escuta as Mina" no centro comercial de Pau dos Ferros. Vistas com espantos, sustos, olhares atentos e questionadores dos transeuntes de toda região oeste que circulam diariamente pela cidade de Pau dos Ferros. A imagem de jovens mulheres com marcas de espancamento, questionando através de uma ação artística a violência contra a mulher ocorrida de diversas formas em nossa região, sertão do Rio Grande do Norte, refletida através de uma performance artística, estranhava a imagem do comércio. Olhares espantados comentavam suas compreensões da obra, e aos poucos os rostos populares mostravam refletir sobre o acontecimento performático que nascia em sua frente de forma inesperada. Frases de negação a violência contra mulher eram ditas por populares, e entre comentários ditos em voz baixa, para não serem ouvidos por membros da ação artística, tivemos a certeza que nosso trabalho tinha total razão de existir naquele espaço, ao ouvir de dois homens na rua a seguinte frase " Sê resolver bater mate logo! Para quando terminar ela não ir prestar queixa na delegacia". É assustador ouvir e saber que isso está bem ali na outra rua, na esquina, no bairro, ou em sua própria casa, mas é nesse momento que a arte existe enquanto potente ação reflexiva, questionadora e transformadora para quem faz, e para que vê. Com essas performances não apenas refletimos sobre temas, mas agimos diante das questões, construindo novos conhecimentos, reflexões e possíveis mudanças de atitudes por parte dos alunos dentro do Instituto e diretamente de nossa comunidade intermediados pelas aulas de Arte/Teatro nos cursos integrados do IFRN-CAMPUS PAU DOS FERROS. Culminando o projeto "pulamos realmente os muros da escola" e dialogamos com a comunidade, através das performances na escola, da utilização das TICs, e das performances em ruas e praças da cidade. Buscando sempre gerar um conhecimento escolar que se estenda em ideias e ações por toda nossa região. Ah, você pode acompanhar produções do grupo nas seguintes plataformas que são atualizadas pelo grupo.

 💻 📱 Vale a pena conferir! 😀 ➡ Canal no YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCFGMJRGdJF1Xx75mLAM5LjQ ➡ Fan page no Facebook https://www.facebook.com/Artes-C%C3%AAnicas-Pulando-o-Muro-da-Escola-584491765324465/  ➡Perfil no Instagram: https://www.instagram.com/divulgartess ➡ Página no Tumblr: https://infovesp.tumblr.com/ #IFRNPaudosFerros #IFRN #EsinoMédio #EnsinoMédioIntegrado #Arte#Artes #ArtesCênicas #ArtesVisuais #Audiovisual #Figurino #Fotografia#Performance #Videoperformance #Teatro Como exemplo temos as seguintes Vídeos Performances:  https://www.youtube.com/watch?v=3zB2a1VRs7o https://www.youtube.com/watch?v=8SCwbb_0mx4 https://www.youtube.com/watch?v=prX-itV9mzY https://www.youtube.com/watch?v=wIlQixZCTW0

10 de jan de 2019

Umarizal – Dois (02) anos de uma administração desastrosa da prefeita Elijane paiva (DEM).


O que era pra ser um sonho para a maioria da população de Umarizal, está virando mais um pesadelo administrativo.

 infelizmente *elegemos uma prefeita despreparada politicamente, o município está um caos, a economia está encolhendo a cada dia.

são demissões em massa , salários atrasados em todos os setores da atual gestão.

Vejo que não estão pensando em uma reeleição, estão pensando apenas em absorver o que ainda existe de bom em nosso pobre município.


Ai fica uma pergunta, e agora quem poderá nos defender ??
 será que vai aparecer um Chapolim colorado ?????? por quê, a Alice do suposto pais das maravilhas ficou mesmo no famoso conto de fadas.    

Câmara Legislativa aprova lei que pune quem produzir ou compartilhar fake news

Fake news
Nas últimas sessões de 2018, a Câmara Legislativa aprovou projeto que pune quem produzir ou compartilhar fake news, ou notícias consideradas inverídicas. A pena prevista para quem participar da elaboração ou divulgação de fatos falsos varia de advertência a multas que podem chegar a R$ 75 mil. Quem praticar tais condutas pode também ficar impedido de firmar contratos com o Poder Público ou receber benefícios fiscais. De autoria da deputada Telma Rufino (Pros), o texto estabelece que caberá ao Executivo regulamentar a lei, com o papel de definir o órgão que ficará responsável pela fiscalização, recebimento de denúncias e a apuração, com possibilidade de defesa dos acusados. Na verdade, a lei cria um tribunal de julgamento de publicações de notícias. A redação final do projeto foi publicada na edição de ontem do Diário da Câmara. Agora o projeto vai à apreciação do governador Ibaneis Rocha (MDB), para sanção ou veto.  Uso político Todos sabem o desgaste que uma notícia mentirosa pode provocar. Mas o projeto, aprovado pela Câmara Legislativa, pode provocar um estrago maior. Na avaliação do promotor de Justiça Frederico Meinberg, coordenador da Comissão de Proteção de Dados Pessoais e Inteligência Artificial, do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), esse pode ser um instrumento de uso político, a ser usado não apenas para coibir fake news, como também para censurar notícias inconvenientes para autoridades no poder. “Vai totalmente contra o marco civil da internet, que é uma lei federal, além de me parecer inconstitucional”, afirma.

Corrupção em Licitações em prefeituras do RN


Se apurar direito, a coisa é feia.  A prática de CORRUPÇÃO através de Licitações em algumas prefeituras prefeituras do Rio Grande do Norte é grande.  O blogue do Xerife vai apurar e divulgar brevemente. Tem muita licitação “CABELUDA”.

5 de jan de 2019

Umarizal - Vereadores Aprovam 13º salario e terço de ferias pra eles mesmos... Péssimo exemplo.

Estou percebendo que têm um assunto que está passando despercebido,,,,,ou será que a população de Umarizal não sabe ????  Pois bem vamos lá , vocês sabiam que no último dia 27 de dezembro (2018) em sessão extraordinária a câmara municipal de Vereadores de Umarizal, aprovaram em benefício próprio deles 13° Salário e terço de férias ...  Pois é , ao que tudo indica , os vereadores têm direitos reservados de mais ...  Enquanto isso a população que se F....! Infelismente é assim ...  Eles trabalham um dia por semana , e tem tantos direitos ...  Como o nosso município vai progredir , ???? Dessa maneira, (Nunca) ... São direitos de mais a quem não faz por merecer ...  Essa é minha opinião.! 

A que ponto chegou a Irresponsabilidade da (CAERN) aqui no município de Umarizal.!


A que ponto chegou a Irresponsabilidade da (CAERN) aqui no município de Umarizal.!

Uma verdadeira Cratera feita pela própria empresa desde o ano passado, já foram centenas de reclamações e ate agora nada feito.

Estão esperando alguém morrer pra poderem tomar as providencias.