19 de jan de 2013

SÁBADO DE MUITA TRISTEZA EM UMARIZAL / MORRE JUILHINHO DE ZÉ JANUARIO




MORREU A POUCOS MINUTOS AQUI NA CIDADE DE UMARIZAL VITIMA DE UMA PARADA CARDIACA . ,  O MEU GRANDE JULINHO DOS PORTÕES COMO ERA CONHECIDO POR TODOS AQUI EM UMARIZAL.
JULINHO DEIXA DOIS FILHOS E ESPOSA ......



Leonardo Rego está sendo cotado para assumir a Agricultura.



Sem mandato desde o dia 1° de Janeiro de 2013, o Ex-prefeito de Pau dos Ferros, Leonardo Rego (DEM), segue como opção para auxiliar administrativamente a Governadora, Rosalba Ciarlini (DEM).

Depois do seu nome ter sido ventilado para assumir a Secretaria de Saúde do Estado, agora o filho do Deputado Getúlio Rego (Líder do Governo na Assembleia) também está sendo cotado para ocupar o lugar deixado pelo Deputado Betinho Rosado na Secretaria de Agricultura.

Claro que todas essas alternativas disponíveis ao Ex-prefeito pau-ferrense só existem devido ao seu afinamento político com a Chefe do Executivo, mas ninguém pode negar as suas qualidades como gestor e que poderão ser aproveitadas na gestão confusa de Rosalba Ciarlini.
 
Fonte: O Mural de Riacho da Cruz

SERRA DO MEL NOVA ELEIÇÃO - RESOLUÇÃO N.º 1, DE 17 DE JANEIRO DE 2013.

                          

                              Diário da Justiça eletrônico

 

Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte
 
RESOLUÇÃO N.º 1, DE 17 DE JANEIRO DE 2013.

Fixa data e aprova as instruções para realização de novas Eleições para os cargos de Prefeito e Vice-Prefeito do município de Serra do Mel/RN.

O TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, usando das atribuições que lhe confere o art. 30, IV e XVI, XVII, do

Código Eleitoral, e art. 17, XXIV e XXV do Regimento Interno deste Tribunal,

Considerando o disposto no art. 224 do Código Eleitoral, que dispõe sobre a realização de novas eleições quando a nulidade dos votos atingir mais de

50% (cinqüenta por cento),

Considerando a decisão do Tribunal Superior Eleitoral no Recurso Especial Eleitoral n.º 296-36.2012.6.20.0034, que manteve indeferido registro de

candidato que obteve votação superior a 50% dos votos para cargo majoritário;

Considerando o disposto no inciso III do art. 164 da Resolução TSE nº 23.372, que disciplina os Atos Preparatórios para as Eleições 2012;

Considerando, por fim, que as eleições suplementares deverão ser marcadas sempre para o primeiro domingo de cada mês, consoante o comando
inserto no art. 1º da Resolução TSE n.º 23.280,

RESOLVE:

TÍTULO I

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

Art. 1º Designar o dia 7 de abril de 2013, domingo, para a realização da Eleição para os cargos de Prefeito e Vice-Prefeito do município de Serra do Mel/RN, para o exercício de mandato até 31 de dezembro de 2016.
§1º O Pleito de que trata o caput será realizado por meio dos sistemas eletrônicos de votação e de totalização de votos, desenvolvidos pelo Tribunal

Superior Eleitoral ou sob sua encomenda.
§2º Estarão aptos a votar os eleitores constante do cadastro eleitoral em situação regular e com domicílio eleitoral no município até 7 de novembro de

2012.

§3º Os prazos para prática de atos eleitorais são os fixados nesta Resolução, bem assim no Calendário Eleitoral em anexo, mantidos, no entanto, os

prazos processuais previstos na legislação eleitoral, notadamente aqueles insertos na Lei Complementar nº 64/90 e na Lei nº 9.504/97, atinentes às

garantias constitucionais do devido processo legal e da ampla defesa.

Art. 2º À referida Eleição serão aplicadas, no que couber, as normas editadas pelo Tribunal Superior Eleitoral - TSE para o Pleito de 7 de outubro de

2012, bem como aquelas oriundas do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte – TRE/RN.


TRE/RN - DJe nº 1100/2013 Divulgação: 17/01/2013 Publicação: 18/01/2013 Página 2


Diário da Justiça Eletrônico. Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24/08/2001,
http://www.tre-rn.gov.br/dje

PREFEITO MANO CONVERSA COM FUNCIONALISMO SOBRE ATRASO SALARIAL

                                             via umarizal news
O funcionalismo público municipal se reuniu neste dia 17 pela manhã na prefeitura com o prefeito Mano para cobrar dele explicações sobre o atraso dos salários do mês de dezembro/2012. 

Como sabemos, não aconteceu à transição na entrega da prefeitura do ex-gestor para o atual, como é de praxe noventa dias antes da entrega oficial, por causa desse fato, as coisas tem se complicado para o lado de Mano. O ex-prefeito Rogério disse em alto e bom som na entrega da prefeitura no dia 01 de janeiro, que havia deixado dinheiro em caixa para pagar o funcionalismo público. Hoje, dezessete dias depois o prefeito Mano diz em sua sala aos professores que está “travado financeiramente” e revela aos presentes que ainda não recebeu o relatório financeiro do ano de 2012. 

A professora Elânia disse que os vereadores não estão cumprindo com o papel deles, que seria o de fiscalizar, cobrar e denunciar as irregularidades, e lamentavelmente foram eles que intermediaram o encontro dos funcionários com o prefeito, e nenhum se fez presente, com exceção do vereador Zé Moura, que estava presente como funcionário. Ela ainda disse que está havendo desencontros de notícias, pois foram colocados em alguns blogs da cidade que essa reunião do dia 17 seria com todo o funcionalismo público que não recebeu o salário de dezembro, no entanto o blog Umarizal em fotos publicou uma matéria onde o assessor Maycon dizia que a reunião seria somente com os professores. 

Segundo ainda a professora Elânia, no mês de dezembro entrou nas contas da prefeitura municipal de Umarizal, a importância de R$ 1.700,000,00 (um milhão e setecentos mil reais), e desse valor, R$ 300,000,00 (trezentos mil reais) é do FUNDEB para o pagamento dos professores, e onde está esse dinheiro?. “Como o atual prefeito era o vice-prefeito da gestão anterior, e como as finanças da prefeitura permanecem com a mesma secretária, então tem que haver uma justificativa para esse atraso nos salários de dezembro”, disse Elânia. 

A professora Itna pegando a palavra perguntou ao prefeito Mano em sendo ele aliado do ex-prefeito Rogério e vice-prefeito na gestão anterior, ainda não tinha esses dados em mãos, levando dezessete dias para se explicar com o funcionalismo público? “Isso é muito estranho” concluiu Itna. 

O prefeito mano não se exaltou em nenhum momento, entendeu a situação dos funcionários e marcou uma nova reunião para o dia 22 (terça-feira) onde segundo ele, dará um resultado concreto da situação.
           R$ 1.700,000,00 (um milhão e setecentos mil reais), e desse valor, R$ 300,000,00 (trezentos mil reais)             (CADÊ ESSE DINHEIRO)