29 de jul de 2015

VICE - PREFEITO DE UMARIZAL PODERÁ ASSUMIR A PREFEITURA A QUALQUER MOMENTO...

A INFORMAÇÃO QUE CHEGA ATÉ O BLOG É DE QUE O ATUAL PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES DE NOSSA CIDADE SE ENCONTRA NESSE MOMENTO REUNIDO COM SEU ADVOGADO PARA SABER QUAIS OS PROCEDIMENTOS CORRETOS PARA DAR POSSE AO NOVO PREFEITO DE UMARIZAL....

MAIS DETALHES EM INSTANTES !!!!!  

Ministério Público pediu prisão do prefeito de Umarizal, Mano Onofre, mas TJ acatou apenas o afastamento do cargo

foto: Cleumy Cândido Fonseca
---------------------------------------------------------------------------------
A operação Negociata, deflagrada em Umarizal pelo Ministério Público, que afastou o prefeito Mano Onofre (DEM) por envolvimento em um esquema que desviou mais de um milhão e meio de reais dos cofres do Município, incluiu o prefeito nos pedidos de prisão.

Porém, o desembargador Expedito Ferreira de Souza indeferiu o pedido, acatando apenas o afastamento do prefeito.

O Blog não conseguiu ainda a informação se consta da lista de pedidos de prisão, o nome do ex-prefeito Rogério Fonseca (PSB).

Operação Negociata apura fraude, desvio de dinheiro e afasta prefeito em Umarizal


fotos: Cleumy Cândido Fonseca
------------------------------------------------------------------------------
O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), através da Procuradoria Geral de Justiça, Promotoria de Justiça da Comarca de Umarizal, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), e do Grupo de Atuação Regional de Defesa do Patrimônio Público (GARPP), com apoio da Polícia Civil, deflagrou na manhã desta quarta-feira (29), a Operação NEGOCIATA, destinada a desarticular associação de pessoas formada com o intuito de fraudar e desviar dinheiro através do Termo de Convênio celebrado entre a Prefeitura Municipal de Umarizal e o Banco Gerador S.A, objetivando a concessão de empréstimos consignados e financiamentos aos servidores ativos e inativos.

Participam da operação 17 Promotores de Justiça, delegados e agentes de Polícia Civil no cumprimento dos mandados de afastamento da função pública (1), de busca e apreensão (15), prisão preventiva (6) e conduções coercitivas (3). Tais ordens foram expedidas pelo Tribunal de Justiça e pelo Juízo da Comarca de Umarizal, os quais estão sendo cumpridos nas cidades de Umarizal, Martins, Natal e Parnamirim.
Em função do seu envolvimento direto nos fatos, e a pedido do Procurador-Geral de Justiça, Rinaldo Reis, o prefeito Carlindson Onofre Pereira de Melo foi afastado do exercício do mandato pelo Tribunal de Justiça, na forma de decisão proferida pelo Desembargador Expedido Ferreira, estando em curso, igualmente, ordens de busca e apreensão em sua residência e no seu gabinete na sede da Prefeitura.