24 de dez de 2011

JUSTIÇA CONCEDE LIMINAR PARA ENVOLVIDOS NO " MENSALÃO DA VILA "


A Tribuna do Norte destacou que os nove envolvidos na “Operação Mensalão da Vila”, do Ministério Público Estadual, ganharam o direito de liberdade na tarde de ontem. O prefeito, seis vereadores, um secretário e um ex-secretário do município de Vila Flor, a cerca de 80 quilômetros da capital, foram libertados após decisão do desembargador Dilermando Mota, do Tribunal de Justiça do Estado. Eles estavam presos desde a segunda-feira passada, quando foram surpreendido por denúncias de um suposto esquema de corrupção na cidade. De todos, apenas um teve a prisão revogada: o vereador Ailton Passos de Medeiros. O restante viu a prisão ser convertida em pena restritiva de direitos.
Isso significa dizer que apenas Ailton poderá retomar imediatamente o cargo de vereador em Vila Flor. O restante permanece afastado dos cargos conquistados. Para o advogado Hugo Holanda, representante judicial de Ailton Passos, o Ministério Público não provou o envolvimento do seu cliente com o suposto esquema de corrupção. “O Ailton não aparece em nenhuma gravação, sequer é citado. Mas foi preso por ser dono do único posto de combustível da cidade”, esclareceu.
Dentre os acusados estão o prefeito Grinaldo Joaquim de Souza (foto); Antônio Ivanaldo de Oliveira, irmão de Grinaldo; João Felipe de Oliveira Neto, secretário municipal de Obras de Vila Flor e os vereadores Pedro Francisco da Silva, Irinaldo da Silva, Ronildo Luiz da Silva, Sandro Márcio da Silva, Hilton Felipe de Oliveira, Ailton Passos de Medeiros, Vidalmir Santos Brito e Magno Douglas Pontes de Oliveira.

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 08:37

Garibaldi vai à emancipação política em São João do Sabugi


O ministro da Previdência Social, Garibaldi Filho, participou ontem (23) das comemorações alusivas ao 63º aniversário de emancipação política de São João do Sabugi, na região do Seridó, ao lado do prefeito, Aníbal Pereira (PMDB), o deputado federal, Henrique Eduardo Alves (PMDB) e a governadora Rosalba Ciarlini (DEM).

Durante a solenidade, que contou ainda com a presença de diversos prefeitos de cidades vizinhas, o ministro Garibaldi parabenizou os moradores de São João do Sabugi pela data especial, ressaltando também a conquista de uma escola com capacidade para atender 250 alunos, entregue pela governadora Rosalba Ciarlini, juntamente com a secretária de educação, Betânia Ramalho, que também esteve presente à solenidade.

“São João do Sabugi sempre contou com obras importantes. Foi assim com a barragem que trouxemos quando governador, e está sendo assim com o atual governo, que trás para a cidade uma escola modelo”, destacou o ministro. E complementou: “A cidade está em boas mãos, porque Aníbal é um homem que faz. Ele é, sem dúvida, um dos prefeitos mais atuantes do Rio Grande do Norte”.

Queda de energia

Poucos minutos depois de ter sido dado início à solenidade, uma queda de energia deixou o evento em total escuridão, paralisando por alguns instantes a celebração. Com o auxílio de um carro de som, o prefeito Aníbal Pereira deu continuidade à solenidade, abrindo os microfones primeiramente à governadora Rosalba Ciarlini.

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 08:30

Governadora abre crédito suplementar de R$ 2, 669 milhões


A governadora Rosalba Ciarlini abriu crédito suplementar no valor de R$ 2.669.759,53. O Decreto Nº 22.513 foi publicado na edição deste sábado do Diário Oficial do Estado (DOE).

De acordo com o Decreto, "constitui fonte de recursos para fazer face ao crédito, recursos provenientes excesso de arrecadação apurado no Balanço Financeiro de 2010, através dos Elementos de Receita 11130201 - Imposto Sobre a Prestação de Serviços de Transportes Interestadual, Intermunicipal e de Comunicação – ICMS (R$717.857,01), 11120431 – Imposto de Renda Retido nas Fontes sobre Rendimento do Trabalho – IRRF (R$1.459.080,00), 7171112.0501 – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores – IPVA (R$ 141.152,52) e 11120701 – Imposto sobre Transmição de Causa Mortis e Doação de Bens e Direitos - ITCD (R$ 351.670,00)".

O Decreto não informa onde será aplicado o crédito suplementar nem de que maneira.

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 08:28