3 de out de 2015

Quadrilha faz arrastão em casa de vereador no Centro de Caraúbas

Foto: Gidel Morais/Icem Caraúbas


Da redação

Gidel Morais/Icem Caraúbas
O vereador Silvio Viana (PROS), teve sua casa invadida neste sábado (3), no centro da cidade de Caraúbas, na região oeste do Estado do Rio Grande do Norte, por 4 bandidos fortemente armados, por volta das 6 horas da manhã.

Os bandidos aguardavam do lado de fora, quando uma das pessoas que estavam dentro da residência ia saindo e foi rendida pelos elementos que entraram. Eles colocaram uma arma na cabeça do vereador Sílvio Viana e o ameaçaram de morte se ele não dissesse onde estaria o dinheiro e as armas de fogo. Foi um momento de pânico para toda a família. As crianças ficaram apavoradas e os elementos muito agressivos buscavam em toda parte objetos de valores.
A princípio um dos bandidos pensava que Silvio Viana era policial, no entanto, um deles disse que ele era vereador. Foram aproximadamente 45 minutos intermináveis de pânico e terror, sem saberem como ia ser o desfecho. Os bandidos levaram bens materiais como: Televisão, cordão de ouro, perfumes, espingarda de chumbinho, garrafas de Whisky, entre outros pertences.
Após roubarem a casa do vereador fugiram em um carro prata com destino ignorado. A polícia foi acionada, realizaram busca e até o momento ninguém foi preso. O caso está sendo investigado pelo Delegado Erick Gomes que enviou uma equipe para a residência do vereador.

Sílvio Viana explica que estava dentro de sua casa com a esposa, filhos e outras pessoas da família. "É complicado ter uma arma colocada na cabeça. A gente se sente extremamente vulnerável, temos que olhar com mais atenção para a segurança do nosso município, ", explica o vereador.

Sete detentos fogem da Penitenciária Agrícola Mário Negócio em Mossoró


Foto: Arquivo MH


Da redação

A Polícia registrou no início da tarde desta sexta-feira (02) a fuga de sete detentos da Penitenciária Agrícola Mário Negócio, em Mossoró.

Segundo informações, os detentos fugiram de um pavilhão novo da unidade prisional.

MOSSORÓ HOJE apura os fatos.