5 de dez de 2011

Robinson diz que Garibaldi só apoiou Rosalba por causa dele



O vice-governador Robinson Faria (PSD) abriu o jogo dos bastidores da política, em Mossoró. Ao comentar a decisão de ser o vice da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) nas eleições de 2010, ele disse que foi decisivo para garantir o apoio do ministro Garibaldi Filho (PMDB) à candidatura do DEM.

“Minha ida para o grupo de Rosalba proporcionou a ida de Garibaldi. Sem contar com todas as lideranças que formavam o meu grupo e o efeito que aquele gesto provocou”, declarou

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 15:04

Emendas dos senadores somam R$ 1,2 bilhões para 2012

Os senadores apresentaram R$ 1,2 bilhão em emendas individuais à proposta orçamentária para 2012. As 1.108 sugestões foram incluídas nos relatórios setoriais, que devem ser analisados pela Comissão Mista de Orçamento (CMO) nesta semana.

Neste ano, cada parlamentar teve direito a até 25 emendas, no valor total de R$ 15 milhões, sendo que R$ 2 milhões deveriam ser necessariamente aplicados na área de saúde. Em comparação com 2011, os senadores apresentaram 73 emendas a menos, mas o valor deste ano foi R$ 160,35 milhões maior.

De acordo com o balanço da CMO, o Congresso já propôs 9.302 emendas à programação da despesa do Orçamento para 2012, em um total de R$ 82,2 bilhões. As emendas de comissões somaram R$ 34,2 bilhões e as de bancadas estaduais, R$ 39,1 bilhões.

Confira a baixo o destino das emendas:



POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 14:58

ELEIÇOÊS 2012 EM UMARIZAL


O BLOG RECEBEU INFORMAÇÔES DE UMA FONTE BEM SEGURA DE QUE O EX - PREFEITO DE UMARIZAL ADSON LUIS DO "PSD" SINALIZOU QUE É PRÉ CANDIDATO A PREFEITO DE UMARIZAL E VAI DESPUTAR COM O VIÇE PREFEITO MANO "DEM" A VAGA DE CANDIDATO A PREFEITO DE UMARIZAL, APOIADO PELO ATUAL PREFEITO ROGERIO FONSECA.

DO BLOG - QUEM PENSAVA QUE ADSON ESTAVA APAGADO NA POLITICA DE UMARIZAL ESTAVA ENGANADO, ELE ESTÁ MAIS DO QUE PRESENTE "REVELOU A FONTE AO BLOG"


POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 10:00

Janduís: Robinson participa de seminário do PSD


A Câmara Municipal de Janduís ficou lotada na noite de ontem durante o primeiro encontro municipal do PSD.

Evento contou com a presença do vice-governador Robinson Faria, presidente estadual do PSD.

As principais lideranças do PSD e dos partidos de oposição de Janduís participaram do encontro.

A tônica dos pronunciamentos foi em torno do processo eleitoral de 2012, quando o PSD deverá se aliar aos demais partidos oposicionistas contra o grupo político liderado pelo prefeito Salomão Gurgel(PT).

No seu pronunciamento, Robinson Faria externou sua alegria por estar tendo a oportunidade de participar da política de Janduís.

"Estou muito feliz em estar aqui hoje. Sou um estreante na política de Janduís, mas fiquem sabendo que de agora em diante vocês terão um irmão, um amigo leal para ajudar a vocês”, afirmou o vice-governador.

E acrescentou: “Esta cidade está me dando um presente. Depois de 25 anos de vida pública, nunca pensei que fosse recomeçar tão bem".

O recomeçar de Robinson se refere ao episódio que culminou com o seu rompimento com o Governo de Rosalba Ciarlini(DEM).

Em relação à sucessão municipal de Janduís, o vice-governador deixou claro que o PSD terá toda autonomia para decidir sobre o melhor caminho a seguir no pleito de 2012.

"Ainda não sei qual é o candidato a prefeito de vocês, mas com certeza o nome que for escolhido será vitorioso e terá meu apoio e minha contribuição", enfatizou Robinson Faria.

O PSD de Janduís pode lançar candidato próprio ou apoiar um nome da oposição. Caso decida pela candidatura própria, o PSD tem como opção o nome do ex-prefeito e atual vice-prefeito José Bezerra.

Bezerra rompeu com o prefeito Salomão Gurgel e trocou o PT pelo PSD.

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 09:14

Para não ser demitido nesta segunda-feira, ministro Carlos Lupi pede demissão neste domingo


Ministro Carlos Lupi pediu demissão neste domingo


O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, do PDT, entregou neste domingo à presidente Dilma Rousseff seu pedido de demissão. Ele se antecipou, desta forma, à decisão da presidente, que convocou para esta segunda-feira reunião da coordenação política para tratar especificamente do caso.

Na sexta-feira, em Caracas, Dilma já dera a indicação de que bateria o martelo sobre o futuro de Lupi nesta segunda. Afirmou ainda que tomava decisões objetivas e que não era nada romântica, em alusão ao fato de Lupi ter dito declarado "Dilma, eu te amo" em audiência no Congresso Nacional.

Lupi é o sexto ministro a cair envolvido em escândalos de corrupção no mandato da presidente Dilma Rousseff. Quem assume interinamente o cargo é o secretário-executivo Paulo Roberto dos Santos Pinto.

Em nota oficial, Lupi confirmou a decisão em “caráter irrevogável” e se disse perseguido pela “mídia” e pela Comissão de Ética da Presidência, que teria recomendado sua demissão “sumariamente” e sem dar “direito de defesa”.

Leia a nota:

“Tendo em vista a perseguição política e pessoal da mídia que venho sofrendo há dois meses sem direito de defesa e sem provas; levando em conta a divulgação do parecer da Comissão de Ética da Presidência da República – que também me condenou sumariamente com base neste mesmo noticiário sem me dar direito de defesa - decidi pedir demissão do cargo que ocupo, em caráter irrevogável.

Faço isto para que o ódio das forças mais reacionárias e conservadoras deste país contra o Trabalhismo não contagie outros setores do Governo.

Foram praticamente cinco anos à frente do Ministério do Trabalho, milhões de empregos gerados, reconhecimento legal das centrais sindicais, qualificação de milhões de trabalhadores e regulamentação do ponto eletrônico para proteger o bom trabalhador e o bom empregador, entre outras realizações.

Saio com a consciência tranquila do dever cumprido, da minha honestidade pessoal e confiante por acreditar que a verdade sempre vence.

Carlos Lupi
Ministro do Trabalho e Emprego”.

A Secretaria de Imprensa do Palácio do Planalto divulgou também nota na qual informa o pedido de demissão e diz que a presidente Dilma agradece "a colaboração, o empenho e a dedicação" de Lupi enquanto esteve à frente da pasta e afirma que Lupi "continuará dando sua contribuição ao pais".

Abaixo, a íntegra da nota:

"O ministro do Trabalho e do Emprego, Carlos Lupi, apresentou hoje, em caráter irrevogável, sua demissão à Presidenta Dilma Rousseff.

A Presidenta agradece a colaboração, o empenho e a dedicação do ministro Lupi ao longo de seu governo e tem certeza de que ele continuará dando sua contribuição ao pais. A partir desta segunda-feira, responde interinamente pelo Ministério do Trabalho o secretario executivo Paulo Roberto dos Santos Pinto".

Cronologia da crise

A cronologia da crise começa no dia 5 de novembro. Reportagem do GLOBO revelou que a CGU constatou indícios de desvios de dinheiro em convênios do Ministério do Trabalho com pelo menos 26 ONGs.

A revista “Veja” denunciou também que o coordenador de qualificação do Ministério do Trabalho, Anderson Alexandre dos Santos, participava de suposto esquema de cobrança de propina de ONGs. No mesmo dia, Carlos Lupi afastou Santos - que é filiado ao PDT do Rio, mesmo partido do ministro.

No dia 8 de novembro, Lupi e o comando do PDT desafiaram a presidente Dilma Rousseff e avisaram que, em caso de demissão, o partido deixaria o governo. Numa entrevista após reunião da executiva do partido, o ministro diz: "Para me tirar do ministério, só se eu for abatido à bala".

No início de novembro, quando as denúncias envolvendo Lupi começaram a ganhar manchetes de jornal, o ministro veio a público desafiar a presidente, afirmando que duvidava que ela o demitisse. Depois, ao ser advertido pela ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, de que havia extrapolado o tom, ele tentou retratar-se e pediu desculpas, declarando que amava a presidente.

Lupi vai à Câmara apresentar explicações, mas mente sobre a carona em um jatinho. Na sexta-feira, a Comissão de Ética Pública da Presidência da República aprovou recomendação para que a presidente Dilma demitisse o ministro do Trabalho. Dilma pediu, logo em seguida, explicações sobre à comissão.

Fonte: Jornal O Globo

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 09:12

BLOG DO CLEUMY CANDIDO FONSECA


HOJE O BLOG AMANHEÇE O DIA COMEMORANDO OS MAIS DE 13.000 MIL ACESSOS., MUITO OBRIGADO A TODOS OS INTERNAUTAS QUE ACESSAM ESSE BLOG QUE TENHE 95% DAS SUAS MATERIAS PUBLICADAS SEMPRE TOCANDO NO TEMA "POLITICA"


POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 08:44