16 de abr de 2013

VEREADOR ZÉ MOURA É UM VERDADEIRO CALO NOS SAPATOS DOS ADVERSÁRIOS




O mais interessante desses vereadores da base do governo é que eles falaram na seção dessa ultima terça-feira que as leis do conselho de assistência social estão ultrapassadas.

Isso tudo é muito engraçado, por que o que mais vejo na televisão brasileira são os apresentadores cobrando mudanças nas leis da constituição federal de 1988.

Ai os vereadores da bancada de mano dizem que a leis de 2007 já estão antigas e as de 1988 estão o que????.

Parabéns ao vereador zé mura (PSDB) que está em cima cobrando para que os direitos de todos sejam respeitados  inclusive o regimento da casa.

isso é mais uma manobra , para que o monopolio continui   
vereador zé moura

Wober Júnior ou Antônio Jácome?

Pergunta que circula pelos corredores da Assembleia Legislativa:
Na fusão do PPS com o PMN, o presidente vai ser Wober Júnior (PPS) ou o deputado Antônio Jácome (PMN)?
Ou nenhum dos dois?
*
E com a fusão…o novo partido será de oposição ou da base do governo federal?
Porque hoje o PPS é oposição…
O PMN é governista…

FONTE:http://www.thaisagalvao.com.br/

SECA NO RN: ACOMPANHE A LINHA DO TEMPO



1952 - Seis milhões de cruzeiros são registrados no Tribunal de Contas para a construção do Açude Oiticica, dentro da política de grande açudagem - programa básico de realizações do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs).

1953 - O deputado Maurício Joppert requereu à Câmara a reconstituição da Comissão Parlamentar de Inquérito, encarregada de investigar as atividades do Dnocs.

1968 - O inverno chegou de madrugada nas regiões Oeste, Seridó e parte do Centro-Oeste potiguar, segundo comunicações chegada a Natal pela Telern.

1984 - O Estado constrói barragens, mas não viabiliza o escoamento da água através de tubulações para as cidades atingidas pela seca. A população pede esmolas para não morrer de fome.

1991 - O flagelo da seca deixou sulcos profundos de pobreza, fome e destruição. O sertanejo perde, mais uma vez, a guerra particular que trava periodicamente com a seca.

1994 - A construção da Barragem de Oiticica, iniciada em 1992, em Jucurutu, é paralisada e os recursos destinados para outras obras. Políticos e religiosos se reúnem para falar sobre a campanha “Convivendo com a seca”.

1995 - Há mais de um ano e meio sem águas nas torneiras, abastecimento em Patu era garantido com carros-pipa. Retirantes partiam em busca de melhores condições de vida em outras cidades.

2006 - Ao contrário de 2005, quando as chuvas de janeiro inundaram o sertão, a falta d’água já levou 80 municípios potiguares a decretarem estado de emergência. Mesmo cidades atendidas por adutoras,como Passa e Fica, por exemplo, sofrem para garantir o abastecimento.

2012 - Oiticica: projeto da barragem é alterado. Com alterações, barragem terá nove comportas e custará R$ 320 milhões, ou seja, R$ 60 milhões a mais que projeto original. Há 50 anos, Governo do RN iniciava projeto para construção desse reservatório.

2013 - Com 144 municípios em estado de emergência por causa da seca, Governo anuncia obras estruturantes para diminuir as mazelas da seca, que levou 15 cidades ao colapso no abastecimento. Entretanto, entidades de defesa da agricultura cobram ações mais eficazes e a curto prazo.


Fonte: TN ON Line
Foto: Portal G1 - RN

TENTATIVAS EM VÃO / GASTOS COM VIAGENS DESNECESSÁRIOS







O prefeito de Umarizal mano Onofre se encontra em Brasília , em suas Bagagem vai levando muitas reivindicações pra tratar com o seu líder o senador José Agripino maia.

Uma das cobranças imediatas é a aquisição de uma ambulância para o munícipio de Umarizal já que o mesmo conta com (03) três ambulâncias mais nenhuma tem a condição de viajar para outra cidade da região.

Eu queria que todos soubesse que mesmo que o senador José Agripino prometa essa ambulância para o prefeito mano que isso certamente ele irar fazer, mas que fique bem claro que essa ambulância não vai chegar agora não, bote tempo para uma emenda e ou uma licitação ser aprovada.
Agora eu não o por que dessa viagem, conheço vários prefeitos da região que fazem questão de comprar transportes públicos com recursos próprios, ai só por que Umarizal não pode comprar uma ambulância nova com o dinheiro do (FPM) , pra quem não sabe o prefeito pode usar esse dinheiro na hora que ele quiser desde de que ele cumpra com o outros gastos, como educação, saúde, segurança esporte, cultura e  outros.


Recentemente conversando com o vereador mais atuante da cidade de Umarizal Dr. Erico Onofre, o mesmo me disse que teria oferecido a ambulância que existe no hospital aqui de Umarizal para que a mesma pode-se atender as dificuldades enfrentadas pela saúde do nosso município, mas parece que mano não quer saber de nada do hospital Dr. Erico Onofre ai com isso deixa toda a população pobre abandonada, por que “alguns” tem carros próprios e os outros ???

Já está mais de que na hora de mudarmos esse quadro, quando Dona Luzinete foi nomeada a nova secretaria de saúde do município todos lhe cobriram de elogios e agora todos ficam calados tendo que engolir o que está bem na frente de nossos olhos, que me desculpe a secretaria dona Luzinete, mas a senhora está deixando a desejar...... na minha opinião é claro.

Só digo isso por que vejo todas as outras secretarias trabalhando procurando fazer o melhor , menos a saúde, parece que não existe mais receita azul ou se existe estão escondendo de varias pessoas, eu mesmo tive que ir até a cidade de Martins para poder conseguir uma receita dessa já que eu só consigo dormi depois que tomo um comprimido que só é vendido apenas com a receita azul...... mais como se trata de “CLEUMY CANDIDO FONSECA” as coisas já mudam.

Em São Francisco do Oeste, Prefeitura é denunciada por, suposto, descaso com cemitério público.

Segundo denúncia, Governo Gildene Barreto negligencia manutenção de cemitério.


Colocando-se, mais uma vez, como uma ferramenta de comunicação que está a serviço dos menos favorecidos ou injustiçados, reproduzimos abaixo um e-mail enviado pelo webleitor Gabriel Leite de Freitas Júnior que denuncia o descaso da Prefeitura de São Francisco do Oeste com a manutenção/limpeza do cemitério público municipal.

Salientamos que, em respeito aos princípios democráticos que regem a nossa Constituição Federal, o nosso espaço também estará aberto para qualquer contestação da denúncia por parte da assessoria de comunicação da Prefeita, Gildene Barreto (PTB).

Confira a íntegra do e-mail abaixo:

Olá nobre blogueiro,

Sabendo da credibilidade deste meio de comunicação, a Família Sousa, de São Francisco do Oeste, vem através desta nota externar toda indignação por a qual a família passa com a prefeitura desta cidade.

Pois bem, no dia 07 de Abril de 2013 faleceu Dona Maria de "Damião Caboco", como era mais conhecida entre a população deste município, assim, no dia de seu sepultamento como era de desejo da nossa eterna vovó Maria, ela foi enterrada fora do caixão, deixando este para ser doado a alguma pessoa de menor condição financeira.

Porém, hoje, dia 14 de Abril de 2013, uma semana após o sepultamento, o caixão ainda encontra-se "bolando", encostado em um canto de parede, tomando chuva e sol sem nenhum cuidado, bem como outros equipamentos e materiais utilizados para manutenção do cemitério, acrescentando que naquele ambiente existe um tanque com água parada, estando descoberto, podendo ser um possível foco do tão temido mosquito da Dengue.

Grande foi a tristeza da família ao ver aquela cena, pois, como sabe toda população, em São Francisco do Oeste existia uma casinha dentro do cemitério, aonde eram guardados os caixões para serem doados a outras pessoas ou utilizados para outros fins, tendo em vista o alto valor deste bem. Porém, na atual administração este local foi retirado e nenhuma medida foi tomada, gerando um verdadeiro descaso!

Ficamos indignados com o que vimos e tal acontecido não poderia ocorrer sem que alguém viesse a publico externar tal revolta.

Assim, agradecemos o espaço reservado e ficamos no aguardo para que a prefeitura algum dia venha a tomar alguma medida e que tal problema seja solucionado.

Forte Abraço e estima!
Att.: Gabriel Leite de Freitas Júnior
 
FONTE:http://politicapauferrense.blogspot.com.br/
 
DO BLOG - SE TODAS AS FAMILIAS QUE JÁ PASSARAM OU AINDA PASSAM POR ESSA SITUAÇÃO AQUI NO MUNICIPIO DE UMARIZAL TIVESSEM A CORAGEM DE DENUNCIAR APOSTO QUE JÁ TERIAMOS OUTRO CEMITERIO PUBLICO AQUI NA NOSSA CIDADE.

Em evento da FECAM, Rosalba Ciarlini perde a compostura e reage raivosamente a aplausos pró-Robinson Faria.


A BRIGA ESTÁ APENAS COMEÇANDO, QUEM FOR QUE AGUENTE

No evento promovido, no último sábado (13), pela Federação das Câmaras Municipais do RN (FECAM/RN), em Mossoró, a Governadora, Rosalba Ciarlini (DEM), demonstrou visível descontrole emocional ao ser ofuscada pelo Vice-governador, Robinson Faria (PSD), que foi aplaudido ruidosamente ao ter o seu nome anunciado na solenidade.

De acordo com as informações que estão sendo divulgadas na imprensa mossoroense, para a governadora o fato do vice-governador (agora seu adversário) ter sido ovacionado em sua "própria casa" representou uma espécie de ofensa moral, principalmente, após ter sido tratada pela platéia com um misto de frieza e minguadas manifestações de apoio.

Em sua fala, Rosalba atacou Robinson ferozmente, destoando dos objetivos iniciais da solenidade. 

Pegou mal para a Chefe do Executivo que não soube demonstrar indiferença às críticas do seu principal oponente e que, a partir de agora, deverão ganhar ainda mais força na imprensa estadual.

Agora, sabendo que suas críticas são capazes desestabilizar emocionalmente a governadora, o Presidente do PSD no RN deverá "descer a lenha" com a certeza que não estará "falando ao vento".

Como não teve a oportunidade ainda no evento de rebater as agressões de Rosalba, o Vice-governador utilizou as redes sociais para alfinetar.
FONTE: POLITICA PAUFERRENSE


DEPUTADO HENRIQUE EDUARDO ALVES BUSCA SOLUÇÕES PARA O AGRAVAMENTO DA SECA NO RIO GRANDE DO NORTE

SÓ A CUPULA MAIS ALTA DO ESTADO


NATASL (RN) – O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB), e mais quatro colegas da bancada federal; Betinho Rosado (DEM), Fátima Bezerra (PT), Felipe Maia (DEM) e Sandra Rosado ( PSB), reuniram-se com 22 dos 24 deputados estaduais do Rio Grande do Norte para discutirem saídas emergenciais para o agravamento da seca no Estado. Os secretários de Agricultura, Júnior Teixeira, e de Recursos Hídricos, Leonardo Rego, também participaram da reunião conjunta das duas bancadas na Assembleia Legislativa, em Natal.
Henrique Alves demonstrou preocupação com os relatos dos colegas parlamentares, reforçando os depoimentos que ele mesmo ouviu,  em Mossoró, no final de semana, quando esteve em diferentes eventos, um deles, promovido pela Federação das Câmaras de Vereadores do Rio Grande do Norte (Fecam), com a presença de mais de mil vereadores. “A situação já está saindo do quadro emergencial passando para estado de calamidade”, reconheceu o deputado.
No alto oeste, por exemplo, a barragem de Pau dos Ferros só dispõe de água até dezembro. Mas, já a partir do final deste mês passará a abastecer 13 cidades da região com a  inauguração  de uma nova adutora. A alternativa Seria a construção de outra adutora, expressa, de 75 quilômetros, saindo da barragem de Santa Cruz, em Apodi, até Pau dos Ferros. O projeto, em fase de elaboração, custaria cerca de R$ 88 milhões e seria executado ainda este ano, antes do reservatório do DNOCS em Pau dos Ferros secar.
Onde os reservatórios já secaram, a alternativa seria acelerar a perfuração de 847 poços tubulares, no valor de R$ 13 milhões, com recursos da Fundação Nacional de Saúde (funasa), e a instalação de mais  118, já perfurados, com recursos do ministério da Integração Nacional. A instalação foi contratada, 80% dos serviços já foram executados, mas somente 25% foram pagos.  Dos R$ 2,3 milhões previstos, somente R$ 500 mil foram liberados, segundo o secretário de Recursos Hídricos.
Outra questão levantada durante a reunião pelo secretário de Agricultura, Júnior Teixeira, foi a execução das dívidas dos proprietários rurais pelo Banco do Nordeste. O banco não estaria levando em consideração a seca e, em consequência disso,  a falta de safra agrícola e morte dos rebanhos deixando o produtor rural sem recursos para pagar as dívidas. O deputado solicitou uma audiência ao presidente do BNB para tratar dessa questão, já na próxima segunda-feira, em Fortaleza.
Henrique Alves, com o aval dos colegas da bancada federal, se comprometeu em conversar com o ministro da Integração Nacional e o presidente da Funasa e solicitou aos deputados estaduais uma comissão representativa dos parlamentares para acompanhar o desdobramento dos próximos encontros e as ações de competência do governo do estado ou que dependam de aprovação da Assembleia Legislativa.
Assessoria de Imprensa 
WWW.henriqueeduardoalves.com.br
Twitter; @HenriqueEAlves
Fotos: Eduardo Maia