22 de fev de 2017

Prefeita segue priorizando áreas como, Educação e saúde... o trabalho está apenas começando.

 Pequenas reformas estão sendo feitas em todas as escolas da rede municipal, a situação é critica, mas o trabalho está apenas começando e não deve parar.






Aneel aprova indenizações a elétricas e prevê impacto médio de 7,2% nas tarifas

Luciano Costa
 Ouvir texto
 
0:00
 Imprimir Comunicar erro
  • iStock/Devonyu
A diretoria da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou, nesta terça-feira (21), aumentar a receita das empresas transmissoras de eletricidade para quitar cerca de R$ 54,4 bilhões em indenizações devidas a elas pela União desde o final de 2012, quando elas aceitaram renovar antecipadamente contratos de concessão em condições propostas pelo governo.
Na época, a então presidente Dilma Rousseff prometeu indenizar as elétricas por investimentos ainda não amortizados em troca de um novo contrato com forte corte de tarifas para impulsionar a indústria e o consumo, mas uma definição sobre o pagamento efetivo das compensações foi sendo adiada por anos --em parte, justamente, devido ao enorme impacto tarifário.

Indenizações têm juros e correção financeira

A interminável discussão sobre as indenizações também desagradou investidores, que praticamente desapareceram dos leilões para concessão de novos projetos de transmissão entre 2013 e 2016, quando o governo publicou uma portaria que prometia começar os pagamentos neste ano.
Essa demora ajudou a piorar o problema, uma vez que as indenizações contam com direito a correção financeira, como juros.

Conta ficou para o consumidor

Além disso, a previsão original era de que as compensações fossem quitadas com um fundo do setor elétrico criado especialmente para isso, a Reserva Global de Reversão (RGR), mas outros usos já drenaram os recursos dessa conta e levaram o governo a optar pelo repasse às tarifas.
"Isso era para ter sido pago em 2013, e não foi pago. O fato de não ter sido pago naquela época imputou um valor para o consumidor, que não teve nenhuma gestão na decisão de pagar ou não pagar", disse o diretor da Aneel Reive Barros, responsável pelo processo sobre as compensações na reguladora.
Ele disse que o valor original das indenizações é de R$ 19,2 bilhões e que outros R$ 35,2 bilhões serão pagos somente em componentes financeiros devido ao adiamento.

Pagamento em oito anos

Os pagamentos às elétricas começarão em julho e se estenderão por oito anos, com os recursos sendo arrecadados por meio de um encargo cobrado nas contas de luz para remunerar a atividade de transmissão de energia.
A Aneel estimou que a alta nesse encargo deverá ter um impacto médio de 7,2% no momento dos reajustes tarifários das distribuidoras neste ano, embora outros itens possam pesar para cima ou para baixo nas tarifas.

Prefeita Elijane acompanha processo de manutenção e reparo em escolas

A prefeita de Umarizal, Elijane Paiva, visitou, na manhã desta quarta-feira (22), algumas unidades escolares do município para acompanhar de perto as manutenções realizadas a volta às aulas. As ações são feitas pela Secretaria da Educação em parceria com a secretaria de Obras.
Durante a visita, a prefeita, além de cumprimentar os funcionários presentes, percorreu as instalações do local e conferiu os procedimentos de pintura geral, reparo do vazamento do telhado, troca de portas, reforma do bebedouro, revisão elétrica, e de infiltrações. “As crianças são o nosso futuro, o nosso reflexo, e por isso devemos dar condições de estudo para elas”, frisou o chefe do Executivo.
Acompanhada da secretária de Educação professora Eva, a primeira escola a receber visita, foi a escola municipal Tancredo Neves.

PROMOÇÃO DE CARNAVAL NO SUPERMERCADO OLIVEIRA / KAISER LATA 12UNID R$ 16,49. CORRA QUE JÁ COMEÇOU !




Prefeita Elijane assina termo com a FUNASA que vai garantir agua para o assentamento remédio

No início da tarde de ontem, a prefeita Elijane Paiva recebeu a equipe da FUNASA, junto com o secretário de Agricultura, Lazaro Dias, que deram a notícia que o município de Umarizal foi contemplado com o Programa Nacional Brasil sem Miséria do Governo Federal, que leva poços, Adução e reservatórios com Chafariz aos municípios.


A Prefeita Elijane Paiva declarou que ações como essas beneficiam o homem do campo: “Estamos trabalhando incansavelmente para dar ao homem do campo as condições de ter uma vida digna e produtiva e, nesse sentido, estamos nos esforçado para trazer todo tipo de benefício que haja disponível para nossos agricultores”, disse Elijane Paiva.
Este programa tem como finalidade a utilização de tecnologia avançadas na obtenção e na distribuição da água subterrânea e superficial através de utilização dos sistemas de dessalinização de aguas salobras captadas de poços tubulares.
O secretário de Agricultura Lazaro Dias falou da importância dessa ação para o assentamento remédio: “Esse acordo permite o controle e a participação da comunidade remédio, é uma ação da prefeitura que tem a frente uma gestora atuante que vai da suporte a ações como essa que garante agua de boa qualidade para as famílias do assentamento remédio”, destaca o secretário Lazaro Dias.
O programa tem como objetivo também garantir o amplo acesso à água para as populações rurais dispersas e em situação de extrema pobreza, seja para o consumo a produção de alimentos e a criação de animais, possibilitando a geração de excedentes comercializáveis para a ampliação da renda familiar dos produtores rurais.

Prefeita Elijane discute ações estruturantes pra Umarizal com Brenno Queiroga

Prefeita Elijane Paiva recebeu na tarde dessa terça-feira (21), a visita do engenheiro Brenno Queiroga, responsável por assessorar algumas prefeituras do estado, Brenno Queiroga, mostrou disposto ajudar o desenvolvimento de Umarizal e mudar a difícil realidade que o município vem passando.


Brenno que na companhia da prefeita Elijane e do Vice Raimundo, da secretária de educação Professora Eva, do secretario Zome e do ex-prefeito Néo, visitaram alguns pontos da cidade.

Segundo Elijane, Umarizal precisa passar por diversas mudanças estruturais e isso é a prioridade da gestão: "Nós estamos organizando e planejando projetos para resgatar o desenvolvimento de Umarizal e não estamos medindo esforços pra isso, buscando o suporte de profissionais qualificados e capazes de trazer benefícios pra nossa cidade", ponderou a Chefe do Executivo Municipal.
Logo de inicio uma das batalhas da prefeita Elijane, vai ser a luta da liberação da Creche pró-infância, e do esgotamento sanitário.
O engenheiro Breno Queiroga, especialista em gestão pública, acredita que Umarizal tem muitas potencialidades a serem exploradas: "estamos aqui avaliando todos os projetos que podem ser implantados em Umarizal e é notório o quanto a cidade pode crescer. Faremos o possível pra buscar tudo que o município merece e tem capacidade de receber em infraestrutura e políticas públicas para oferecer à população local", detalhou o Brenno Queiroga.

O engenheiro ficou de analisar o plano de saneamento básico do município das gestões passadas, caso não encontre, Brenno vai procurar o plano de saneamento básico com a CAERN.