20 de set de 2012

Henrique Alves recebe embaixador de Taiwan



O líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (RN), recebeu o embaixador de Taiwan, Jorge Shyu, e o deputado federal Hugo Leal (PSC-RJ). O encontro foi no gabinete da liderança do PMDB nesta quarta-feira, 19, em Brasília. Durante a audiência, o diplomata fez convite, em nome do Governo de Taiwan, para Henrique Alves conhecer o país asiático em visita oficial.

fotos: Daniel Lemos

FONTE: Liderança PMDB (liderancapmdbnoticias@gmail.com)

* eu sempre vou bater nessa mesma tecla , se a candidata a prefeita aqui de Umarizal fosse do “PMDB” como é o vereador Dr. Erico Onofre a campanha já seria mais diferente e teria outros rumos.

* muitos questionam as atitudes do vereador Dr. Erico Onofre , mas vale lembrar que ele é filho do medico Dr. Guaraci que têm uma grande historia politica aqui em Umarizal , por isso eu particularmente acredito na reeleição do amigo vereador Erico.


POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 10:28

Em Rafael Godeiro/RN

Os assessores jurídicos José Niécio Roldão e José Wellington Diógenes denunciam que estão sendo ameaçados de morte pelo grupo político que apoia o atual prefeito do município e candidato a reeleição Abel Filho (PSB). Segundo os advogados, a ação do grupo inclui intimidações, ameaças em público, uso de armas e perseguição em rodovias.
De acordo com o advogado Niécio Roldão, toda essa perseguição vem sendo intensificada nos últimos dias e acrescentou que durante uma movimentação política do grupo de oposição ao prefeito Abel Filho, ocorrida no sábado, 15, na cidade de Rafael Godeiro, foi necessário um reforço na segurança por parte da Polícia Militar. "O nosso trabalho é assegurar que a população tenha o direito de exercer a sua cidadania, garantido, porque o que estamos presenciando no município é muita repressão", declarou.
Wellington confirma as ações de repressão e disse que já teve o seu carro perseguido na estrada e que o motorista foi reconhecido como sendo ligado ao grupo do atual prefeito. Situação semelhante vivenciou Niécio, que teve seu veículo interceptado na manhã de segunda-feira, por volta de 7h25, quando ele retornava para Mossoró.


Segundo Niécio, quatro homens em um carro tipo VW Gol quatro portas o perseguiu por um longo trecho nas proximidades do antigo bar 'Igarapé-Mirim' e um dos ocupantes do veículo chegou a apontar uma arma em sua direção. "Eu achei que ele ia atirar, mas depois vi pelo retrovisor quando o carro retornou, e então vi que eles queriam me intimidar", disse.


Diante da situação de insegurança, os advogados protocolaram uma petição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Mossoró relatando todas as ações de violência que estão sofrendo. E adiantaram que se algum tipo de violência acontecer com um dos dois (Niécio e Wellington) eles atribuem a responsabilidade a: Abel Filho (atual prefeito de Rafael Godeiro), irmãos do prefeito e a pessoas ligadas ao grupo.


Os advogados adiantaram que, além das interceptações na estrada, estão recebendo ameaças de morte por telefone e sofrem constrangimentos quando estão em local público. "Eu estava numa pizzaria com minha esposa no Centro de Rafael Godeiro, onde uma pessoa falava o meu nome seguidas vezes em voz alta e então me retirei do local", acrescentou.
Fonte: Gazeta do Oeste

Faltam 17 dias: saiba como são eleitos candidatos a prefeito e vereador


No próximo dia 7, os eleitores de 5.568 cidades brasileiras escolherão os novos prefeitos e vereadores. A contabilização dos votos para eleição desses dois cargos é feita de forma diferente. Prefeitos, assim como os governadores e presidente da República são cargos majoritários. Já vereadores, deputados federais e estaduais são escolhidos pelo sistema proporcional.
Tanto para a eleição dos cargos majoritários quanto dos proporcionais somente são considerados os votos válidos. Dessa forma, não são contabilizados, para nenhum efeito, os votos brancos e nulos.
Para ser eleito, o candidato a cargo majoritário tem de conseguir a maioria dos votos válidos. Caso o município tenha mais de 200 mil eleitores, a decisão do pleito pode vir a ocorrer em dois turnos. Neste caso, para ser eleito no primeiro turno, o concorrente tem de conseguir a maioria absoluta dos votos válidos, ou seja, mais de 50% na primeira eleição. Se no primeiro turno nenhum candidato atingir esse limite mínimo de votos, é realizado o segundo turno do pleito entre os dois candidatos mais votados, quando será eleito quem tiver a maioria dos votos. Em 2012, há possibilidade de ocorrer segundo turno em 83 cidades.
Já na eleição para cargos proporcionais não são eleitos necessariamente os candidatos que obtêm a maioria dos votos. Para elegerem-se, os candidatos dependem de dois cálculos: o quociente eleitoral e o quociente partidário.


Quociente Eleitoral


Para participar da distribuição dos lugares na Câmara de Vereadores, o partido ou coligação precisa alcançar o quociente eleitoral — resultado da divisão do número de votos válidos no pleito (todos os votos contabilizados excluídos brancos e nulos), pelo total de lugares a preencher em cada Parlamento.


Quociente Partidário


Feito o cálculo do quociente eleitoral, é realizado o cálculo do quociente partidário, que vai dizer a quantidade de candidatos que cada partido ou coligação vai ter no Parlamento. Para chegar ao quociente partidário, divide-se o número de votos que cada partido/coligação obteve pelo quociente eleitoral. Quanto mais votos as legendas conseguirem, maior será o número de cargos destinados a elas. Os cargos devem ser preenchidos pelos candidatos mais votados de partido ou coligação, até o número apontado pelo quociente partidário.


Com os quocientes eleitorais e partidários pode-se chegar a algumas situações. Um candidato A, mesmo sendo mais votado que um candidato B, poderá não alcançar nenhuma vaga se o seu partido não alcançar o quociente eleitoral. O candidato B, por sua vez, pode chegar ao cargo mesmo com votação baixa ou inexpressiva, caso seu partido ou coligação atinja o quociente eleitoral.


Nas eleições do próximo dia 7 de outubro, 449.511 candidatos concorrem às 57.432 vagas de vereadores disponíveis em todo o Brasil. No caso dos prefeitos, são 5.568 vagas para 15.522 candidatos. Confira aqui as vagas disponíveis e os candidatos de cada município.


Fonte: TSE

Eleições 2012: Portaria determina horário de visitas aos eleitores em marcelino Vieira

As duas coligações que concorrem no pleito eleitoral de 2012 em Marcelino Vieira deverão obedecer a Portaria 012/2012 assinada pelo Juiz Eleitoral Dr. Felipe Barros que determina o horário das visitas dos candidatos às residências dos eleitores.


De acordo com a portaria o horário de visitas é das 7h às 21h. O descumprimento resultará em multa de R$10.000,00 (dez mil reais).


A portaria foi assinada na tarde de ontem (19) e já está em vigor.

* aqui na cidade de umarizal funciona tudo ao contrario , os candidatos fazem a maioria das suas visitas depois de 22:00 horas., por exemplo na noite de ontem o movimento nas ruas terminou na manhá de hoje.



POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 08:59