1 de fev de 2014

A DISTANCIA DE GETÚLIO REGO DE NOSSA CIDADE DEIXA ROGERIO FONSECA EM BONS LENÇÓIS.





Desde de que o ex – prefeito Rogério Fonseca (pros) rompeu politicamente com o deputado Getúlio rego (dem) as especulações são grandes em torno da eleição de outubro desse ano.

Quem vai tirar mais votos para deputado estadual em Umarizal ????? 
WALTER ALVES (PMDB) ????

                                                     



GETÚLIO REGO (DEM) ??
JOSÉ DIAS (PSD) ??


Isso é uma pergunta que não quer calar toda a comunidade de Umarizal, mas como sempre quem trabalha melhor será recompensado, o deputado Getúlio pouco tem andado por nossa cidade, Walter Alves  nem se fala e José Dias é outro que mau anda em nosso município.

Estão a responsabilidade estará com os lideres políticos de nossa cidade, em torno desses três nomes tem muitos apoios divididos que na hora certa devem fazer um bom trabalho e sair no casa a casa pedindo votos para seus respectivos candidatos.

De uma coisa eu não tenho duvida, Zé dias vai aumentar muito a sua votação, mas não é por causa dele ou de Adson Luis não e sim pelo trabalho prestado do ex – prefeito Rogério Fonseca que quando chega o período da eleição ele sabe trabalhar, e já tem feito muito pelo povo de Umarizal.  

ontem escutei a seguinte frase de uma pessoa que nunca votou em José dias "eu voto onde o careca estiver" o careca referindo-se a Rogério Fonseca. 

Governo deve R$ 1,2 milhão à Liga

Felipe Galdinorepórter

Há oito meses a Liga Contra o Câncer não recebe os repasses públicos para a realização de procedimentos de PET-CT – um exame de detecção de tumores –, além da realização de cirurgias urológicas percutâneas. Os valores, que hoje representam cerca de R$ 1,2 milhão, deveriam ser repassados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) para o acesso público via Sistema Único de Saúde (SUS). Com esse problema, ficou insustentável manter o atendimento via SUS, de acordo com o superintendente adjunto da Liga, o oncologista Roberto Sales. Assim, desde setembro de 2013 a instituição não atende gratuitamente.
Emanuel AmaralEquipamento que faz escaneamento do corpo foi implantado em 2011 e custou R$ 3,3 milhõesEquipamento que faz escaneamento do corpo foi implantado em 2011 e custou R$ 3,3 milhões

Hoje o resultado da suspensão da prestação do serviço é uma fila de espera de 130, de acordo com a Central de Regulação da própria Sesap.  Segundo a Superintendência da Liga, somente os valores devidos pelo Governo Estadual para a realização de exames PET-CT – ou PET-Scan – correspondem a R$ 450 mil. As cirurgias percutâneas servem para a retirada de cálculos renais e representam R$ 750 mil da dívida.

Roberto Sales, explica que sem o repasse não há como manter o serviço. “Não tínhamos como continuar bancando, a Liga sobrevive do que produz, então se produzimos e não recebemos, fica difícil. É desconfortável para nós: ou recebemos ou a Liga para”, justificou.

Para pagar fornecedores e funcionários, Sales revela que a Liga acumulou uma dívida de R$ 5 milhões por empréstimos junto à Unicred. Além dos convênios, a entidade conta com doações feitas pelo número 4009-5578, numa parceria com a Cosern. Mas esses mecanismos não chegam perto da arrecadação adquirida via SUS. Para se ter uma ideia, as doações representam cerca de 3% do rendimento, enquanto que os repasses da Sesap e também da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o percentual chega a 70%.

Sem os dois serviços, mantém-se o atendimento do SUS para a alta-complexidade, que corresponde à radioterapia e quimioterapia. Respectivamente, os procedimentos possuem mensalmente uma demanda de 700 e 3 mil pacientes. As cirurgias são 900 por mês, porém, a média mensal é de 500 novos pacientes. Ao todo, a Liga tem 39 mil procedimentos a cada mês. Para tudo isso, a instituição possui um quadro de 1,4 mil funcionários, sendo 600 médicos.

Por meio da assessoria de imprensa, a Sesap reconheceu a dívida, mas explicou que houve um aumento dos valores durante o contrato. Atualmente cada exame PET-CT custa R$ 3 mil e o suposto acréscimo teria representado um impacto às contas públicas. A Sesap agora aguarda a abertura do Orçamento Anual Estadual, marcado para 15 de fevereiro, para começar a se reunir com os prestadores de serviço, como a Liga.

Também usando sua assessoria de imprensa, a Liga afirmou que em momento algum houve reajuste nos valores dos exames. Pelo contrato, a Liga repassou que, pelo SUS, eram atendidas por mês 30 pessoas, mas a média se mantinha abaixo desse limite. Foi então que começou a haver um aumento nessa demanda, e consequentemente, um aumento nos gastos da Sesap. Mas em momento algum, garante a Liga, a média de atendimentos ultrapassou o limite de 30 pacientes.

Com a dificuldade de entendimento com o Estado, sem atender pelo SUS, a Liga mantém o serviço por outros convênios. De acordo com o médico nuclear da Liga, Arthur Villarim, especialista no procedimento com PET-CT, a média de atendimento é de 60 a 80 pacientes por mês. Ontem mesmo, cinco pessoas passariam pela máquina.

Débitos da SMS 
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), segundo a Superintendência da entidade, também possui atrasos de pagamento. Sem revelar valores, o superintendente adjunto, Roberto Sales, conta que a pasta municipal ainda não repassou os recursos referentes a dezembro e não acredita no pagamento de janeiro.

“Na alta-complexidade, o Estado está em dia, mas a SMS está atrasada. O pagamento do mês de novembro, que devia ter sido feito em dezembro, só foi feito neste mês”, enfatizou Sales. 

O secretário Cipriano Maia, titular da SMS, justificou que os atrasos devem-se “aos trâmites burocráticos” no Ministério da Saúde.   “Para dezembro recebi a informação que só seria liberado neste dia 31 [ontem], então vamos começar o processamento só na segunda-feira que vem e o repasse é de 10 a 15 dias”, adiantou Maia.

Em quem você apostaria suas fichas em Umarizal?

Como anda os preparativos e os políticos de Umarizal para esse ano de eleição Ano eleitoral lideranças, políticos e analistas de Umarizal devem começar acionar as bases comunitárias e seus cabos eleitorais.

Vereador Érico Onofre (PMDB): Agora como líder do PMDB, com ausência do pai, o vereador deve mostrar suas forças sozinho, em dados teóricos Érico também não é mais aliado do ex-prefeito Néo, último remanescente dos bacuraus o vereador vai ter que mostrar suas forças para conseguir votos para o deputado estadual Walter Alves (PMDB), o deputado Federal (PMDB) e o deputado a governo do PMDB. Ex-prefeito

Néo (PR): Dos três grandes pilares da política de Umarizal, o ex-prefeito do PR é um deles, mesmo sem o PMDB agora em sua base oposicionista, Néo continua forte e o único a enfrentar a base situacionista, leva uma ligeira desvantagem que enfrenta os outros dois pilares restantes que são os dois ex-prefeitos Rogério Fonseca e seu aliado Adson Luiz, que juntos sempre barram a ascensão de Néo, mesmo assim o ex-prefeito Néo vai mostrar suas forças para apoiar o deputado Estadual Walter Alves e a deputada Federal Fafá Rosado e toda Umarizal já sabe o potencial e político de grande envergadura que é o ex-prefeito Néo. Ex-prefeito

Adson Luiz (PSD): O ex-prefeito lidera um grupo de secretários, vice prefeito, dois vereadores sendo um futuro presidente da câmara, Adson depois de aliado do prefeito Rogério ficou muito aceito na base situacionista, o ex-prefeito deve mostrar suas forças para o deputado estadual José Dias (PSD) e o deputado Federal Fábio Farias (PSD), de certeza é o aumento na votação do deputado estadual José Dias que tem agora o apoio do ex-prefeito Rogério Fonseca.

Prefeito Mano: Passando um não bom momento político por contexto do seu próprio partido, aliado da governadora mais rejeitada do Rio Grande do Norte, um momento muito difícil.

Rogério Fonseca: Considerado por muitos, o líder principal da base situacionista, único prefeito eleito e reeleito de Umarizal e detentor do recorde de maior maioria da disputa do executivo municipal. Rogério esse ano vai ter a missão de mostrar sua força mostrando seus votos para o deputado José Dias (PSD) e o candidato Federal Rafael Motta (PROS), mas, se tratando de Rogério Fonseca se for possível ele resolver, e se for impossível ele precisa de cinco minutos.
 
FONTE: RANIELE GOMES
 
DO BLOG - BOA MATÉRIA, AGORA ESTÁ FALTANDO O NOME DO ATUAL PREFEITO MANO ONOFRE NESSAS FICHAS, POR QUE MESMO QUE ALGUNS NÃO QUEIRAM ELE É O PREFEITO ATÉ 2016, ENTÃO NÃO É SÓ POR QUE O BLOGUEIRO SE AFASTOU DO PREFEITO QUE PODE ESQUECER QUE ELE É DE FATO UMA LIDERANÇA EM NOSSO MUNICIPIO.
 
"CLEUMY CANDIDO FONSECA" 

Wilma não descarta concorrer a governo e aponta para ´radicalismo` do PT no RN


Ex-governadora também comenta proposta de pacto de Henrique

A ex-governadora Wilma de Faria esteve neste fim de semana, em Tibau, participando de evento social, na casa de correligionários. Em entrevista ao jornalista Carlos Skarlack (www.blogskarlack.blogspot.com.br) ela falou sobre diversos temas, com ênfase na sucessão estadual.

Sobre uma eventual candidatura ao Governo do Estado ou ao Senado, Wilma disse: "Veja bem, eu não tenho opção pessoal. Eu tenho que ter a opção dos companheiros do meu partido. A opção dos nossos companheiros. E essa consulta eu estou fazendo ao meu partido. Estou fazendo ao povo e quando terminarmos nós vamos tomar uma decisão".

Wilma falou ainda sobre alianças políticas, para 2014, e criticou a postura do PT, que vem descartando entendimento com o PSB, como resquícios da candidatura de Eduardo Campos, presidente nacional da legenda, à Presidência da República. 

Declarou a socialista: “Não. O PT está muito radical. Realmente, o PT foi companheiro nosso em outras eleições, mas, atualmente, está muito radical, dizendo que o PSB não participa de alianças. É o PT que está nos discriminando. Não somos nós que estamos discriminando o PT”.
Por fim, Wilma de Faria declarou-se “simpatizante” da proposta do deputado federal Henrique Alves, em torno de um pacto político pela retomada do desenvolvimento do RN.
 
Disse: “Eu acho que um pacto, para tirar o Rio Grande do Norte do caos administrativo que ele vive hoje, é totalmente salutar para o povo do Estado”.

Pedido de vista adia análise de mais um processo de cassação de Cláudia no TRE

Cláudia encara mais um processo no TRECláudia encara mais um processo no TREFicou para a próxima semana a conclusão da análise do sexto processo de cassação da prefeita afastada, Cláudia Regina (DEM). Desta vez trata-se de uma ação que envolve acusações de abuso de poder econômico e irregularidades na prestação de contas.
O processo foi paralisado após o voto do relator Eduardo Guimarães, que reformulou dois itens em que Cláudia fora absolvida e manteve a condenação proferida pelo juiz da 33ª Zona Eleitoral, Herval Sampaio Júnior, nas demais.
A interrupção ocorreu após uma dúvida gerada pelo voto do juiz Nilson Cavalcanti. Ele disse que acompanha o relator, mas divergia nas partes em que houve reformulação. Ao ser alertado que isso poderia gerar uma série de embargos, Nilson disse que acompanharia o voto integral do relator. Nesse momento do debate, o juiz Carlo Virgílio pediu a palavra e anunciou o pedido de vista antecipada. "Tenho algumas divergências", alegou.
Com isso, o processo ficou para ser concluso na próxima semana.
O balanço dos processos mostra que das 10 cassações em primeira instância, cinco foram julgadas. Todas as decisões foram mantidas.
A sexta seria concluída ontem. Já no processo movido pelo Ministério Público a respeito do uso de cimento para compra de votos, a Corte modificou absolvição ocorrida em primeira instância.
O VOTO
Dos 18 itens do processo, o relator Eduardo Guimarães só se posicionou pela reforma em dois deles: 1) entrega de bicicletas por familiares da governadora e do empresário Edvaldo Fagundes a moradores de comunidades rurais; 2) doações supostamente ilegais do Mater Christi.
Nos demais, o magistrado entendeu haver abuso de poder econômico. Ele citou o uso de servidores na campanha, caixa 2 que ele classificou "como uma verdadeira burla à legislação eleitoral", compra de votos e apostas com promessas de envio de dinheiro para entidades beneficentes. "São improcedentes os argumentos de que se tratou de promessa genérica", lembrou.
Bruno Barreto
Editor de Política

Prefeito de Barcelona é afastado por suspeito de improbidade

Carlos Zamith de Souza é suspeito de "mau uso de verbas públicas" na Prefeitura na gestão passada.

Marília Rocha,
O prefeito do município de Barcelona será afastado do cargo por suspeita de improbidade administrativa. De acordo com decisão do desembargador Cláudio Santos, em sentença proferida no Tribunal de Justiça, Carlos Zamith terá mandato extinto.
Em janeiro, o prefeito voltou ao cargo após decisão de um juiz de São Tomé, derrubando a decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) que suspendeu os direitos políticos de Zamith.

O prefeito teve o mandato extindo pela Câmara Municipal de Barcelona na noite do dia 9 de janeiro, em sessão extraordinária.

Fernando Bezerra diz que não entra em aventura na eleição deste ano

Ex-senador teria declarado que espero consenso entre as lideranças do PMDB. "Se houver insatisfação, não serei candidato", registrou o blogueiro Robson Pires.

Diógenes Dantas,
"Não vou entrar numa aventura. Se todas as lideranças do PMDB e dos partidos da aliança estiverem comigo, eu efeito ser candidato. Mas, se houver insatisfação da parte de alguém, eu não vou contrariar. Não serei o candidato". A declaração é atribuída ao ex-senador Fernando Bezerra, cotado para ser o candidato do PMDB ao governo nas eleições deste ano, segundo post do blogueiro Robson Pires, o Xerife.
Bezerra não compareceu a dois eventos recentes do partido - o encontro de mídias sociais do PMDB com a presença do presidente nacional da legenda, senador Valdir Raupp; e a reunião da executiva estadual. A ausência do empresário tem gerado muita especulação sobre a escolha da legenda.Apesar de Garibaldi Alves Filho e Henrique Eduardo Alves declararem que o candidato ao governo é Fernando Bezerra, lideranças do partido ainda não compraram a ideia. Declarações recentes de Valdir Raupp (o PMDB tem pelo menos quatro nomes para o governo - Henrique, Garibaldi, Walter e Bezerra) e de Henrique Alves (posso ser candidato numa ampla coalizão) geraram mais desconfianças dentro e fora do PMDB.
O ex-senador Fernando Bezerra tem evitado declarações públicas até que o quadro interno no PMDB se defina. O diretório estadual marcou uma série de encontros regionais da legenda entre os meses de fevereiro e março para discutir a chapa majoritária e o arco de alianças partidárias. O cenário está aberto.
Além de definir o nome que vai encabeçar a chapa majoritária, os peemeeebistas terão que escolher entre Wilma de Faria (PSB) e Fátima Bezerra (PT) para o Senado. A tendência é o acordo com Wilma de Faria, revelou recentemente o deputado Henrique Alves.
Fernando Bezerra é um dos que defendem a aliança com Wilma. No encontro do PMDB com o PT, Garibaldi Filho revelou a preferência do empresário, ressaltando aos petistas que Bezerra não tem nada contra a deputada Fátima Bezerra, apenas prefere a ex-governadora como companheira de chapa majoritária.
O nome de Wilma para o Senado também é defendido pelo ex-deputado Rogério Marinho, do PSDB. Os tucanos estão praticamente fechados com o PMDB e aguardam o fechamento da coalizão de partidos.
Em recente entrevista na rádio 96 FM, o deputado Henrique Eduardo Alves disse que Fernando Bezerra estará presente nos encontros regionais do PMDB a partir deste mês. Depois de declarar que não entra em aventura, cresce a expectativa em torno dos planos do ex-senador e ex-presidente da Confederação Nacional da Indústria.

Mensalão: Delúbio arrecada mais de R$ 1 milhão e paga multa

Multado em R$ 466,8 mil, Delúbio conseguiu arrecadar mais de R$ 1 milhão. Excedente será doado a José Dirceu a pagar a multa de R$ 960 mil

Agência Brasil,
O ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares pagou hoje (31) a multa imposta pelo Supremo Tribunal Federal (STF) como parte de sua condenação no processo do mensalão. Segundo o coordenador jurídico do partido, Marco Aurélio Carvalho, a compensação do pagamento deverá ser feita nos próximos dias, assim como o anexo ao processo do comprovante da guia de recolhimento da União. Como o depósito foi feito nesta sexta-feira, a Vara de Execuções Penais do Distrito Federal ainda não confirmou o recebimento do dinheiro.

Multado em R$ 466,8 mil, Delúbio conseguiu arrecadar mais de R$ 1 milhão em campanha promovida por companheiros de partido pela internet. Agora, o excedente será usado para ajudar o ex-ministro José Dirceu a pagar a multa de R$ 960 mil estipulada pelo Supremo. Delúbio e José foram condenados na Ação Penal 4700, o processo do mensalão.

Segundo Marco Aurélio Carvalho, deve começar em breve a campanha de arrecadação para que Dirceu possa pagar a punição pecuniária a ele importa.  “O modus operandi do Dirceu vai seguir o mesmo modelo dos anteriores. Vai ser aberta uma conta na Caixa Econômica Federal que será divulgada por meio de um site. Temos confiança de que, mais uma vez, alcançaremos o valor da multa com excedente que será destinado ao próximo e último [condenado petista com multa a pagar], que será o deputado João Paulo Cunha [SP]”, explicou.

O modelo de arrecadação adotado na campanha de Delúbio é semelhante ao que foi criado pela família do ex-deputado José Genoíno [SP], que apelou à militância petista para ajudar a pagar a multa dele no processo do mensalão. Para Marco Aurélio Carvalho, os militantes do partido têm demonstrado valores de “solidariedade e companheirismo”, ao ajudar os correligionários condenados por crimes como corrupção e lavagem de dinheiro. “Reputamos o sucesso da arrecadação à militância, que respondeu de forma cívica e altiva aos excessos e provocações do ministro [presidente do STF e relator do processo do mensalão] Joaquim Barbosa”