18 de mai de 2013

VEREADOR ZÉ MOURA QUESTIONA A SAÚDE DO NOSSO MUNICIPIO



Em relação a essa matéria veiculada por este blog e pelo próprio site da prefeitura de Umarizal.
Matéria essa publicada dia 14 de maio do corrente ano.


PALAVRAS DO VEREADOR ZÉ MOURA - Sobre essa matéria o vereador zé moura questiona em partes de que de certa forma isso não está acontecendo, acha vista que no mesmo dia que essa matéria foi veiculado o próprio vereador comentou em seu discurso na câmara que a cidade de Umarizal está faltando medico, ambulâncias, combustível e até motoristas. Já que no mesmo dia 14 de maio este vereador juntamente com o presidente da câmara e os familiares de um paciente que precisava de um retorno para natal, retorno esse marcado pela própria secretaria de saúde do município e que nesse mesmo dia não tinha carro disponível para essa viagem, ai foi onde os mesmos tiveram que custear o retorno marcado pagando assim juntamente com as famílias todas as despesas do paciente.  

Leonardo Nogueira confirma saída de Fafá e acha ‘normal’ Rosalba também deixar o DEM

O deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM) confirmou na manhã desta quinta-feira a saída da ex-prefeita de Mossoró, Fafá Rosado, dos quadros do DEM, partido presidido pelo senador José Agripino e que tem como estrela a atual governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini Rosado (DEM).
Em entrevista ao Jornal de Hoje, Nogueira disse que há convites de quatro legendas para que Fafá faça uma nova opção partidária.
Ele também considerou “normal” que Rosalba também faça uma nova opção partidária, assim como o deputado federal Betinho Rosado, que também anuncia saída do partido.

Ministra destaca empenho de Fátima para equipar os Conselhos Tutelares‏ do RN

Com o auditório da reitoria da UFRN lotado de prefeitos, vereadores, políticos, conselheiros tutelares e demais representantes da sociedade civil foi realizada, ontem (17), a solenidade de entrega dos equipamentos para 58 conselhos tutelares do Rio Grande do Norte.
Ocasião que contou com a presença da Ministra da Secretaria dos Direitos Humanos, Maria do Rosário Nunes.
O termo de doação dos equipamentos foi assinado pela prefeita de Pureza, Maria do Sindicato.
“Precisamos estruturar os nossos sistemas de garantia dos direitos da criança e do adolescente. As emendas da deputada Fátima vieram de encontro a essa política que estamos desenvolvendo. Quero parabenizar o empenho de Fátima para equipar os Conselhos Tutelares. Os kits irão proporcionar a estrutura necessária para que os conselheiros possam realizar seu trabalho de forma satisfatória”, reconheceu a ministra Maria do Rosário.

FONTE:http://heitorgregorio.com.br/

Rio Grande do Norte pede R$ 6 milhões para construir presídio



A governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, pediu ontem (17) mais R$ 6 milhões ao governo federal para a construção de presídio no estado. A demanda foi apresentada em reunião com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e o presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Joaquim Barbosa.
A audiência foi convocada por Barbosa depois que o CNJ organizou um mutirão nas unidades prisionais do estado e encontrou situações de desrespeito aos direitos humanos e superlotação – atualmente há déficit de 2,5 mil vagas no Rio Grande do Norte. Segundo plano do governo federal, o estado tem direito a R$ 24 milhões, mas a governadora disse que a verba só é suficiente para construir um presídio, enquanto são necessários pelo menos dois.
“Ficou combinado que vamos dar entrada na burocracia de apresentação de projeto e aprovação de caixa para ver se em 60 dias conseguimos licitar o primeiro [presídio]. Mesmo assim, vou dar entrada nos dois, porque o ministro disse que em 60 dias vai ver a possibilidade de complementar recursos para o segundo”, explicou a governadora ao deixar a reunião.
Cardozo, por outro lado, disse que só vai liberar a verba extra se perceber que o estado está efetivamente empenhado em executar as obras. Ele informou que a primeira ideia é realocar recursos de estados que não estão cumprindo o cronograma do governo federal. “Mas se todos cumprirem cronograma eu tenho condições de pedir mais recursos nesta área. O que não posso pedir é mais recurso quando há recursos que não são gastos”, disse.
Cardozo lembrou que, em 2011, o Executivo federal teve que cancelar quatro contratos do Rio Grande do Norte porque os recursos estavam disponíveis, mas o estado não havia executado. “Fizemos novo repasse e estamos não só no Rio Grande do Norte, mas no país, acompanhando o passo a passo para que dinheiro seja usado em unidades prisionais”.
O ministro também disse que muitas melhorias não têm a ver com construção de presídios, e sim com a gestão dos já existentes. Ele citou como exemplo a questão da limpeza, pois há celas com fezes dos detentos. “São situações que fazem com que as organizações criminosas cooptem pessoas nos presídios para ser braço do crime organizado nas ruas, matando pessoas, traficando”.
Da Agência Brasil