17 de out de 2014

EM TOM DE HUMILDADE,PREFEITO FABRÍCIO TORQUATO,DIZ QUE O POVO É QUEM VAI DAR MAIORIA A ROBINSON FARIA EM PAU DOS FERROS.

O Prefeito, Fabrício Torquato (DEM), foi destaque em matéria publicada pelo Jornal de Fato (de Mossoró), nesta sexta-feira (17), ao responder às declarações do Deputado Estadual,  Getúlio Rêgo, e do Ex-prefeito, Leonardo Rêgo (DEM), que prometeram dar uma vitória expressiva ao candidato Henrique Alves, em Pau dos Ferros, neste segundo turno.
Adotando um tom humilde, Fabrício Torquato evitou assumir papel decisivo neste processo eleitoral e exaltou a força do voto livre da população pau-ferrense, que no primeiro turno deu a vitória a Robinson Faria. "O povo se manifestou de forma autônoma e não tem maior liderança que o povo", declarou o prefeito criticando Getúlio e Leonardo por se posicionarem como "os donos dos votos de Pau dos Ferros".

Ainda na matéria, Fabrício disse que no primeiro turno cumpriu todos os compromissos assumidos com Getúlio, inclusive tendo que apoiar Henrique de forma constrangida, e ressaltou que Leonardo colocou a sua campanha nas ruas, antecipando o pleito de 2016. "Eu tenho o direito de disputar a reeleição, mas Leonardo já começou ainda no primeiro turno", disse.

Por fim, o Prefeito Fabrício evitou falar em rompimento, mas não descartou a possibilidade de procurar um novo partido para viabilizar o seu projeto de reeleição. 

Sobre o desafio lançado por Getúlio e Leonardo, o gestor disparou: "Estou tranquilo. Ficam eles contra o povo".
Para conferir a edição eletrônica do Jornal de Fato, clique AQUI.

Em Jacumã, Robinson diz que está numa luta de Davi contra Golias

robinson davi
Na noite desta quinta-feira (16), o candidato ao Governo do Estado, Robinson Faria (PSD), disse que não vai subestimar o adversário e rejeita o clima de vitória antecipada. “Não vamos achar que já ganhamos. Já vi muita gente com a eleição ganha que na hora H acabou perdendo. Essa é uma luta desigual. É uma luta de Davi contra Golias”, afirmou. Com o ex-prefeito de Cruzeta e liderança em Ceará-Mirim, José Sally, e o ex-candidato a prefeito de Ceará-Mirim, Júlio César, Robinson fez comício na praia de Jacumã e afirmou que eleição se ganha na rua.
Em seguida, Robinson foi até Rio do Fogo onde fez carreata com o candidato a vice-governador Fábio Dantas (PCdoB) e o prefeito de Touros, Ney Leite. Em seu discurso, Fábio Dantas conclamou o povo a multiplicar os votos. “Vamos construir um Rio Grande do Norte para todos os potiguares. Vamos ter um estado sem dono, sem preço e sem que uma família mande no Rio Grande do Norte”, afirmou.

PREFEITO DE LUIZ GOMES TROCA HENRIQUE POR ROBINSON FARIA

Conforme foi antecipado por este blog, o Prefeito de Luís Gomes, Tadeu Nunes, foi a Natal, nesta quinta-feira (16), oficializar apoio à candidatura a governador de Robinson Faria (PSD), fato que se concretizou ainda na noite de hoje.

A articulação da adesão do gestor ficou a cargo do deputado estadual eleito, Galeno Torquato (PSD), responsável pela coordenação da campanha de Robinson no Alto Oeste Potiguar.

Juntamente com o Prefeito Tadeu Nunes, deverão seguir no apoio ao candidato do PSD a Vice-prefeita, Antônia Abrantes, o Presidente da Câmara, Nilsinho, e mais três vereadores.
Segundo informações, a postulação de Robinson Faria deverá receber novas adesões na região, ainda esta semana, quase todas "costuradas" por Galeno Torquato.

ROBINSON PEDE MAIS EMPENHO NA CAMPANHA E DIZ JÁ VI MUITA GENTE COM A ELEIÇÃO GANHA NA HORA H ACABOU PERDENDO.

Enquanto o candidato a governador, Henrique Alves (PMDB) estava em Ceará-Mirim, o adversário Robinson Faria estava…em Ceará-Mirim.
Mais precisamente na praia de Jacumã, onde Henrique veraneia.
“Não vamos achar que já ganhamos. Já vi muita gente com a eleição ganha que na hora H acabou perdendo. Essa é uma luta desigual. É uma luta de Davi contra Golias”, discursou Robinson, acompanhado do ex-prefeito de Cruzeta e liderança em Ceará-Mirim, José Sally, e do ex-candidato a prefeito de Ceará-Mirim, Júlio César.
Robinson também foi a Rio do Fogo onde fez carreata com o candidato a vice-governador Fábio Dantas (PCdoB) e o prefeito de Touros, Ney Leite.
IMG_7315.PNG
HENRIQUE DIZ QUE VERDADEIRA PESQUISA "VAI APARECER NAS  URNAS"

Do deputado João Maia (PR), candidato a vice na chapa de Henrique Alves (PMDB) no comício dessa quinta-feira, em Ceará-Mirim, onde também estavam o prefeito Antônio Peixoto (PR) e seu grupo de vereadores, o ex-governador Geraldo Melo e ex-prefeita Edinólia, os deputados federais eleitos Zenaide Maia e Rafael Mota e o deputado estadual Gustavo Fernandes:
“Estou emocionado com essa manifestação. Vejo todo mundo unido e caminhando pelas ruas para dizer que estamos aqui pelo futuro dos nossos filhos e filhas. Cada um de nós se transformará em três para dizer que no dia 26 a verdadeira pesquisa vai aparecer nas urnas. Neste dia decida o que vai ser dos nossos filhos, das nossas crianças, da saúde, segurança, da geração de emprego. Vamos trabalhar incansavelmente para elegermos Henrique governador do nosso Estado”, discursou JM.
IMG_7312.PNG
THAISA GALVÃO

BOA PARTE DOS VOTOS DE ROBÉRIO PAULINO ESTÁ SENDO TRANSFERIDO PARA ROBINSON FARIA

Presidente Associação dos Institutos de Pesquisa prevê vitória do PSD baseado nos números divulgados

Deu no Jornal de Hoje
76o76o6oooo
Segundo o professor Mardone França, a razão para que Robinson assumisse a liderança na corrida pelo governo do Estado pode se dever ao fato de que o vice se constituiu como alternativa de parte do eleitorado que votou branco ou nulo no primeiro turno e, também, absorveu parte considerável dos eleitores do professor Robério Paulino (PSOL). “Robinson deve ter ganhado o voto desse eleitorado. Para que ele pudesse apresentar o que Ibope mostrou, ele deve ter capitalizado esse voto do eleitor mais crítico, de tal maneira que deixou essa vantagem que o instituto está mostrando. Essa é a única fonte onde ele pode ter tirado votos. O número de votos brancos e nulos diminuiu e não foram para Henrique. Foram para Robinson e deu esse valor”.
Quanto a Henrique, Mardone considera que em que pese ele ter acalentado há muitos anos projeto de ser governador do Estado, sendo um político com todas as condições de governar o Estado, criando todas as condições com o grande arco de apoio estruturado em torno de si, a opinião pública surpreende e o voto traz resultados inesperados. “Não se pode prever com muita antecedência”, diz Mardone.
Além disso, o professor considera que nessas eleições há um pouco do rescaldo das manifestações do ano passado, que, na sua visão, de certa forma pegaram o RN. “Eleitores estão vendo um Henrique talvez com essa coisa do político tradicional, com todo o apoio que teve. Acredito que tenha pesado Henrique não ter captado o voto de pessoas que estão descontentes com o estado de coisas no Brasil. Ele, como político sempre em evidência no cenário nacional, o voto jovem pode está projetando que Henrique não representa o que ele quer”, avalia.
Quanto a Robinson, Mardone considera que, embora sendo também um político antigo, nunca teve a proeminência nacional que Henrique sempre demonstrou. “Por isso pode ter sido negativo o fato de Henrique projetar para o eleitorado o político nacional que sempre esteve na linha de frente. Isso pode ter levado o eleitor insatisfeito a não votar nele, como representante da política antiga. Mas essa é a interpretação que faço a respeito do que o eleitor possa pensar. Tanto Henrique, como Robinson, são preparados para governar esse Estado, mas o fato é que, quem decide, é o eleitor”.
Robinson Faria: “Números do Ibope mostram o apoio das pessoas e sentimentos nas ruas”
O jogo, realmente, virou e isso não foi apenas considerando os números da pesquisa do Ibope, que dão a vitória para Robinson Faria (PSD) se a eleição fosse hoje. A situação virou, também, se considerada a análise do resultado das pesquisas. Afinal, enquanto Robinson foi só elogios, Henrique Alves, do PMDB, relembrou os erros dos institutos.
“Recebemos com alegria os números do Ibope porque sabemos que em cada município do nosso RN existem eleitores livres e corajosos. Os números mostram o apoio das pessoas e sentimos isso nas ruas, em cada olhar, abraço e torcida. Vamos continuar a nossa caminhada ao lado das pessoas com fé e coragem!”, destacou o candidato do PSD.
Apesar da vantagem, Robinson Faria negou que esse resultado de momento significasse alguma mudança na forma como ele está trabalhando. “Sapato alto aqui nesse palanque não tem. É de sandália havaiana ou de pé no chão. Vamos manter a luta, não vamos baixar a guarda, não vamos perder um minuto de trabalho”, discursou Robinson em evento na cidade de São Paulo do Potengi.
Com a senadora eleita Fátima Bezerra (PT) e o prefeito Naldinho, Robinson disse que muito da sua garra e resistência se devem ao fato de terem acreditado que ele não teria coragem de enfrentar um candidato com tantos apoios, como Henrique. “O adversário achava que não ia ter alguém que topasse a parada de enfrentar o acordão. Mas apareceu não um homem arrogante e sim um homem corajoso”, afirmou.
Em seu discurso, a senadora eleita Fátima Bezerra disse que o povo deu uma lição de coragem e de ousadia ao elegê-la e mandar a eleição para o segundo turno. “O povo está tendo a oportunidade de aprofundar o debate e ter mais segurança para fazer a escolha. E hoje em São Paulo do Potengi estamos comemorando a primeira pesquisa do segundo turno que coloca Robinson rumo à vitória”, disse.
Essa, vale destacar, foi a primeira vez que Robinson apareceu a frente em uma pesquisa divulgada pelo Ibope. Em todas as outras, o candidato do PSD esteve atrás de Henrique Alves. Na verdade, o melhor resultado de Robinson foi 42% das intenções de voto, divulgado no dia 3 de outubro e que acabou se confirmando no dia da votação de primeiro turno, quando ele teve, exatamente, 42% dos votos válidos.
Henrique Alves: “Institutos erram. Não vamos nos abater com isso”
Enquanto Robinson comemorou o resultado, Henrique descredenciou as pesquisas que, segundo ele, “sempre erram”. “Institutos de pesquisas erram. Erraram no primeiro turno. Não vamos nos abater com isso. Pelo contrário. Vamos às ruas, conquistar cada voto, para uma grande vitória no dia 26 de outubro. Henrique 15, governador”, afirmou Henrique, dizendo que havia acabado de ver, em Santa Cruz, um exemplo de que ainda está na liderança.
“Meus amigos, acabamos de chegar agora de uma verdadeira pesquisa popular, em Santa Cruz do Trairi, o maior comício dessa campanha, onde as pessoas nas ruas confirmavam seu voto que deram no primeiro turno e vão dar mais ainda no dia 26″, afirmou ele, em vídeo compartilhado pelo Whatsap com a avaliação dele da pesquisa.
É importante ressaltar que, diferente de Robinson, Henrique Alves não divulgou, por meio de sua assessoria de comunicação do resultado da pesquisa do Ibope. Fato, inclusive, que chamou a atenção, uma vez que a assessoria sempre fez isso com os números de outros levantamentos.
Afinal, Henrique sempre esteve na frente nas pesquisas realizadas pelo Ibope. No último levantamento feito pelo instituto no primeiro turno, divulgado no dia 3 de outubro, houve realmente um erro, mas foi dos números de Henrique: o Ibope projetou 50% para ele e o peemedebista só conseguiu 47%. A pontuação de Robinson, o Ibope acertou: 42%.
De qualquer forma, em Santa Cruz, ao lado do deputado estadual reeleito Tomba Farias e da prefeita Fernanda Costa, Henrique voltou a pregar a necessidade de se ter um homem forte, em Brasília, e descredenciou o discurso de Robinson, de que o Estado tem dinheiro para resolver os problemas.
“Quem promete resolver apenas com o orçamento do estado é para não cumprir. E governador que ficar sozinho, isolado, choramingando, dizendo que o estado está quebrado, não vai resolver. Vai agravar. Sempre atendi todos os municípios do meu estado e todos os governos. Agora não vou ser mais essa articulação nem esse meio de campo. Serei atacante para marcar a favor do RN”, afirmou Henrique no discurso.
“Resultado do Ibope deve ser confirmado nas urnas com vitória de Robinson Faria”
A dez dias das eleições, o professor há mais de 30 anos da cadeira de estatística da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e presidente da Associação dos Institutos de Pesquisa do Rio Grande do Norte, além de diretor do Instituto Certus, Mardone França, afirma que o resultado da pesquisa Ibope divulgada ontem pela Intertv Cabugi deverá ser confirmado nas urnas no dia 26 de outubro, com vitória do candidato do PSD, Robinson Faria, para governador do Estado.
“Havia uma tendência de crescimento de Robinson desde o primeiro turno, que o Ibope confirmou e agora está dando um resultado bem além da margem de erro. Temos nove dias de campanha, mas, a tendência é continuar e consolidar esse resultado. Minha opinião de pesquisador é que esse resultado deverá ser confirmado nas urnas, de acordo com as pesquisas, com a vitória de Robinson no segundo turno”, afirma o pesquisador.
Pesquisa Ibope, divulgada ontem, mostra que Robinson larga na frente no segundo turno da eleição para governador do Rio Grande do Norte, com 45% das intenções de voto. O candidato do PMDB, Henrique Alves, aparece com 38%. No cômputo dos votos válidos, o vice-governador tem 54% contra 46% de Henrique.
Para Mardone, o quadro eleitoral com vitória de Robinson e derrota de Henrique, pelas tendências estabelecidas, é muito difícil de mudar. “É uma situação difícil de reverter. Porque se tratam de tendências. Só algo de uma reação muito forte, um ou acontecimento muito relevante, pode reverter esse quadro. E também pelo pouco tempo, pouco mais de uma semana para a eleição. Então isso complica a situação de reversão. Henrique vinha com uma boa margem da frente, e, de repente, o Ibope mostra que o quadro se reverteu. Então, dificulta muito a situação”.
Para o professor Mardone, que está em campo realizando pesquisa do instituto Certus para governo do Estado, a qual deverá ser divulgada no sábado, o resultado divulgado ontem registrou a tendência de crescimento de Robinson e queda de Henrique constatada no final do primeiro turno.  “A tendência que vinha se observando permaneceu e ultrapassou para o segundo turno. O Ibope confirma, com resultado bem fora da margem de erro. A se confirmar o prognóstico, se não houver nenhum fato novo que reverta essa tendência, teremos a vitória do candidato Robinson Faria”, afirmou.
A pesquisa Ibope revelou ainda queda no número de eleitores que votam em branco ou anulam. De acordo com o instituto, apenas 12% do eleitorado afirmou votar em branco ou nulo. Não sabe ou não respondeu somou apenas 5%. Para Mardone França, as tendências são inexoráveis, no que favorece a eleição de Robinson. “As tendências só são interrompidas se alguma coisa acontecer, uma reação diferente dos candidatos. Temos que esperar, mas o prognostico é que a tendência continue favorável ao candidato Robinson Faria”.

Com relação ao valor absoluto de número de votos, por exemplo, de quanto seria a maioria de votos de Robinson sobre Henrique, segundo o professor, é prematuro estabelecer. “Tem que levar em conta a abstenção, os votos brancos e nulos, porque o que vale é os votos validos. Podemos falar em termos de vitória, hoje apontando para Robinson Faria. Mas sobre números absolutos, está cedo”, observou.FONTE:RENATO DANTAS