25 de set de 2015

Saúde é a “máquina que fura poço” do PMDB


Segundo a colunista Vera Magalhães, na sua coluna de hoje na Folha de S.Paulo, aliados acham que, apesar da grita, os deputados do PMDB não recusarão a gigante pasta da Saúde. “É como Severino Cavalcanti, que queria a diretoria da Petrobras que furava poço. Eles querem ministério que fure poço. E a Saúde fura”, diz um observador.



Informa ainda a colunista que Michel Temer mostrou a Dilma números da votação dos vetos na quarta: mesmo com a promessa da Saúde, a bancada entregou menos votos do que em decisões anteriores, quando ele fazia a articulação política.

Cunha quer que o PMDB deixe logo o Governo

cunhacamara
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), reforçou nesta quinta-feira, 24, a sua posição favorável a que o PMDB deixe o governo e disse que a tentativa da presidente Dilma Rousseff de oferecer cargos ao partido como forma de manter o apoio “não é a melhor forma de fazer”.



“A reforma ministerial é de iniciativa da presidente da República e o que ela vai fazer ou não vai fazer eu não sei. Continuo defendendo que meu partido, o PMDB, saia do governo e não que ocupe cargos”, afirmou ao  Estado de São Paulo. “Da minha parte, simplesmente ignoro o que está acontecendo com a reforma. É um gesto do qual eu não faço parte. Não tenho nenhuma gerência, nem ingerência, e nem quero ter”, completou.