29 de jun de 2013

ESSA FRASE É PRA TERMINAR O FINAL DE SEMANA COM CHAVE DE OURO.



OS NOSSOS PROFESSORES SÃO MUITO MAU REMUNERADOS,  HOJE AQUI LEMBRANDO DOS MEUS PROFESSORES E MANDANDO UM ABRAÇO A TODOS QUE ME AGUENTARAM POR MUITOS ANOS, MINHA QUERIDA CERIS MAYZA QUE SE ENCONTRAR MUITO DOENTE A BASTANTE TEMPO, MINHA QUERIDA E INESQUECÍVEL VICE DIRETORA DONA BAROTA, ITNA, ZEZÉ CARDOZO, TIA SANTINHA, MAJELA, TODOS PROFESSORES AQUI DA NOSSA QUERIDA UMARIZAL.

#RevoltadoBusão percorre oito quilômetros em Natal nesta sexta

O movimento #RevoltadoBusão percorreu mais de oito quilômetros entre as zonas Leste e Sul de Natal  durante a tarde e noite desta sexta-feira (28) para reivindicar mais qualidade no transporte público. Cerca de dez mil pessoas participaram do ato, segundo a Polícia Militar. A manifestação começou por volta das 15h após a concentração na Praça Cívica, no bairro de Petrópolis, zona Leste, e terminou na BR-101, na altura do Centro Administrativo do Estado, na zona Sul, às 21h30.

A manifestação foi pacífica na maior parte do trajeto, que passou pela Câmara Municipal, desceu para o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano (Seturn), no bairro da Ribeira, e foi até a Prefeitura de Natal, no Centro da cidade. Os momentos mais tensos ocorreram quando o grupo seguiu em caminhada para o Centro Administrativo do Estado.

Ao todo, 27 pessoas foram levadas para delegacias em Natal durante o protesto desta sexta. Os adultos preencheram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foram liberados. Os menores apreendidos também foram soltos. De acordo com a Polícia Militar, eles foram presos por envolvimento em brigas e porque estavam com bombas e coqueteis Molotov.

 
Mesmo com as prisões, o comandante geral da PM, coronel Francisco Araújo Silva, considerou o protesto pacífico. "Novamente o ato foi tranquilo, transcorrendo na paz. Infelizmente, mais uma vez, algumas pessoas tentaram manchar o ato. Mas desta vez não conseguiram", explicou o comandante geral. O coronel Araújo antecipou ao G1 que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, convocou os comandantes das PMs de todo o Brasil para uma reunião no próximo dia 8 de julho, em Brasília.
Os protestos do movimento #RevoltadoBusão devem continuar. O estudante Tiago Aguiar, que integra a Comissão de Comunicação do movimento, confirmou que uma plenária está para as 17h de segunda-feira (1º) para deliberar sobre novos atos. A reunião ocorrerá no Centro de Convivência da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Protesto
A concentração começou às 15h na praça Cívica, no bairro Petrópolis, zona Leste de Natal. Por volta das 15h30 os manifestantes se reuniram no centro da praça para discutir o percurso do protesto. Da praça eles seguiram em direção à Câmara Municipal de Natal e fizeram uma pequena parada em frente à casa legislativa. Os manifestantes seguiram pela rua Trairá, entraram na avenida Deodoro da Fonseca e caminharam até a frente do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos (Seturn).

De lá, os manifestantes subiram a rua Câmara Cascudo e foram em direção à Prefeitura de Natal. Eles fizeram uma pequena parada em frente à prefeitura, cantaram o Hino Nacional e entoaram gritos de guerra. Muitos manifestantes se dispersaram e terminaram o protesto em frente à prefeitura. Um grupo seguiu para a governadoria pela avenida Prudente de Moraes, entraram na avenida Bernardo Vieira e pegaram a avenida Salgado Filho. O trânsito ficou complicado na região com a interdição das vias (veja o vídeo acima).
Os manifestantes interditaram a BR-101 e caminharam até a entrada do Centro Administrativo, sentaram na pista principal da via no sentido Centro / Ponta Negra e permaneceram lá por cerca de 40 minutos. Por volta das 21h os manifestantes dispersaram e o tráfego na BR-101 foi liberada.

DO G1.COM