22 de fev de 2018

Neide de Marcos relata retrocesso na educação de Umarizal, com o fechamento de escolas e turnos

Vereadora Neide de Marcos (PSD) em seu pronunciamento na primeira sessão de 2018. Foto: Ricardo Pereira / Assessoria de Imprensa da C.M.U 


A 1ª Secretária da C.M.U, a vereadora Neide de Marcos (PSD) esteve participando da primeira sessão legislativa de 2018 na Câmara Municipal de Umarizal-RN, realizada na tarde dessa última terça-feira (20/FEV), presidida pelo o vereador-presidente Marcos de Antônio de Néo (PSB), contou com a presença da Prefeita Elijane Paiva, vice-prefeito Raimundo Dias que na oportunidade fez a sua leitura anual a todos os munícipes.

No início do seu pronunciamento a vereadora, destacou a sua satisfação de ser filha de Umarizal e por isso torce que dias melhores venham para o município, com avanços e desenvolvimento para o povo Umarizalense.

“Como sempre venho falando e pedindo aqui, que dias melhores possam vim para o nosso município, porque sou Umarizalense, nasci e me criei nesta cidade e só quero o melhor pra ela”, destaca.

Diante das dificuldades mencionadas pela prefeita Elijane Paiva, em sua mensagem anual, a vereadora Neide de Marcos, lembra que essas dificuldades já vêm de muito tempo. 

“Lembrando aqui que as dificuldades elas vêm de longe, é bem verdade que passamos e atravessamos uma crise financeira avassaladora, mas também somos conscientes e temos que ver, que é muito fácil as vezes você atirar pedras, quando você estar passando pelo um momento, ai vemos que realmente algo não é feito porque não quer, mas é porque não pode e não tem como. Essas cotas zeradas faz muito tempo que o município passa por isso, e não vem com cotas favoráveis”, disse.

Vereadores de Umarizal na primeira sessão legislativa de 2018. Foto: Evando Lima / Assessoria de Imprensa da C.M.U  

A parlamentar ainda acrescentou dizendo que todo esse trabalho na saúde, exames, passagens mencionadas pela prefeita em sua mensagem, sempre existiu nas gestões passadas, “A população é consciente disso, que esses serviços sempre existiram para eles, como hoje estão existindo também”, disse.

A vereadora ainda destacou a ausência da prefeita Elijane Paiva, no município e com o povo, “Eu sei que a Prefeita tem outras funções, mas talvez por vossa excelência não poder estar no meio do povo e que muitas vezes geram uma insatisfação popular e a cobrança também. Digo isso, não criticando a pessoa da prefeita, mas como vereadora do povo que sou, é o que o povo me fala pelas ruas do nosso município, por onde ando diariamente. O nosso povo sente falta daquela presença da Prefeita em uma palestra, em uma visita...”, frisou a vereadora.

Neide de Marcos (PSD) ainda ressaltou que na gestão da prefeita Elijane Paiva, a educação municipal teve sim os seus avanços, mas também houve os seus retrocessos, “Tendo como exemplo a Escola do Sítio Água Branca – Zona Rural, que não irá mais funcionar e será fechada, assim como o turno vespertino da Escola Municipal Tancredo Neves, na zona urbana de Umarizal que irá encerrar os seus trabalhos. Isso é um grande retrocesso na educação municipal”, finalizou a vereadora.

Foto: Ricardo Pereira / Assessoria de Imprensa da C.M.U 

Assessoria de Imprensa da C.M.U

Meyre Câmara sugeriu à prefeita mais ações voltadas para o esporte municipal

Vereadora Meyre Câmara (PSB), na primeira sessão legislativa de 2018 da C.M.U. Foto: Ricardo Pereira / Assessoria de Imprensa da C.M.U 


A vereadora Meyre Câmara (PSB) esteve presente na primeira sessão legislativa de 2018 na Câmara Municipal de Umarizal-RN, realizada na tarde dessa última terça-feira (20/FEV), presidida pelo o vereador-presidente Marcos de Antônio de Néo (PSB), contou com a presença da Prefeita Elijane Paiva, vice-prefeito Raimundo Dias que na oportunidade fez a sua leitura anual a todos os munícipes.

Em relação a dificuldades mencionadas pela Prefeita Elijane Paiva (DEM) em sua mensagem anual, a vereadora Meyre Câmara (PSD), frisa que realmente todos sabem que as dificuldades foram muitas, “Mas eu espero que realmente o ano de 2018 transcorra um pouco diferente do que 2017. Essas dificuldades elas são visíveis, elas são inerentes, mas também sabemos que essas dificuldades são de anos e anos de gestões anteriores. Espero que o ano de 2018, seja um ano próspero e que o município de Umarizal possa avançar no tocante do desenvolvimento, que é isso que esperamos”, disse.

A vereadora ainda destacou no tocante ao funcionalismo municipal, onde espera que no ano de 2018, “Os funcionários possam ter uma valorização melhor, e que pelo ou menos a categoria possa ter um calendário de pagamento, para que todos tenham uma noção e perceptiva de data irão receber os seus proventos. Que este ano possa ser revista essa questão”, destaca a parlamentar.

Meyre Câmara, ainda em seu pronunciamento relatou sobre a mensagem da prefeita em relação das parcerias na questão da cultura e apoio aos grupos culturais, “Onde já queria como ponto de referência no tocante do carnaval, que de certa forma quero parabenizar, é louvável a iniciativa e que iniciativas como essa devam sim surgir durante o decorrer do ano de 2018. Na qual quero apenas fazer uma ressalva, que seja mais planejado e que possam ver a questão dos blocos, onde eu tenho certeza que os velhos e novos blocos podem abraçar essa causa e juntos poderão fazer um trabalho com um carnaval melhor e mais agradável de amplitudes maiores”, disse.

A parlamentar, fez algumas cobranças a prefeita municipal em relação ao esporte municipal, “Confesso que sentir falta de mais ações vindas pelo o executivo, voltadas ao esporte e de mais campeonatos, como mais ações que agreguem aos jovens essa vontade de participar de campeonatos e de estar ali montando as suas equipes, apoio as equipes de futebol com ajuda em equipamentos tais como: Bolas, ternos entre outros. Portanto é um ponto que pode ser revisto e melhorado”, destaca.

A parlamentar ainda comenta sobre a parceria do Poder Executivo Municipal de Umarizal, com o Poder Legislativo, “Em 2017 passamos quase seis meses fazendo cobranças de ofícios das informações que nós vereadores solicitávamos ao executivo municipal, chegando a fazer essas cobranças pessoalmente a vossa excelência [Prefeita Elijane], e obviamente dias e meses depois recebemos as respostas. Que essa parceria de respeito e consideração ela possa realmente fazer valer e acontecer, como tenho certeza que nenhum membro deste Poder Legislativo, estar aqui para dificultar a administração do executivo. Pelo o contrário esta Casa Legislativa, nunca se opôs a votar um projeto que viesse a favor da população umarizalense. E reitero que essa vereadora como os demais vereadores (a) deste Poder Legislativo, não irão se opor quando tais projetos realmente vieram a atender os anseios da população”, disse.

Outra preocupação da vereadora Meyre Câmara, em seu pronunciamento foi em saber que algumas escolas municipais da zona rural de Umarizal, iriam ser fechadas assim como o turno vespertino da Escola Municipal Tancredo Neves, localizada na zona urbana do município.

“Como educadora, eu me pergunto será que isso trará benefícios para os nossos estudantes? Mas espero que essas ações do executivo, tenham sido com o propósito de melhorar ou sanar a situação na qual estejam existentes. Mas eu acho que seria importante ter uma conversa com os pais, professores, alunos das referentes escolas antes de tomar essas atitudes”, destacou.



Assessoria de Imprensa da C.M.U 

Câmara: Ex-prefeito de Almino Afonso cai em campo

Pré-candidato a deputado federal, o ex-prefeito de Almino Afonso Lawrence Amorim (SD) está em campo para viabilizar seu projeto político. Ele tem visitado cotidianamente os municípios do Oeste, em busca de apoios.