15 de nov de 2017

Bolsa Família terá aumento real até mês de março ou abril, diz ministro



O governo federal pretende dar aumento real para o benefício do Bolsa Família, afirmou o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra. A ideia é reajustar o valor pela inflação e mais um pouco. O aumento será dado em março ou abril, segundo Terra, o que não seria um problema por questões eleitorais.
"Este ano próximo deve ter um reajuste do Bolsa Família, de inflação e mais um pouco. A redução da inflação também ajuda. O Bolsa Família ficou dois anos sem reajuste antes de entramos no governo, com inflação de 10% ao ano, o que praticamente comeu 25% do valor", afirmou Terra, após a cerimônia de lançamento do Programa Emergencial de Ações Sociais para o Estado do Rio de Janeiro e Municípios, numa unidade da Marinha do Brasil na Avenida Brasil, zona norte do Rio.
O ministro calculou que o orçamento do Ministério do Desenvolvimento Social ficará em R$ 91 bilhões em 2018, acima do de 2017, incluindo gastos com o INSS e o Benefício de Prestação Continuada (BPC), que está sob sua alçada. Segundo Terra, houve economia de recursos com revisões nos gastos com auxílio-doença. Somente neste ano, a economia foi de R$ 5 bilhões.


"Até o fim do ano que vem, vão ser R$ 19 bilhões, numa população de 1,7 milhão de pessoas que estavam recebendo auxílio-doença indevidamente há mais de dois anos", disse Terra.

Temer trocará 17 ministros

O presidente Michel Temer (PMDB) vai trocar 17 dos 28 ministros até dezembro. Só permanecerão no governo os que não tiverem pretensões políticas para 2018. Quem for ser candidato vai sair

Trabalho intermitente vai virar moda no RN

Com a Reforma Trabalhista aprovada, os empresários do Rio Grande do Norte se prepararam para uma onda de contratações de trabalhadores no regime intermitente, que permite o pagamento por hora trabalhada.