25 de jul de 2012

CRIME CONTRA O PATRIMONIO PUBLICO DE UMARIZAL !!!!!!!!!






Pessoas anônimas cometem crime contra o patrimônio publico de Umarizal., a praça dos eucaliptos como é popularmente conhecida, amanheceu o dia de hoje com um fato inusitado.
Pessoas desocupadas pregaram centenas de adesivos da candidata da oposição elijane paiva na praça dos idosos.

Todos os aparelhos da praça ficaram completamente cheios de adesivos, constrangido a todos , principalmente os idosos que praticam exercícios naquela praça, os mesmos ficaram indignados com essa baderna e se recusam a frequentar a academia do idoso.
Isso realmente é uma vergonha , não se pode usar o patrimônio publico para fins eleitorais , ai fica a pergunta !!!!!!! quem foi que fez isso ?????? será que foi Rogério ou até mesmo Mano ,claro que não , isso se trata de pessoas de outro grupo , isso mostra claramente o desespero por parte de alguém , só não sei quem é !!!!!!!!!!!!!!!! mas podemos saber depois. !!!!!!!

Postado por cleumy candido Fonseca ás 16:01

MUDANÇAS: ELEIÇÕES 2012 EM UMARIZAL


O blog tinha divulgado na ultima segunda feira , a data da carreata da latinha , pois bem , a data continua sendo dia 14 de setembro , mas o nome mudou.

Por questões internas , ficou decidido pela coordenação da campanha de mano, que a data continua sendo a mesma, agora o nome será a carreata da paz. >>>>>>

Mas, lembrando a todos que no próximo dia 04 de agosto acontecerá uma grande passeata pelas ruas de Umarizal , estão todos convidados.


Giro pela Região: Mobilização em Serrinha dos Pintos reúne grande multidão


Do blog - folha regional

O grupo situacionista realizou no último domingo dia 22 uma grande passeata pelas principais ruas de Serrinha dos Pintos.


A candidata Rosânia Teixeira juntamente com o candidato a vice Chicão foram às ruas receber o imenso carinho da população.


Além deles, o atual prefeito Chiquinho de Ana, lideranças políticas e candidatos a vereadores também estiveram presentes no grande movimento de apoio a Rosânia.


Veja as fotos:






Fátima comemora pesquisas em Parelhas e Ipanguaçu


A deputada federal Fátima Bezerra (PT) considerou como ‘muito positivas’ as pesquisas divulgadas em que os prefeitos do PT, candidatos a reeleição, em Parelhas e Ipanguaçu lideram a corrida eleitoral. De acordo com a pesquisa Nominuto/Certus, o prefeito de Parelhas, Chico do PT, aparece com 49,17% das intenções de voto. Já em Ipanguaçu, o prefeito Leonardo Oliveira tem 51%, segundo pesquisa CONSULT.


“Fico muito feliz com o resultado das pesquisas em Parelhas e Ipanguaçu. Elas refletem o reconhecimento da população sobre o bom trabalho que Chico em Parelhas, e Leonardo em Ipanguaçu vêm desenvolvendo. Resultado esse que só reforça nossa avaliação de que o PT vai reeleger seus prefeitos e vereadores, como também ampliar o quadro nessas eleições”, acredita Fátima.


Segundo a pesquisa Nominuto/Certus (realizada entre os dias 14 e 15), o atual prefeito de Parelhas, Francisco do PT, foi citado por 49,17% dos entrevistados. Humberto Gondim (PSD) aparece em segundo lugar, com 31,39% de citações.


Em Ipanguaçu, a pesquisa CONSULT (realizada nos dias 11 e 12) aponta vitória do prefeito Leonardo Oliveira, do PT, com 51% das intenções de voto.


“O resultado dessas pesquisas traz muito entusiasmo, mas ao mesmo tempo é preciso pé no chão, humildade e disposição para consolidar a vitória no dia 07 de outubro”, reforça Fátima.

Noticias de são Miguel: Dario Vieira continua com as contas reprovadas e poderá ficar inelegível


Após ter seu nome retirado da lista dos inelegíveis apresentada pelo TCE, o candidato a prefeito de São Miguel Dario Vieira voltou a ter dor de cabeça, o Estado do Rio Grande do Norte apresentou Agravo de Instrumento no TJRN solicitando a reforma da decisão de primeiro grau.




No primeiro momento a desembargadora Sulamita Bezerra Pacheco formulou entendimento idêntico ao do juiz micaelense, mas na manhã de hoje, a mesma desembargadora reconsiderou a decisão anterior e manteve os efeitos da Lista do TCE, suspendendo a decisão do Juiz de São Miguel.


Com isso, o nome de Dario continua na lista e dessa forma pode ser impossibilitado pela justiça eleitoral de disputar o pleito e sendo assim, terá que indicar outro candidato.


Deputado João Maia confirma presença neste domingo no grande comício de Antonimar

deu no Olho D'água Em Dia



Ontem a noite recebemos a confirmação da presença do presidente estadual do PR e deputado federal João Maia na grande passeata e comício da coligação Juntos Para Mudar, neste domingo, que tem como candidato a prefeito Antonimar Amorim e vice-prefeito Abel Neto. A expectativa na cidade é grande, dezenas de famílias que eram eleitores do PMDB já confirmaram sua presença nesta grande festa popular.


Em suas andanças pelas ruas da cidade, o candidato Antonimar tem recebido diariamente novas adesões e o carinho do povo, inclusive no conjunto Alfredo Xavier, de onde sairemos em passeata, a pedido dos moradores daquela localidade. É visível o crescimento do nome de Antonimar em todos os cantos do municipio, o povo está com o sentimento de mudança.


A saída do conjunto Alfredo Xavier está previsto para às 18:30, pois além de Olho D’água, seu primeiro compromissos da noite, o deputado João Maia ainda participará de comícios em Antonio Martins e Marcelino vieira. O deputado João Maia me disse por telefone: "Gilberto eu não posso de forma alguma, deixar de participar do primeiro comicio de Antonimar, pois estive sabado passado em Umarizal, e fiquei sabendo de que ele é quem vai ganhar a eleição em Olho D'água, preciso levar meu apoio a Antonimar e esse povo sofrido de Olho D'água do Borges". Disse o deputado.


Portanto, vista-se de vermelho e venha participar ao lado de Antonimar, Abel Neto, Dr. Abel Filho, deputado federal João Maia e os candidatos a vereadores da coligação desta grande festa.

CORTE ELEITORAL MANTÉM VICE-PREFEITO DE ALMINO AFONSO NO CARGO E DECRETA PERDA DE MANDATO DO VICE-PREFEITO DE JOÃO DIAS POR INFIDELIDADE PARTIDÁRIA.



A Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte julgou, em sessão plenária na tarde desta terça-feira (24), mais duas ações de perda de cargo eletivo por desfiliação partidária sem justa causa, as quais tinham como autores o Ministério Público Eleitoral. Uma delas, contra o diretório municipal do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e o vice-prefeito Isauro Maia Fernandes, de Almino Afonso. Neste caso a Corte, por maioria, entendeu que se configurou justa causa para a saída do vice-prefeito do partido. Já o vice-prefeito Sebastião Martins de Oliveira Sobrinho, do município de João Dias, perdeu seu mandato por unanimidade de votos, tendo em vista que a Corte não reconheceu a ocorrência de motivos que estivessem abrangidos pelas possibilidades de desfiliação sem perda do mandato previstas na Resolução 22.610/2007, do Tribunal Superior Eleitoral.

Na ação proveniente de Almino Afonso, na qual o Ministério Público Eleitoral pleitava a declaração de falta de justa causa para desfiliação e consequentemente a perda de mandato de Isauro Maia Fernandes, que migrou do Partido Progressista (PP) para o PMDB, o vice-prefeito alegou a ocorrência de graves divergências partidárias, consubstanciada na ausência de diretório por prazo razoável e a conseqüente nomeação para presidente da respectiva comissão pelo PP de maneira impositiva, sem a oitiva dos agremiados.

O relator do processo, juiz Nilo Ferreira, destacou que os testemunhos trazidos aos autos para comprovar a justa causa da desfiliação partidária “são fortes e uníssonos no sentido da grave discriminação sofrida para com os correligionários do PP, no município de Almino Afonso”. Concluiu, ademais, que as provas levantadas na instrução processual apontam a “existência de segregação característica da grave perseguição política e pessoal, autorizadora da desfiliação”, assim, votando pela improcedência do pedido. Acompanharam o relator o desembargador Amílcar Maia e os juízes Gustavo Smith, Jailsom Leandro e Ricardo Procópio. Divergiram do voto do relator o juiz Nilson Cavalcanti e o desembargador Saraiva Sobrinho, presidente do TRE/RN.

No caso do vice-prefeito Sebastião Martins de Oliveira Sobrinho, eleito pelo PP do município de João Dias, a alegação para a desfiliação partidária foi a ocorrência de grave discriminação pessoal, baseada em “intensa perseguição, decorrente da disputa política entre o representado e a atual presidente local do PP”. Todavia, o juiz Nilo Ferreira, relator do processo, alegou que a grave discriminação pessoal deve ser obrigatoriamente penosa para justificar a migração partidária, o que não foi comprovada diante das provas trazidas aos autos.

“A simples alegação de insatisfação por parte do Requerido, em virtude do partido, supostamente, não ter dado atenção e prestigio devidos, não configura a hipótese de grave discriminação pessoal, afinal, essas ambições de poder são inerentes ao mundo da política”, afirmou o relator. Dessa forma, o magistrado entendeu que não houve justa causa para a desfiliação e decidiu pela procedência do pedido, no que foi acompanhado à unanimidade pelos membros da Corte Eleitoral.

Fonte: TRE/RN

Aizê de Souza Nunes - quarto Primeiro prefeito eleito pelo município de Almino Afonso/RN


Aizê de Souza Nunes, natural do município de Lucrécia-RN, filho do senhor Antônio de Souza Nunes e da senhora Josefa Lopes Nunes, nasceu no dia 15 de março de 1935. É professor, formado em Pedagogia, e exerceu também o cargo de secretário do município de Almino Afonso-RN.


Candidato a prefeito do nosso município no pleito realizado no dia 30 de novembro de 1969, tinha como companheiro de chapa o então vereador José de Souza Leite (Zé de Souza). A partir daí, o candidato a vice-prefeito não mais era votado. O senhor Aizê de Souza Nunes, que obteve 730 (setecentos e trinta) votos, teve como adversário o senhor Edmilson Carlos de Amorim, que tinha como companheiro de chapa o então vereador Adeirton Carlos de Souza e obteve 688 (seiscentos e oitenta e oito) votos.


Empossados no dia 31 de janeiro de 1970, cumpriram o mandato até 30 de janeiro de 1973. Observamos, portanto, que esse mandato durou apenas três anos. Essa nova gestão encontrou uma Câmara Municipal composta pelos seguintes vereadores, eleitos no pleito eleitoral realizado no dia 15 de novembro de 1966: João Luiz de Moura (Primeiro Vice-Presidente); Francisco Vitorino da Silva (Segundo Vice-Presidente); Adeirton Carlos de Souza; Fausto Carlos da Silva; Miguel Evangelista da Silva, Vicente Cordeiro Filho, Antonio Edilson de Oliveira e Nestor Rodrigues de Oliveira. Os dois últimos eram suplentes e assumiram as vagas dos vereadores José de Souza Leite (Primeiro Secretário), que renunciou ao mandato para assumir o cargo de vice-prefeito, e Antônio Duarte Filho (Brancau), que era segundo secretário, que na mesma data em que se deu a renúncia do primeiro, perdeu o mandato. Essa legislatura teve inicio em 31 de janeiro de 1967 e se estendeu até 30 de janeiro de 1971.


Em 15 de novembro de 1970, foi realizada nova eleição para vereadores. Os eleitos foram empossados em 31 de janeiro de 1971, para um período cujo término coincidiu com o do mandato do então prefeito Aizê de Souza Nunes, em 30 de janeiro de 1973. Foram eleitos nesse pleito: a vereadora Maria do Socorro Gomes (Primeira Secretária) e os vereadores Jurandir de Oliveira Leite (Presidente); João Luiz de Moura (Vice-Presidente); Nestor Rodrigues de Oliveira (Segundo Secretário); Francisco Vitorino da Silva; Iaponan de Souza Leite e Miguel Evangelista da Silva.


Observa-se que, a partir daí, o vice-prefeito não mais acumulava o cargo de presidente da Câmara Municipal e que, na composição desta, não mais existe as figuras do primeiro e do segundo vice-presidente. A partir daí, também foram realizadas eleições para todos os cargos, o que se repetiria a cada dois anos.


Na sua administração, o prefeito Aizê de Souza Nunes criou o ensino ginasial e o cooperativismo no município de Almino Afonso-RN.


Até então, os estudantes que, no nosso município, eram menos aquinhoados financeiramente, tinham de parar de estudar, pois, para continuar seus estudos, precisavam deslocar-se para outros centros, implicando despesas que os pais e/ou responsáveis, não tinham condições de custear. Portanto, só os mais abastados tinham condições de continuar os estudos. Para isso, passavam a residir em pensões, repúblicas, casas de parentes e até casas próprias compradas exclusivamente para esse fim.


No entanto, inserindo-se como exceção à regra, alguns estudantes de condições financeiras desfavoráveis teimavam em continuar os estudos e, assim como os negros que, em sua luta pela liberdade, refugiavam-se nos “quilombos”, procuravam abrigo nas casas dos(as) estudantes existentes, principalmente, em Natal e Mossoró para, assim, continuar a luta, através da educação, em busca de melhores dias não apenas para si, mas também para seus familiares e conterrâneos. Alguns desses, após vencerem as dificuldades e conseguirem alcançar seus objetivos, deixaram-se dominar pelo egoísmo.


Quem viveu essa época, deve estar recordando-se da chegada do trem à estação de Mossoró-RN, à qual muitos iam para esperar “a bolsa” – utensílio de palhas utilizado para conduzir gêneros alimentícios como leite (armazenado em garrafas de vidro), carne, etc. e, às vezes, entre estes, “uns trocados” (dinheiro) envoltos em um bilhete que trazia as notícias da família e da cidade – que vinha sob a responsabilidade do “dono do restaurante” (um dos vagões do trem era adaptado para a venda de lanches e bebidas, das quais a mais servida era o conhaque). Lembro-me muito bem de seu Arnaldo.


Com a criação do nosso curso ginasial pelo prefeito Aizê de Souza Nunes, nossos estudantes passaram a ter a oportunidade de continuar os estudos no próprio município. A maior dificuldade enfrentada pelo prefeito Aizê para isso, foi a falta de professores.


Naquela época, para ingressar no curso ginasial, os estudantes tinham de submeter-se ao “exame de admissão” (exame que se assemelhava ao vestibular), o que se dava porque não existiam vagas suficientes nas escolas para atender à demanda. Essa situação, nas escolas estaduais, teve seu fim na década de 1970, quando nossos governantes passaram a investir, de forma intensa, na construção de prédios escolares, criando, dessa forma, condições físicas (espaços) suficientes para atender a todos.


Pensando na melhoria das condições de vida do seu povo, o prefeito Aizê de Souza Nunes também via no cooperativismo uma das soluções, chegando a criar, no município, uma cooperativa (COAFA), cujo objetivo era vender diversos produtos como, por exemplo, gêneros alimentícios, que eram vendidos por preços menores que os praticados no comércio local.


Nesse período, também, foi fundado o Sindicato dos Trabalhadores Rurais do Município de Almino Afonso-RN, o primeiro segmento da nossa sociedade civil a se organizar. Também nesse período, na divisa entre os municípios de Antônio Martins-RN e Almino Afonso-RN, foi inaugurado o açude da Trincheira (Latão).