9 de dez de 2014

Quem mais fez por Umarizal no fundo no fundo são esquecidos. !!!!







Muitos anos se passaram, muitos prefeitos e dezenas de vereadores já administraram nossa cidade, agora o povo hoje em dia reclama de tudo dizem que não aguentam mais esses políticos corruptos e com falta de compromissos com a sociedade umarizalense, vamos lembrar um pouco da história política de Umarizal.




Umarizal conta com diversos partidos registrados e representados no município além de ser sede da comarca de Umarizal que também abrange Olho d'Água do Borges.

Os criadores de Umarizal na minha opinião foi a família Abílio liderada pelo então senador “Martins Filho” Zezito como é particularmente conhecido até hoje.  

Filho de José Abílio de Souza Martins e Amabília Dias da Cunha Martins, foi agricultor e comerciante antes de assumir o cargo de tabelião titular do 2º Cartório Judicial de Umarizal sendo posteriormente advogado ao concluir seu Bacharelado em Direito. Sua carreira política teve início ao ser eleito prefeito de sua cidade natal em 1965 em sucessão ao seu sogro, Paulo Abílio de Souza. Através de um estratagema jurídico no qual seu casamento religioso não possuía qualquer efeito civil, foi substituído no comando da cidade por sua esposa, Maria da Conceição, em 1970 retornando o próprio Martins Filho ao executivo municipal em 1972 sendo novamente substituído pela esposa em 1976. Em 1978 foi eleito primeiro suplente do senador Jessé Freire (ARENA) e efetivado em 1980 ante a morte do titular. Ao longo de sua estadia na Câmara Alta do país esteve no PDS e a seguir no PMDB, no qual ingressou em setembro de 1984 em virtude da sucessão presidencial que se avizinhava.

Quando Zezito e sua esposa foram prefeitos de Umarizal a história era outra, através desses representantes a cidade começou a crescer e ser a cidade e terra do algodão e do cooperativismo, com isso gerou-se o interesse de várias agencias bancarias se firmarem em nosso município e com isso a nossa cidade começou a crescer economicamente, enfim quando a família Abílio estava à frente da nossa cidade as coisas eram diferente, o município cresceu através deles, “cemitério, colégios, prefeitura, velório, e doação de vários terrenos para que a cidade pudesse crescer.....



Depois veio a administração de Raul Alencar que foi eleito em 15 de novembro de 1988 e ficou à frente do poder executivo até 1992, durante esse período pouco se foi feito pelo desenvolvimento de nossa cidade, em seguida no 1992 foi eleita prefeita de Umarizal a senhora Maria de Loreto Amorim que já pegou a prefeitura com as contas desequilibradas e nada pode fazer ao não ser dar um bujão de gás ou pagar um papel de agua e luz a alguém já que Loreto teve que pagar várias contas de campanhas do seu antecessor...

Em 1996 foi eleito Manoel Paulo Cavalcante (néo) que assumiu a prefeitura em 01 de janeiro de 1997, Néo começou sua administração até bem, mais naquela época a economia do nosso município girava em torno apenas da prefeitura já que duas das três agencias bancarias que tinha no município já tinham fechado as portas e ficou apenas o banco do Brasil funcionando em nossa cidade, a usina e as cerâmicas também já tinham fechado suas portas por problemas financeiro, e com isso as coisas começaram a desandar e Néo começou a perde o controle da situação terminado seu mandato em 31 de dezembro de 2000 deixando 80 % dos funcionários com salários atrasados, tem deles que até lembra dos 07 meses que trabalhou a não recebeu.

Em 01 de janeiro de 2001 quem assumi a prefeitura o então ex –prefeito Adson Luiz filho do também então ex – prefeito e ex – senador da república Zezito, começa assim o novo ciclo político em nossa cidade, Adson recebeu a prefeitura totalmente endividada, faltava até computadores em várias secretarias, mesmo assim administrou a cidade como seu pai e sua mãe administrou no passado, ele terminou seu mandato em 31 de dezembro de 2004 entregando a prefeitura com todas as contas em dia inclusive chegando a deixar dinheiro em caixa para seu sucessor que foi eleito o Sr. Rogerio Fonseca, a administração do filho de Zezito foi tão transparente que até o próprio celular ele fez questão de deixar em cima de seu birô.

Rogério Fonseca reinou na política umarizalense até 31 de dezembro de 2012, Rogério também foi um dos melhores prefeitos de nossa cidade, ele terminou seu mandato devendo apenas um mês de salário, mas ele já afirmou que deixou o dinheiro em caixa para que seu sucessor honrasse com essa dívida.

Em 01 de janeiro de 2013 assume a prefeitura o prefeito eleito o Sr. Mano Onofre, o mesmo não teve até agora digamos assim muita sorte, perdeu o controle quase por total sobre as contas do município, daí o povo de Umarizal hoje comenta muito por todos os cantos da cidade, a se Adson Luiz filho de Zezito fosse o prefeito “as coisas não estariam assim”. Agora devemos esclarecer uma coisa Adson disputou a reeleição, mais foi povo de Umarizal que lhe deu um nas não urnas e fazendo ele perder a eleição com uma maioria pró Rogério de quase 2.000 mil votos, ai eu me pergunto será que Adson hoje formado em direito e com muito mais experiência política de que em 2004 vai querer voltar a disputar a Prefeitura de Umarizal algum dia ??????????? há verdade tem que ser dita, o povo está sentido falta de a gestor da qualidade e competência de trabalho como o filho de Zezito “Adson Luís”

Deixo uma indagação minha ---- se analisarmos bem a nossa cidade só tem diminuído depois que os Abílios foram embora da nossa terrinha.......

FESTA DE SANTA LUZIA 2014 DE 10 A 13 DE DEZEMBRO EM UMARIZAL-RN COMUNIDADES SANTA LUZIA, LALINS e Ass. Divinópolis. TEMA: Motivados pela fé em Santa Luzia, queremos servir Jesus com amor e alegria.



Nós que fazemos as comunidades de Santa Luzia, Lalins e Ass. Divinópolis, temos a alegria de convidar a todos para participarem da FESTA de nossa Padroeira SANTA LUZIA, que acontecerá entre os dias 10 a 13 de dezembro de 2014.
Venha, a festa é sua. A festa é nossa.
Bem vindos à FESTA DE SANTA LUZIA 2014.
Pe. João Batista.

PROGRAMAÇÃO
DIA 10/12/14 – quarta-feira
NOITE: Comunidades Rurais e Urbanas, Pastoral da Pessoa Idosa  Com.  Stº. Expedito, e  Água Branca
18: 50 Hs: Entrada das comunidades e imagens peregrinas de Santa Luzia.
19; 00 Hs: Missa de abertura:
Tema: Com os olhos da fé, veremos a esperança.
Pregador: Francinete da Cohab
Hasteamento da bandeira.
HOMENAGEADOS: Idosos da comunidade
Promoção: Sorteio de           Corrente de ouro e Jantar comunitário.
Atração: Feira da Cultura;
Abertura com Agmar Dutra e Jatão,
Cia de Teatro e dança o Casarão de (Apodi)
Peça Teatral: o Anjo que voltou (Lolô)
Grande Encontro de Cordelistas , Poetas, repentistas e cantores a terra.
Responsáveis: Integrantes das comunidades e responsáveis pelas pastorais.
DIA 11/12/14 - quinta-feira
NOITE: Juventude, Terço das Crianças, IAM, Apostolado da Oração, e comunidades Santa Luzia, Mãe Rainha, e Ass: Divinópolis.
19; 00 h: Novena
Tema: Com os olhos da fé, veremos a alegria.
Pregador: Flavinha
HOMENAGEADOS: Juventude e quadrilha coração junino
Promoção: Jantar comunitário e Pescaria
Atração: Feira Cultural
DJ Waguinho
Pedro Costa (sertanejo) e Nilson Viana
Responsáveis: Integrantes das comunidades e responsáveis pelas pastorais.
DIA 12/12/14 – sexta-feira
NOITE: Terço dos homens, famílias, casais paroquianos, filhos ausentes, E.M. Santa Filomena.
19; 00 h: Novena
Tema: Com os olhos da fé, veremos o amor.
HOMENAGEADOS: Ex alunos e ex professores da Escola Capela
Promoção: Envelopes e Jantar comunitário
Atração: Leilão
Responsáveis: Integrantes da comunidade e líderes pastorais.
DIA 13/12/14 – Sábado
ENCERRAMENTO - DIA DA PADROEIRA.
09:00Hs: Batizados
17:00 Hs: Procissão, e logo após missa de encerramento.
Pregador: Pe. João Batista.
Arreamento da bandeira.
BINGO DE UM CARNEIRO; Doação (Wilton Florêncio).
Atração: Feira Cultural
Grupos de Dança
Peça teatral A Vovó (Lolô)
Encontro de Sanfoneiros
A mais bela Voz
OBS:
Toda noite haverá Jantar comunitário
Barraquinha de comidas e bebidas em frente a capela

LAMENTÁVEL !!! Garibaldi avisa que Governo do RN não manterá o Programa do Leite

O Programa do Leite, uma das ações de maior alcance social Estado desde a sua criação, no Governo Garibaldi Alves Filho, vem causando impacto negativo na estrutura produtiva das usinas de beneficiamento e na renda dos produtores rurais. A combinação entre seca prolongada, alta dos insumos e atrasos no pagamento do Programa reduziu a distribuição de leite em mais de 50% no estado. Hoje, produtores e usinas, que deveriam entregar 155 mil litros de leite diários ao Governo, só conseguem entregar cerca de 70 mil.

Essa redução, que faz diferença na mesa de milhares de famílias beneficiadas pelo Programa do Leite e no bolso dos produtores – entre agricultores familiares, médios e grandes – foi reconhecida pelo ex-governador do Estado Garibaldi Filho, hoje Senador licenciado e Ministro da Previdência Social. O atual auxiliar da presidente Dilma Rousseff esteve presente na manhã de hoje (8) na apresentação de um diagnóstico realizado pela Câmara Técnica Setorial de Leite e Derivados do Estado do RN (TecLeite).
Em entrevista a O JORNAL DE HOJE, o ministro Garibaldi Filho admitiu: “Os produtores sabem que não podem mais depender do Estado”. “O Programa do Leite, que aos trancos e barrancos persiste hoje, foi o programa criado quando cheguei ao governo. Hoje, o Estado não tem mais condições de manter o Programa. Isso está provado pelos atrasos de pagamento que se verificam”, comentou.
Governador de 1994 a 2002, época em que nasceu o projeto, Garibaldi explica que, desde a criação do Programa do Leite (que tem participação do Governo Federal), sempre esteve prevista sua “retirada gradual” da cadeia produtiva, tendo em vista que a dependência dos produtores e usinas do Rio Grande do Norte é alta.
“A minha visão é que a retirada seria gradual, podendo ser operando ao longo to tempo. Hoje vemos que não houve uma retirada do Programa, mas uma crise provocada principalmente pela falta de pagamento regular. Para se ter uma ideia, das 30 usinas criadas, só existem 20. Dessas, muitas produzem em condições precárias”, avaliou.
A estiagem reduziu o rebanho ao longo dos últimos quatro anos, mas as falhas do Programa do Leite – que ajudou a estruturar a bacia leiteira potiguar – também tem sua parcela de culpa. Desde que o programa foi criado, em 1994, o RN registrou sempre crescimento maior que o verificado no Nordeste e no Brasil, em termos da quantidade de leite produzido, número de vacas ordenhadas e valor da produção. Na última década, desde que o pagamento começou a atrasar, os números ou cresceram com menor intensidade ou regrediram.
“O segmento produtivo do Leite ainda precisa do apoio do Estado. Não sei quantificar esse apoio porque, quando deixei o governo, deixei de lidar diretamente com isso. É necessário que haja articulação do Governo Federal com o Estadual, com incentivos ao produtor, de modo a ensejar sustentabilidade do segmento enquanto a produção do leite não se estabiliza e ganha um novo mercado”, disse Garibaldi Alves Filho.
Diagnóstico do setor produtivo
Um dos principais caminhos a ser seguido a partir de agora para fortalecer a cadeia produtiva do leite no Rio Grande do Norte é ampliar a produção para o mercado consumidor interno. Esse é o objetivo da Câmara Técnica Setorial de Leite e Derivados do Estado do RN, que foi apresentado através de um diagnóstico do setor na manhã de hoje à imprensa local.
“Passamos muito tempo produzindo apenas para atender o Programa do Leite, mas agora queremos conhecer melhor nossa produção para direcioná-la também para o mercado interno, para fazer com que as prateleiras dos supermercados potiguares fiquem lotadas de produtos da terra”, enfatizou o diretor da TecLeite, Acácio Brito.
De acordo com números apresentados, a evolução da produção de leite no RN, segundo dados do IBGE, saltou de aproximadamente 477 mil litros/dia em 2003 para aproximadamente 542 mil litros/dia em 2012. Entretanto, a quantidade de leite cru (resfriado ou não) adquirido no Estado veio caindo ao longo do tempo. Em um comparativo de dois anos, de 2010 a 2012, houve um decréscimo de cerca de 100 mil litros/dia.
“Nesse processo de queda das vendas está incluso o fechamento de 10 indústrias e a queda do Programa do Leite, por exemplo”, explicou Acácio. O estudo realizado durante um ano pela TecLeite apontou quatro caminhos a serem seguidos para fortalecer a cadeia produtiva do leite no Estado: desenvolver ações de mercado, criar um ambiente institucional e de governança, promover inovação e tecnologia e formular as UBLs – Unidades de Beneficiamento de Leite.
Para implementar as atividades e seguir com o planejamento, serão necessários recursos na ordem de R$ 14,5 milhões ao longo dos próximos quatro anos. “Ainda não temos o orçamento definido, mas acreditamos que seja um recurso nessa ordem. Vislumbramos que haja potenciais parceiros que possam financiar esse projeto, de modo que não precisemos apenas da ajuda governamental”, comentou Acácio Brito.
“Queremos que nossa indústria se fortaleça, diversifique seus produtos e alcance mais – e com qualidade – o nosso mercado interno. Para isso, é importante a manutenção do Programa do Leite. Ninguém quer que ele se acabe, mas sabemos que não podemos ficar só com ele”, disse.
Dentro das ações de mercado, a ideia da TecLeite é realizar pesquisas, criar uma marca coletiva para ser usada pelos produtos da cadeia produtiva, promover campanhas de marketing, criar o pagamento do leite com base na qualidade e na identificação de produtos. Essa medida deverá combater as tentativas de fraudes e adulteração dos produtos.
Carolina Souza
* Jornal de Hoje

Estudo elaborado pela CNM aponta que todas as prefeituras do RN estão com pendências no CAUC. Presidente da Femurn contesta.

Segundo informações da Tribuna do Norte (Veja AQUI), um estudo elaborado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) apontou que todas as prefeituras do Rio Grande do Norte estão penduradas no Cadastro Único de Convênios (CAUC).

O Cauc, como é conhecido nos bastidores da burocracia, é uma espécie de Serasa da administração pública contendo o nome dos inadimplentes, sendo que a prefeitura que estiver nele não poderá assinar convênios e nem receber repasses da União como emendas parlamentares, que devem ser empenhadas até o dia 31 de dezembro, sob pena de o dinheiro voltar aos cofres da União.

De acordo com o levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios (Veja AQUI), dos 167 municípios norte-rio-grandenses, 61 têm uma pendência, 47 duas, 20 três e 39 mais de três pendências.

Todavia, o Presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), Benes Leocádio, questionou os dados da CNM na sua integralidade e frisou que existem algumas prefeituras fora do Cauc.

Mesmo assim, Benes Leocádio confirmou que 96% das prefeituras potiguares estão irregulares junto ao Cadastro Único de Convênios, um índice que corresponde à média nacional, porém, configura-se como elevadíssimo.

Em virtude disso, o Presidente da Femurn explicou: "O que leva uma prefeitura a ficar irregular perante o Cauc é a questão previdenciária, a prestação de contas e publicação de relatórios fiscais. Credito isso às dificuldades para pagamento das obrigações previdenciárias. É a prova de que as receitas já não são suficientes para cobrir as despesas."


Presidente da Femurn, Benes Leocádio, disse que 96% das prefeituras potiguares estão irregulares junto ao Cadastro Único de Convênios.

ROSALBA CONFIRMA CALENDÁRIO DE PAGAMENTO DO FUNCIONALISMO PÚBLICO


Rosalba no microfone
A governadora Rosalba Ciarlini confirmou no início da tarde desta segunda-feira (8) o cumprimento do pagamento dos funcionários públicos estaduais. No dia 19 de dezembro todos os servidores, independentemente das pastas e do valor dos vencimentos, recebem os 80% restantes do 13º salário. Já no dia 30 será executado o pagamento da folha de dezembro para todos os funcionários.




SENADORA ELEITA FÁTIMA BEZERRA AFIRMA QUE ESCOLHA DE HENRIQUE PARA ASSUMIR MINISTÉRIO NÃO CABE AO PMDB




Fátima-Bezerra-5
Instigada a opinar sobre a possível indicação do deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB) para a equipe ministerial do governo Dilma Rousseff (PT), a senadora eleita Fátima Bezerra (PT) disse a reportagem do Portal no Ar que é uma questão partidária de responsabilidade exclusiva do PMDB.
“Não cabe a mim opinar (sobre a indicação de Henrique). O PMDB é o partido do vice-presidente Michel Temer. O PMDB participa do governo. Vai participar do segundo mandato. Esse é um assunto do partido”, declarou a petista, que afirmou ser a indicação de Kátia Abreu para a Agricultura também uma questão dos peemedebistas a ser debatido com a presidente Dilma Rousseff (PT).MARCOS DANTAS

ROBINSON FARIA:" SEM O PT EU NÃO ESTARIA AQUI, NÃO SERIA HOJE O GOVERNADOR DO RN"

JH robinson fatima
O governador eleito do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), reforçou a parceria política com o Partido dos Trabalhadores (PT) e disse que dividirá com os petistas o desafio de governar o Estado. Foi durante encontro estadual do PT, no último sábado. Na oportunidade, Robinson atribuiu parte considerável do sucesso da sua vitória à aliança com os petistas e afirmou que quer contar com a inteligência e com a coragem dos integrantes do PT para administrar o Estado.
“Sem o PT eu não estaria aqui, não seria hoje governador eleito. Por isso eu reforço: o PT será o parceiro forte dessa transformação do nosso Rio Grande do Norte”, afirmou Robinson, na oportunidade. “Temos um grande desafio que é governar o Rio Grande do Norte no rumo que está o país, mas esse desafio não é só meu e não é só do governador Robinson, é também do PT”, reforçou o governador, na presença de lideranças petistas e da militância do partido.

Jornal de Hoje

plenario camara 04nov14 by luis macedo agcamara
Deputados vão construir um prédio de gabinetes para ‘suas excelências’. Foto: Luisa Macedo/Agência Câmaraa
A Câmara deve construir dois prédios para deputados federais terem “mais conforto”. Somados, os novos anexos vão custar mais de R$ 666 milhões. A obra deve ser tocada durante a provável presidência de Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Serão construídos o bloco B do Anexo 4, com 86 gabinetes para os que hoje ocupam gabinetes mais modestos, no Anexo 3, e o Anexo 5, com auditórios, salas e vagas na garagem.
Só os projetos do bloco B do anexo 4 já custaram mais de R$ 3 milhões aos contribuintes. A obra é estimada em R$ 425 milhões.
O Anexo 5 está previsto para ser construído em um estacionamento usado pelo Supremo Tribunal Federal. O STF não sabia dos planos.
Segundo a assessoria da Câmara, as obras atendem a “necessidade de ampliação da estrutura”, além de dar conforto às suas excelências. Leia na Coluna Cláudio Humberto.

ALÉM DE DILMA E LULA, BANCADA DO PMDB NA CÂMARA RESISTE À NOMEAÇÃO DE ALVES NA ESPLANADA
henrique alves 12 nov
Presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN)
Além do desprezo de Dilma e Lula, reiterado na campanha eleitoral, o presidente da Câmara, Henrique Alves, enfrenta outro obstáculo para se tornar ministro: resistência na bancada do PMDB, da qual foi líder por anos. Duas dezenas de deputados, leais ao Planalto, comunicaram ao vice Michel Temer que a indicação Henrique é da “cota pessoal” do líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), e “não representa a bancada”.
Os deputados do PMDB também pediram a Ricardo Berzoini que sejam nomeados ministros de Dilma deputados federais com mandato.
Henrique Alves soube da reunião dos correligionários com Temer e tentou enquadrá-los, o que os irritou ainda mais. Leia na Coluna Cláudio Humberto.

Governando eleito e presidente da Fiern discutem desenvolvimento da indústria local.



O governador eleito, Robinson Faria, recebeu visita de cortesia do presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), Amaro Sales, na tarde desta segunda-feira a fim de estabelecerem uma agenda de trabalho em comum.

Na pauta da reunião estavam assuntos de interesse tanto do setor industrial como do Governo do Estado. Eles falaram sobre o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial do Estado (Proadi), Zonas de Processamento de Exportação (ZPEs), fortalecimento da micro e pequena empresa, dentre outros temas. A ideia foi iniciar o relacionamento entre o setor industrial com o novo governo que se inicia no próximo mês.

Participaram da reunião a senadora eleita Fátima Bezerra, os deputados reeleitos Fábio Faria e José Dias, o diretor técnico do Sebrae/RN, João Hélio, e diretores da Fiern.



RN Sustentável

Ainda nesta segunda-feira, Robinson Faria participou do 1º Seminário de Avaliação do RN Sustentável com o Banco Mundial. O evento ocorreu na Escola de Governo apresentando resultados dos diversos segmentos do programa.

O RN Sustentável trata-se de um programa de inclusão econômica e produtiva com foco no combate à pobreza com desenvolvimento sustentável e de melhoria de processos de gestão do setor público.

ALRN entrega Medalhas do Mérito Cultural nesta quarta-feira

Postado por Alex Viana em Cultura

Os deputados estaduais da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN) vão homenagear com a medalha do Mérito Cultural “Câmara Cascudo” diversas personalidades que se destacaram em suas atividades em 2014. Oito personalidades serão homenageadas com a honraria.
A solenidade vai acontecer na área externa da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (10), a partir das 18h, durante a última edição de 2014 da Assembleia Cultural. As atrações desta edição serão Lis Nôga e Alexandre Moreia e seus alunos.
O Mérito Cultural surgiu por meio da resolução nº 0034 de 26 de novembro de 2008 e se destina ao reconhecimento do trabalho dos artistas para a manutenção das tradições potiguares e fomento da cultura. Em reconhecimento à vida e obra de Câmara Cascudo, a Medalha do Mérito Cultural recebeu o seu nome.
Cada mérito é proposto pelos próprios deputados e submetido à aprovação, em reconhecimento a atividade das pessoas nos mais diversos setores. É uma forma, explica o presidente da ALRN, deputado estadual Ricardo Motta (PROS), de aproximar o Poder Legislativo com o estado e, consequentemente, a sociedade.
Homenageados
Erivaldo do Nascimento Galvão (Babal)
Eliete Regina
Sebastião João da Rocha – Mestre Tião Oleiro
Lisnildo Alves Nôga – Lis Nôga
Humberto Carlos Dantas – Maestro Bembem
Anderson Cleiton Risuenho de Freitas – Anderson Foca
Maria Nazaré Melo dos Santos, Nazaré do Beco da Lama
Dr. José Dias do Nascimento Júnior

São Gonçalo do Amarante é primeira cidade do Nordeste a ter história retratada em game educativo


Postado por Alex Viana em Municípios

Desenvolvido pela Clickideia, “Terra dos Mártires”, traz cultura local como ponto de partida para alunos aprenderem sobre fatos históricos de maneira dinâmica e aprofundada. A cidade de São Gonçalo do Amarante tem uma importância incontestável para o entendimento da história do Rio Grande do Norte e do Brasil como um todo. Ela foi palco do Massacre de Uruaçu, ocorrido em 1645, quando os invasores holandeses mataram cerca de oitenta pessoas, dando origem aos primeiros mártires brasileiros.
Com o objetivo de ensinar aos estudantes da região sobre a relevância histórica do município, a Clickideia, maior provedor nacional de conteúdo educativo, lança, no próximo dia 9 de dezembro, em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Educação de São Gonçalo, o game educativo de história e aventura “Terra dos Mártires”. Na ocasião, estarão presentes algumas lideranças do município, como o Prefeito Jaime Calado e o Secretário de Educação Abel Soares.
Desenvolvido para retratar da maneira fiel os ambientes e “cenários” da cidade, o jogo traz uma nova perspectiva sobre a invasão holandesa no Brasil, demonstrando a maneira como os holandeses foram recebidos pelos potiguares, pelos indígenas e também pelos portugueses que viviam na região do Rio Grande do Norte naquela época.
O game trata de diversos aspectos desse momento histórico, tendo sempre como foco principal o Massacre de Uruaçu e suas consequências para a cultura regional e nacional. Sempre de maneira dinâmica – para estimular a atenção dos alunos -, e ao mesmo tempo aprofundada, não deixando de abordar os principais aspectos da história local. Fatos da atualidade também são retratados, como o aeroporto construído recentemente na cidade, referência econômica para o Rio Grande do Norte.
O “Terra dos Mártires” pode ser acessado a partir do portal Clickideia (www.clickideia.com.br) por professores e estudantes da rede municipal.

Dnocs libera mais 17,5 milhões para Oiticica



Foi publicada nesta segunda-feira (8) no Diário Oficial da União nota de empenho do Dnocs no valor de R$ 17,5 milhões para as obras da barragem de Oiticica, em construção na região do Seridó do Rio Grande do Norte. Com capacidade de 556 milhões de metros cúbicos de água, a barragem está sendo construída sobre o leito do Rio Piranhas-Assu, nos municípios de Jucurutu, São Fernando e Jardim de Piranhas. A obra vai beneficiar, diretamente, 350 mil habitantes espalhados por 17 municípios.
A barragem está orçada em R$ 311 milhões, dos quais R$ 19 milhões são contrapartida do governo do Rio Grande do Norte. O restante vai ser desembolsado pelo Dnocs com recursos do Orçamento da União. Do total dos recursos, R$ 8 milhões foram destinados a indenizações das populações afetadas e R$ 11 milhões ao reassentamento.
Ao receber a informação sobre a liberação dos recursos, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, lembrou que a construção dessa barragem atende uma antiga aspiração da população do Seridó. “Vários contratempos tiveram que ser superados, inclusive diligências sobre cálculos financeiros realizadas pelo Tribunal de Contas da União, até a ordem de serviço, assinada pela presidenta Dilma Rousseff em histórica visita ao Rio Grande do Norte em junho do ano passado”.