25 de nov de 2011

SAI O DVD OFICIAL DA BANDA FORRÓ NA TORA




O DVD FOI GRAVADO AQUI NA CIDADE DE UMARIZAL E JÁ É O MAIOR SUCESSO, TODOS QUERENDO ASSISTIR ESSE DVD , POR QUE REALMENTE ESTÁ DE MAIS ........

SEGUNDO INFORMAÇÔES, O DONO DA BANDA "RAÍ SOARES " MANDOU REPRODUZIR 10.000 DEZ MIL COPIAS. QUE DEVE ESTÁ CHEGANDO PROXIMO MÊS.

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 14:06

ESSA FM DE UMARIZAL NÃO É COMUNITARIA NEM NA CHINA


COMO SE PODE CHAMAR UMA FM DE COMUNITARIA SE ATÉ MESMO PRA ANUNCIAR UM CONVITE MISSA TENHE QUE SER PAGO???????????????????????

EU JÁ VENHO DIZENDO AQUI HÁ MUITO TEMPO, QUE ALI DENTRO TENHE MUITA GENTE GANHANDO DINHEIRO DE MAIS.

ALI TENHE LOCUTOR QUE JÁ TROCOU DE MOTO POR DUAS VEZES, TENHE LOCUTOR DE CARRO NOVO DE NOTE BOOK NOVO, TENHE LOCUTOR GANHANDO MAIS DE 1.000 MIL REAIS POR MÊS., TENHE DIRETOR GANHANDO SEM TRABALHAR, E TENHE UM DIRETOR QUE MORA EM MOSSORO MAIS DEVE GANHAR TAMBEM.


É MUITA COISA PRA UMA FM SER " COMUNITARIA "


POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 13:37

ESSE PROBLEMA DO PROGRAMA DO LEITE QUE NÃO ACABA MAIS !!!!!!!!


LENDO UMA MATERIA NO BLOG DO AMIGO RANIELE GOMES, VIE QUE OS VEREADORES FORAM ATÉ O LOCAL ONDE É DISTRIBUIDO O LEITE AQUI DE UMARIZAL. MAS, O QUE ACHEI MAIS INTEREÇANTE FOI AS EXPLICAÇÕES DA CORDENADORA DO PRAGRAMA DO LEITE AQUI DE UMARIZAL " VERONICA DIAS " QUANDO FOI PERGUNTADO A ELA SOBRE VARIOS LITROS DE LEITE QUE SOBRAM TODOS OS DIAS DA ENTREGA. E TANBEM NÃO ADIANTA OS VEREADORES IREM FASER APENAS UMA VISITA DE CORTESIA, PRESCISARIA DA FISCALIZAÇÃO DE TODAS AS FICHAS DE CADASTROS.

TANTA GENTE PRESCISANDO DO LEITE E AINDA TENHE LEITE SOBRANDO, SE NÃO BASTACE OS 350 LITROS DE LEITE QUE FOI CORTADO PELA GOVERNADORA.

DO BLOG - SE DEPOIS DESSA REDUÇÃO DE 350 LITROS DE LEITE AINDA SOBRAM, IMAGINEM QUANDO TINHA ESSES 350 LITROS. NA REALIDADE É POR QUE VIVEMOS NUMA SOCIEDADE MUITA CORRUPTA E DESIGUAL, E TUDO ISSO COM SEMPRE SÓ ACONTEÇE COM OS MAIS POBRES.

DO BLOG - SÓ ACREDITO QUE NÃO HÁ IRREGULIDADES NESSE PROGRAMA SE TODOS NÓS TIVECIMOS ACESSO AS FICHAS DE CADASTRO. POR QUE AINDA TENHE MUITA GENTE RECEBENDO O LEITE SEM TER DIREITO.

DO BLOG - SE ALGUEM PENSA QUE EU ESTOU ERRADO QUE PROVÉM O CONTRARIO.


POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 13:14

“Leva e traz”: deputado Betinho Rosado volta a ser nomeado para Secretaria de Agricultura

O deputado federal Betinho Rosado, cunhado da governadora Rosalba Ciarlini, voltou a ser nomeado para a Secretaria de Agricultura. No início desta semana ele foi exonerado da pasta como estratégia da chefe do Executivo para que participasse da discussão das emendas ao Orçamento Geral da União.

Agora Betinho Rosado retorna para Agricultura e o suplente Rogério Marinho retorna à Câmara dos Deputados.

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 12:57

Aprovação na Assembleia da lei de inspeção veicular poderá ser questionada pelo Ministério Público


O processo de aprovação da Lei da Inspeção Veicular, aprovada pela Assembleia Legislativa (AL) no dia 16 de dezembro de 2009, também poderá ser questionado futuramente pelo Ministério Público (MP). O único parlamentar que se manifestou contrário à proposta na época foi o deputado estadual José Dias – PSD (na foto), que, em abril deste ano, afirmou existir “negociata” para a aprovação daquela matéria.

José Dias disse que, desde o início do processo de votação da lei, identificou irregularidades. “Naquela época, eu já sentia que havia algo de errado. O valor a ser cobrado pela inspeção era absurdo. O processo não foi conduzido dentro da legalidade. Alertei isso várias vezes, inclusive em pronunciamento que está gravado. Eu só não sabia quem eram os envolvidos, mas que havia algo ilegal estava claro”, declarou o parlamentar.

Já o deputado estadual Fernando Mineiro (PT), que se posicionou favorável ao projeto da então governadora Wilma de Faria, disse que, para ele, naquela ocasião,não existiam indícios de irregularidades no processo. “Acho inclusive que essa matéria foi aprovada por unanimidade pela Casa. Agora, é esperar que haja a investigação e os fatos sejam esclarecidos”, ponderou o petista.


POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 12:51

Iberê: O homem de R$ 1 milhão em propina

Ex-governadores Iberê Ferreira e Wilma de Faria são acusados de receber propina


As investigações do MPE ressaltam que o ex-governador Iberê de Souza teria recebido uma propina de R$ 1 milhão de George Olímpio, assim como teria recebido garantias de que participaria de cotas de lucro da Inspar/RN com as inspeções veiculares.

O ex-governador também teria tido influência direta na contratação emergencial fraudulenta da Planet Business, bem como do Consórcio presidido por George.

Segundo o promotor de Defesa do Patrimônio Público Eudo Leite, Iberê de Souza recebia 15% dos lucros do Consórcio, assim como a ex-governadora Wilma de Faria.

O assessor parlamentar Lauro Maia, filho da ex-governadora, teria também recebido R$ 10 mil mensais, bem como participação nos lucros do Consórcio. Esse teria contribuído decisivamente para a celebração do convênio com a IRTDPJ/RN, bem como teria intermediado os interesses da quadrilha junto à mãe.

O suplente de senador João Faustino, segundo apurado nas investigações, exerceu função de lobista (pessoa influente) durante as negociatas em relação aos registros de contratos de financiamentos de veículos, bem como para a contratação irregular do Consórcio.

Para tal ele receberia de George Olímpio um propina mensal de R$ 10 mil, além de participação nos lucros que seriam obtidos pela Inspar/RN. Apesar de João Faustino ser suplente de José Agripino (DEM), o nome do senador democrata não foi citado nas escutas telefônicas, nem nos depoimentos das testemunhas colhidos durante a investigação do MP.

Ainda conforme o MPE, empresários como José Gilmar de Carvalho Lopes (dono da Montana Construções) e Marcus Vinícius Saldanha Procópio e Edson Cézar Cavalcante Silva financiavam as propinas que seriam repassadas à Ibere de Souza, Lauro Maia e outros. Em troca, esses receberiam cotas de lucro da Inspar/RN.

As investigações apontam ainda indícios de que a organização criminosa estaria tentando implantar fraudes semelhantes à praticadas no RN em outros estados, como Paraíba, Minas Gerais e Alagoas.

O órgão ministerial estimou que o valor obtido a partir dessas fraudes e das propinas pagas tenha gerado um prejuízo aos cofres públicos de R$ 35 milhões. Esse valor foi a base no requerimento feito para o sequestro de bens dos envolvidos, como George Olímpio e Iberê de Souza.

Entre esses bens estão imóveis, veículos, embarcações e outros. Eudo Leite destacaainda que o patrimônio financeiro de George Olímpio saltou de R$ 81 mil em 2008 para R$ 10 milhões este ano.

O promotor Eudo Leite comentou ainda que em janeiro deste ano, quando as atividades do Inspar foram suspensas, mesmo antes de começar, "o grupo tentou por várias vezes investir em representantes do governo do estado, ligados à governadora Rosalba Ciarlini, porém não teve êxito nas investidas".
O promotor disse, ainda, que deputados estaduais também foram procurados pelo grupo de George Olímpio.

Fonte: Diário de Natal


POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 12:47

TRE cassa mandato do prefeito de Galinhos e determina nova eleição num prazo de 40 dias

Após uma análise minuciosa do processo, feita por cada um dos juízes da Corte Eleitoral, por 4 votos a 3, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte cassou, nesta tarde (24), os mandatos de Francisco Rodrigues de Araujo (Chiquinho), Francisco Antonio Pereira (Concon) e Hudson Matias Cavancanti, prefeito, vice-prefeito e vereador respectivamente, do município de Galinhos, eleitos na eleições de 2008, ao julgar recurso interposto em uma Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (AIME).

O recurso foi proposto por Ricardo Santana Araújo, pela coligação “Salvamos Galinhos, agora é só trabalho” e pelo Diretório municipal do Partido Progressista em Galinhos, pedindo a reforma da sentença que julgou improcedente a AIME. Em suas razões, os recorrentes alegaram a prática de captação ilícita de sufrágio, caracterizada pelo suposto oferecimento de dinheiro, bens móveis e material de construção a eleitores, com o intuito de angariar votos.

Já no segundo grau, a Procuradoria Regional Eleitoral opinou pelo conhecimento e desprovimento do recurso, por considerar ausentes prova robusta da existência da captação ilícita de sufrágio nos autos, bem como a potencialidade lesiva das condutas atribuídas aos recorridos.

O relator do processo, juiz Marcos Duarte, trouxe o recurso para julgamento no último dia 27 de setembro, quando ressaltou em seu voto a fragilidade dos depoimentos das testemunhas colhidos no processo e, por considerar ausentes elementos que levem à conclusão da existência da prática de captação ilícita de sufrágio ou do abuso de poder econômico, votou pelo conhecimento e desprovimento do recurso, mantendo a sentença integralmente. Nessa oportunidade, o juiz Jailsom Leandro pediu vista dos autos.

Ao trazer seu voto-vista, o juiz fez uma análise esmiuçada dos depoimentos constantes do processo, ressaltando a necessidade do cuidado na análise da prova em ações que possam resultar na cassação de mandato eletivo.

Para ele, essa “necessidade decorre não só das sérias conseqüências do processo – que pode resultar na cassação do mandato de um inocente ou na manutenção do mandato de um culpado por captação ilícita – mas também porque a principal defesa geralmente consiste na alegação de parcialidade, corrupção ou torpeza das testemunhas”.

Com essa análise detida, o juiz concluiu que existiu sim a captação ilícita de votos, ficando provado nos autos que os candidatos recorridos ofereceram bens e vantagens, doaram e entregaram dinheiro a eleitores com o fim de obter votos, no período entre o registro da candidatura e o dia das eleições, ficando assim caracterizada a captação ilícita de sufrágio.

Assim, votou pelo provimento do recurso para reformar a sentença, julgando procedente a AIME, para cassar os diplomas dos recorridos, determinando ainda a posse imediata do primeiro suplente de vereador da coligação “Vamos Salvar Galinhos”, bem como determinar a convocação de novas eleições a se realizar no prazo de até 40 dias.

Em seu voto, condenou ainda os requeridos ao pagamento de multas nos valores de R$ 5 mil (Francisco Rodrigues), R$ 20 mil (Francisco Antônio) e R$ 15 mil (Hudson Matias). Após seu voto, o juiz Ricardo Moura pediu vista dos autos.

Na sessão em que trouxe o sue voto-vista, o juiz Ricardo Moura, após análise dos dois votos que o antecedeu, acompanhou a divergência aberta pelo juiz Jailsom Leandro, e votou pelo provimento do recurso.

Após o seu voto, o juiz Ricardo Procópio, analisando esmiuçadamente a prova testemunhal e sua valoração no processo, também acompanhou a divergência.

Da mesma forma, o desembargador Vivaldo Pinheiro também acompanhou a divergência. Após o voto do desembargador, o juiz Nilo Ferreira pediu vista dos autos.

No último dia 22, ao votar, o juiz Nilo Ferreira acompanhou o voto do relator, votando pelo desprovimento da AIME. Após o seu voto, o presidente do TRE, desembargador Saraiva Sobrinho, que em razão da matéria, tem direito a voto, pediu vista dos autos para uma melhor análise do tema.

Já na sessão desta quinta-feira (24), ao trazer o seu voto, o desembargador Saraiva entendeu da mesma forma que o relator do processo, votando assim pelo desprovimento da AIME.

Fonte: TRE/RN

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 12:45