28 de mar de 2014

Eduardo Cunha presente ao lançamento da candidatura de Henrique

Presença no comício fechado de lançamento da candidatura do deputado Henrique Alves ao Governo: do deputado-líder polêmico do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha.
Candidato com apoio de Henrique à presidência da Câmara.

20140328-170920.jpg

Henrique Alves e João Maia: chapa lançada

Chapa apresentada:
Henrique Alves governador e João Maia vice.
Como disse o ministro Garibaldi Filho.
Eis a chapa, num clique da câmera do fotógrafo-blogueiro Cláudio Abdon.
20140328-165734.jpg

Encontro do PMDB define rumos da sigla nas Eleições 2014

O evento será realizado no hotel Praia Mar, a partir das 15h e na ocasião será apresentado o nome de Henrique Eduardo Alves, como pré-candidato ao Governo do Estado.


henrique_alves_m2O encontro do PMDB que será realizado hoje vai definir os rumos da sigla nas eleições deste ano. O evento será realizado no hotel Praia Mar, a partir das 15h e na ocasião será apresentado o nome de Henrique Eduardo Alves, como pré-candidato ao Governo do Estado.
Várias lideranças nacionais do PMDB estarão presentes, como o ministro Garibaldi Alves Filho, os deputados João Arruda e Eduardo Cunha, além do presidente nacional da legenda, senador Valdir Raupp.
A chapa anunciada pelo partido deve ser composta pelo deputado federal João Maia (PR), que deverá ser pré-candidato a vice-governador e Wilma de Faria (PSB), que deverá disputar o Senado. Todos estão sendo aguardados no encontro.

FONTE: NO MINUTO.COM

OLHE A VERDADE APARECENDO / EX - DIRETORA DO POSTO DE SAÚDE “LIANE AMORIM” REVELA O NOME DA PESSOA QUE SUPOSTAMENTE FOI MAU EDUCADA COM O MEDICO QUE PEDIU DEMISSÃO.




AS INFORMAÇÕES SÃO DA PAGINA DO FACEBOOK DE LIANE AMORIM

fonte: https://www.facebook.com/liane.amorim.7?fref=ufi






Acho que as coisas deviam ser contadas da forma que aconteceram, sem mais nem menos.Inclusive essa história que o médico saiu para atender um paciente que estava vomitando sangue não é verdade, esse paciente já tinha sido encaminhado para Mossoró antes mesmo de preta (irmã de vanilda de ednardo) chegar a unidade e desabafar com o médico. Não estou culpando A ou B.mas a verdade cabe em todo canto.

Do blog - 


Será que eu estava errado em questionar essa matéria que foi veiculada pelo site da prefeitura, eu vou mais longe em dizer, essa matéria não tem credibilidade alguma por que existe muitas lacunas a serem preenchidas e elas vão aparecer como já estão aparecendo, volto a repetir não adianta a assessoria da prefeitura querer maquiar uma matéria para induzir a população ao erro não, todos temos acessos a quase tudo queira ou não queira agente acaba descobrindo a verdade, o que eu não posso acreditar é que o prefeito de Umarizal esteja comungando desse absurdo feito por esse assessor ......
Vou entrar em contato com o prefeito e se ele atender a ligação vou perguntar a ele qual sua versão sobre esse episódio.
Atualizado ás 11:25 do dia 28 de março de 2014 por “Cleumy Candido Fonseca”

MP quer acabar com pensão vitalícia de José Agripino e Lavoisier


O Ministério Público do Rio Grande do Norte ingressou com uma ação civil pública para cassar a pensão vitalícia de dois ex-governadores do Rio Grande do Norte. José Agripino Maia recebe 11 000 reais mensais desde abril de 1994, quando renunciou ao segundo mandato. 
O benefício de seu padrinho político, o primo Lavoisier Maia, é ainda mais antigo, desde 16 de março de 1983. (a propósito, Lavoisier nem eleito foi; era governador biônico)
O MP descobriu que o estado sequer tem arquivado documentos do processo administrativo que tenham concedido o benefício.
 
Por Lauro Jardim
 
 
do blog - essas são verdadeiras heranças políticas, são muitas as regalias que não são divulgadas para o povo não saber e não se revoltar contra eles mesmos.

Campos diz que 'as mãos de Deus' o juntou a Marina

O governador e a líder da Rede foram protagonistas do programa do PSB nesta quinta (27).

 Os dois teceram elogios a aliança entre Rede e PSB
Em programa do PSB transmitido, nesta quinta-feira (27), no Rádio e na TV, o governador e candidato à Presidente da República, Eduardo Campos (PSB), e a ex-ministra Marina Silva (PSB) trocaram vários elogios e afirmaram que o País precisa de uma mudança de governo. O líder pessebista chegou a dizer que a “mão de Deus” colocou os dois juntos para ajudarem a mudar o Brasil.
“Você e eu somos filhos da esperança. Somos companheiros da luta e da paz. (...) Quis o destino, a mão de Deus, estamos juntos”, disse Eduardo Campos. O governador também teceu várias críticas ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT). Ele poupou os mandatos dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) atribuindo a queda da economia do País na gestão da líder petista. “ Ela (Dilma Rousseff) poderia ter feito aquilo que ela se comprometeu a fazer, seguir melhorando o Brasil, não fazer o que se está fazendo”, criticou.

 A ex-senadora preferiu direcionar seu discurso ao tema da sustentabilidade. “Temos um retrocesso na agenda socioambiental. (...) Não vamos ter atitude de complacência aos erros. (...)Estamos lutando por saúde e educação, num conjunto de propostas para um Brasil melhor, em um mundo melhor. (...) A ideia é que podemos caminhar juntos pelo Brasil”, relatou Marina Silva.

fonte:tags/psb

Pleno do TSE rejeita recursos da deputada estadual Larissa Rosado

Dois recursos foram rejeitados à unanimidade de votos, na Sessão da Corte, nesta quinta

Por: Gutemberg Moura
O Tribunal Superior Eleitoral rejeitou nesta quinta-feira (27), à unanimidade de votos do Pleno, dois recursos eleitorais especiais, interpostos pelos advogados da então candidata a prefeita de Mossoró nas eleições de 2012, deputada estadual Larissa Rosado (PSB).

Os recursos tiveram a Ministra Luciana Lóssio como a relatora - AQUI 


Os demais Ministros presentes à Sessão Ordinária do TSE, seguiram o voto da relatora, rejeitando os recursos eleitorais números 16564 e 18033, ambos referentes a ações pela prática de propaganda eleitoral extemporânea e antecipada no rádio.

Assim, o Tribunal rejeitou os embargos de declaração, nos termos do voto da Relatora.

Votaram com a Relatora os Ministros Gilmar Mendes, Laurita Vaz, João Otávio de Noronha, Henrique Neves da Silva e Dias Toffoli (no exercício da Presidência). A decisão valida condenações em primeira instância, a 33ª zona eleitoral; e segunda instância, o TRE.

 A decisão desta noite, na Corte Eleitoral, pode complicar as pretensões de Larissa Rosado disputar a eleição suplementar de 4 de maio. No momento, a deputada segue “inelegível”.

Fonte: www.gutembergmoura.com.br/CarlosSkarlack

Mulher do prefeito cassado será candidata na eleição suplementar de Francisco Dantas


Vice-prefeito cassado do minicípio de Francisco Dantas, Ribeiro (PR) disse hoje ao Blog que o grupo do prefeito cassado, Gilson (PTB), do qual ele faz parte, terá sim, candidato na eleição suplementar de 4 de maio.

A candidata será Aparecida Araújo (DEM), mulher do prefeito cassado.

O vice, segundo Ribeiro, será indicado pelo PR.
A convenção está agendada para 6 de abril.


“Vamos entrar para ganhar como ganhamos em 2008 e 2012″, disse Ribeiro.



Fonte: Thaisa Galvão

Confirmado anúncio do PSB para hoje, com Wilma de Faria candidata ao Senado

28 de março de 2014 por annaruth
 
Depois do silêncio dos membros do PSB e o clima de expectativa criado, está tudo confirmado o anúncio do PSB potiguar para hoje. Wilma de Faria, vice-prefeita da capital potiguar, confirmará que entra na disputa para o Senado.
A líder peeessebista participará do evento promovido pelo PSB. O desfecho de todo o episódio envolvendo PSB-PMDB, ocorreu nas primeiras horas de hoje, com uma reunião entre Wilma de Faria, Henrique Eduardo Alves, Garibaldi Filho e o empresário Flávio Azevedo.

Empresário Flávio Azevedo será o suplente na chapa de Wilma de Faria

28 de março de 2014 por annaruth
 
O empresário Flávio Azevedo, ex-presidente da Fiern, será o suplente na chapa ao Senado de Wilma de Faria. Com isso, na majoritária PMDB-PSB-PR, o PSB fecha a candidata ao Senado e também o suplente.
Flávio Azevedo, inclusive, já vem participando das últimas reuniões sobre a composição da aliança.