16 de mar de 2012

FICOU PRA PROXIMA VEZ


POR MOTIVO DE SE ENCONTRA NA CAPITAL DO ESTADO O VIÇE PREFEITO MANO NÃO VAI MAIS CONSEDER A ENTREVISTA QUE TAVA MARCADA PARA HOJE A TARDE, MAIS O MESMO LIGOU PARA A FM E FALOU AO VIVO COM O LOCUTOR AGMAR DUTRA, MANO DISSE E AFIRMOU SOU PRÉ CANDIDATO SIM E NÃO ABRO MÃO DISSO.


POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 16:35

ELEIÇÔES 2012 EM UMARIZAL


o pré candidato a prefeito de Umarizal "mano" concederá uma entrevista hoje a tarde aparti das 16:00 horas na fm fraternidade aqui de Umarizal.

imperdível !!!!!!!!!!!!!!!

postado por cleumy candido fonseca ás 14:42

ELEIÇÔES 2012 EM UMARIZAL

o prefeito de Umarizal Rogerio Fonseca esteve na capital do estado essa semana e trousse na mala os nomes do seu pré candidato a prefeito e o seu vice ......

o prefeito não me confirmou o que eu vou dizer mais ..... posso adiantar a vocês que logo mais a tarde teremos o com firmamento da chapa do prefeito Rogerio Fonseca e do ex - prefeito Adson Luís.

tenho quase certeza de que a chapa será essa .....

para prefeito mano e vice o vereador marcos Fernandes tudo isso com o apoio de José dias, Getúlio rego Adson Luís, José Agripino , Rosalba ciarline, Betinho rosado e muitas outras lideranças do estado....

aguardem !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 09:55

A gata da sexta feira aceita todos os cartões, tarados!!!



POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 08:13

Deputado Felipe Maia reclama de contingenciamento de emendas parlamentares


O governo federal vem investindo em distanciar deputados e senadores dos prefeitos. Prova disso, de acordo com o deputado Felipe Maia (DEM), é o contingenciamento de 47% das emendas parlamentares de 2012.

O Orçamento para este ano previa gastos em torno de R$ 2,2 trilhões. Desse total, R$ 23 bilhões seriam destinados para as emendas parlamentares. Contudo, R$ 11,5 bilhões foram contingenciados, ou seja, 47% do valor.

“Sabemos que a competência do Congresso Nacional é legislar. Mas consta na rotina do parlamento que deputados e senadores tenham a prerrogativa de manter esse relacionamento com prefeitos, destinando recursos para aquisição de ambulâncias, construção de quadras esportivas e infraestrutura para educação. E o Palácio do Planalto pretende tirar esta prerrogativa do Congresso”, lamentou.

De acordo com a lei orçamentária, em 2012 o Rio Grande do Norte receberia quase R$ 600 milhões em emendas parlamentares, distribuídas para os setores de educação, saúde, segurança pública, planejamento urbano e agropecuária. No entanto, a presidente da República cortou R$ 211 milhões e o estado receberá 35% menos do que o previsto.

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 08:09

Governo do RN e Funasa assinam convênio do PAC 2 para ações de saneamento com municípios potiguares


Hoje a governadora Rosalba Ciarlini recebeu o presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Gilson Queiroz, e prefeitos de cidades do RN para a assinatura do convênio com cinco prefeituras do Rio Grande do Norte referente à implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário e construção de melhorias sanitárias domiciliares. O convênio faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC 2) e beneficiará os municípios de Tibau, Baía Formosa, Caiçara do Norte, Caraúbas e Parelhas.

Entre os acordos firmados com prefeitos está o convênio referente à obra de implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Parelhas, projeto elaborado pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), selecionado pela Funasa em novembro passado.

Os municípios de Baía Formosa, Tibau e Parelhas receberão aplicação de recursos para implantação de sistema de esgotamento sanitário. Em Tibau serão investidos R$ 5.116.776,20, que beneficiarão aproximadamente 710 famílias, em Baía Formosa a verba destinada será de R$ 1.642.495,00 para atender aproximadamente 1782 famílias e em Parelhas será feito um investimento de R$ 8.113.708,21 para atender aproximadamente 4.271 famílias. De acordo com dados da Funasa, o número de pessoas beneficiadas com o saneamento básico será de mais de 27 mil pessoas.

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 08:07

Vereadora de Serra Caiada é cassada por infidelidade partidária

A vereadora de Serra Caiada Ana Angélica Bezerra de Azevedo terá que deixar o cargo em razão de infidelidade partidária. A determinação unânime do Tribunal Regional Eleitoral no Rio Grande do Norte é resultado de ação da Procuradoria Regional Eleitoral no RN (PRE/RN).

É o segundo político do estado a ter o mandato cassado por sem justa causa. O vereador de Jardim de Piranhas Otoniel Rodrigues da Silva também teve a perda do cargo decretada, em
decorrência de ação da PRE/RN. No total, a infidelidade partidária motivou 75 ações.

No ano passado, Ana Angélica deixou o Partido Democrático Trabalhista (PDT), pelo qual foi eleita, filiando-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), de Serra Caiada. Em sua defesa, a vereadora alegou a existência de diversas incompatibilidades entre ela e os membros do PDT.

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 08:05

Ministério Público procura ex-prefeito de Bento Fernandes


José Robenilson Ferreira é um homem popular. Ex-prefeito de Bento Fernandes e ex-presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), ele é bastante conhecido na política do interior do Estado. No entanto, apesar de famoso e ainda ocupante de cargo de destaques, visto que é o atual presidente da Associação Nacional dos Gestores Públicos (Angesp), encontrar Robenilson Ferreira tem sido um problema. Sobretudo, para o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MP/RN), que tenta há algum tempo intimá-lo, mas sem sucesso.


Claro que o insucesso não é por falta de vontade. A Promotoria de Justiça de João Câmara já tentou localizar o ex-prefeito em todos os endereços cadastrados no nome dele e não consegue. E também não é por acaso que o MP procura Robenilson Ferreira. O presidente da Angesp responde a seis processos na comarca da cidade, além de inquéritos civis instaurados também pela Promotoria de João Câmara.


Os processos que Robenilson Ferreira responde, quatro deles estão na Vara Cível e dois na Criminal da cidade. Três são por improbidade administrativa: um de março de 2010, outro de agosto de 2011 e mais um datado em setembro desse mesmo ano. Cada uma das ações tem o valor de R$ 10 mil.


Se esses valores, somados, podem ser considerados números "baixos", o valor de outra ação que responde não é tão "ameno" assim. No processo de execução fiscal/dívida ativa, aberto em maio de 2010, a ação tem um valor de quase R$ 4 milhões. E é porque o ex-prefeito ainda responde a processos por "Crimes de Responsabilidade" e "extravio, sonegação ou utilização de livro ou documento".


Neste último processo, iniciado em setembro de 2011, em uma das últimas movimentações, datada já em fevereiro deste ano, está colocado: "considerando que ao acusado não foi encontrado no endereço constante nos autos, abra-se vista ao Ministério Público para indicação de endereço atualizado, em dez dias, ou requerer outras diligências necessárias".

JUSTIÇA FEDERAL
Vale ressaltar que, além desses seis processos na Comarca de João Câmara, José Robenilson Ferreira é réu em outros dois processos, também por improbidade administrativa, na Justiça Federal do Rio Grande do Norte (JFRN).

Em um deles, originado em maio de 2011, o ex-prefeito e o empresário Rubens Dantas Queiroz, sócio da empresa Horebe Comércio e Serviços Ltda, são acusados de enriquecimento ilícito, prejuízo ao erário e atos contra os princípios da administração pública (legalidade e moralidade) praticados entre os anos de 2001-2004 e 2005-2008, justamente, o período em que Robenilson foi prefeito de Bento Fernandes.


De acordo com a ação, o Convênio nº 748/2001 celebrado entre a Prefeitura e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), no valor de R$ 184.164,00, para a construção de 182 unidades sanitárias e instalação de 51 tanques de lavar roupa, totalizando 233 melhorias.


Como resultado do convênio, entretanto, apenas 25 melhorias foram feitas e, mesmo assim, a verba foi repassada ao município em parcela única e os valores sacados, em sua grande maioria, pelo próprio ex-prefeito. A análise da movimentação da conta bancária específica comprova que a empresa Horebe Comércio e Serviços Ltda falsificou os recibos e as notas fiscais apresentados ao Tribunal de Contas da União (TCU), no processo de tomada de contas especial.


A relação de pagamentos efetuados, que foi juntada à prestação de contas apresentada por José Robenilson ao TCU, também revela conteúdo ideologicamente falso, atestando o pagamento por serviços supostamente prestados pela empresa Horebe. Os cheques que teriam sido destinados à empresa foram sacados, na verdade, pela própria prefeitura e outros particulares.


Por causa desse envolvimento com a falha na prestação de contas da verba usada pela Funasa, José Robenilson Ferreira está na lista dos "inabilitados" do TCU, disponível no site do órgão. E nessa condição ele fica até abril de 2014. Isso é, se a Lei da Ficha Limpa não transformar essa reprovação de contas do TCU em um período de inabilidade de oito anos.

Combate à corrupção
José Robenilson Ferreira tem uma "vida pública" de mais de 10 anos. Foi eleito pela primeira vez como prefeito em Bento Fernandes em 2000. Foi reeleito em 2004 e, quase quatro anos depois, como então vice-presidente da Femurn, chegou ao cargo máximo do órgão quando José Lins, presidente na época, renunciou para concorrer à reeleição em Currais Novos.


Foi em 2008, também, que se candidatou pela última vez, ao cargo de vereador em Bento Fernandes. No ano seguinte, quando terminaram os mandatos em Bento Fernandes e na Fermurn, trabalhou como assessor do deputado Fábio Faria. Contudo, deixou o cargo para reabrir o escritório de consultoria aos municípios, especializado em elaboração e acompanhamento de projetos no âmbito federal e estadual.


Já em 2012, Robenilson apareceu como presidente da Associação Nacional dos Gestores Públicos (Angesp), na realização do "Fórum Eleitoral - Eleições 2012, Condutas Vedadas e Outros Aspectos da Legislação Eleitoral", promovido por ele. O evento visava ampliar a discussão sobre temas polêmicos na esfera do Direito Eleitoral, como a "Ficha Limpa", e aprimorar os conhecimentos na área, especialmente no que diz respeito a capacitação dos profissionais envolvidos, candidatos e demais interessados.

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 08:01