24 de fev de 2011





"2012 VENHE AI!!!!!!!"

QUEM VAI COMANDAR O NOSSO MUNICÍPIO???? QUEM SERÁ O NOSSO NOVO PREFEITO

ANDANDO PELAS RUAS DE UMARIZAL EU VEJO A POPULAÇÃO COMENTANDO MUITO SOBRE ESSE TEMA

AS ESPECULAÇÕES SÃO MUITAS EM TODA A NOSSA CIDADE DE UMARIZAL, ESCUTO A POPULAÇÃO MUITO CONFUSA SOBRE ESSE ASSUNTO, POR QUE ATUALMENTE SÃO MUITOS OS NOMES.

FALA-SE QUE O NOME DA BASE DO PREFEITO ROGEIRO FONSECA SERIA "WASHINTON SALES" QUE ESTÁ EXERCENDO O SEU PRIMEIRO MANDATO DE VEREADOR ELEITO PELO PARTIDO DO PREFEITO "PSB".

OUTRO NOME VENHE DO PMDB COM A POSSILVÉL CANDIDATURA DO EX-PREFEITO DE UMARIZAL ADSON LUIS. QUE POR SUA VEZ FOI UM OTIMO PREFEITO PRA O NOSSO MINICIPIO, E TENHE O APOIO DO DEPUTADO REELEITO JOSÉ DIAS.

EM ENTREVISTA A FM DE UMARIZAL O EX-PREFEITO NÉO DISSE QUE SUA ESPOSA QUE FOI CANDIDATA A PREFEITA EM 2008 SERÁ NOVAMENTE EM 2012.

ATÉ O NOME DO PRESIDENTE DA CAMARA DE VEREADORES DE UMARIZAL CHICO DE BRANCAR PODERÁ SAIR CANITADO JUNTO COM A EX-PREFEITA LORETO AMORIM JÁ QUE OS VEREADORES CHICO DE BRANCAR E TÁTÁ SÃO MUITO AMIGOS, E ANBOS TENHE PODEM DISPUTAR A PREFEITURA DE UMARIZAL.

AI DEPOIS DESSES NOMES FALTA APARECER OS CANDIDATOS A VIÇE, DEPENDENDO SE OUVER UMA COLIGAÇÃO ENTRE PSB,PMDB E DEM. MAIS AGENTE VAI TER QUE ESPERAR PRA VER.

TENHE MUITA AGUA PRA ROLAR ATÉ 2012, TANBEM COMENTA-SE EM PROVAVEIS NOMES PARA DISPUTAREM UMA VAGA NA CAMARA DE VEREADORES, E OS VEREADORES QUE JÁ ESTÃO QUEM SERÁ QUE VAI TER CORAGEM DE DISPUTAR A REELEIÇÃO TANBEM.

EM UMARIZAL SÃO 09 VEREADORES, QUEM SAI? E QUEM ENTRA..... POSSO AFIRMAR PRA TODOS QUE TEREMOS NOMES NOVOS COM MUITAS POSSIBILIDADES DE ENTRAR NA DESPUTA POR UMA VAGA.

MAIS VALE SALIENTAR QUE NA BOCA DA POPULAÇÃO E ATÉ MESMO DOS QUE SEGUEM O PREFEITO ROGERIO FONSECA O MELHOR NOME É O DO ATUAL VIÇE PREFEITO MANO DO DEMOCRATAS.


Andrey Ricardo - Jornal de Fato

As viaturas das polícias Civil e Militar do Rio Grande do Norte que foram adquiridas por contrato de locação com a empresa pernambucana Locação de Veículos e Serviços Ltda (LOCAVEL) começaram a ser recolhidas desde ontem por falta de pagamento. O Governo do Estado está devendo R$ 3 milhões de reais pelo aluguel de 340 viaturas. Só ontem, cerca de 20 carros já estavam recolhidos. São dois contratos diferentes de locação que estão atrasados há cinco e oito meses.


cedida
Viaturas recolhidas em Mossoró por falta de pagamentoDe acordo com o gerente de transportes da Locavel no Rio Grande do Norte, Wagner Douglas, a decisão de reter as viaturas alugadas vinha sendo anunciada para o Governo do RN há vários meses. “Nós tentamos, por várias vezes, tentar resolver o problema de outra maneira, mas não conseguimos. Eles (representantes do Governo) nos davam previsões de pagamento, mas não era cumprido e chegamos a esse quadro delicado. São cerca de R$ 3 milhões em atraso. Nós ficamos numa situação muito delicada e essa foi a única saída que encontramos para essa questão”, justifica Wagner.

O contrato com a empresa foi firmado em 2009, apontado pelo Governo do Estado, na época chefiado por Wilma de Faria, como a solução para a falta de viaturas e o problema na manutenção dos veículos. De acordo com Wagner, são dois contratos diferentes – ele não especifica os termos de cada um –, sendo que um está atrasado há cerca de seis meses e outro há oito meses, totalizando um rombo de R$ 3 milhões. Caso os veículos continuem circulando, o prejuízo da empresa seria maior ainda, já que ela tem que prestar serviço de manutenção aos 340 automóveis.

Wagner Douglas não quis detalhar quantas viaturas tinham sido retidas até ontem, mas segundo uma fonte do DE FATO ligada à PM, mais de 15 veículos já tinham sido tirados de circulação na área da Grande Natal e outros seis só do Segundo Batalhão de Polícia Militar de Mossoró, que atende mais de 15 cidades da região Oeste. Wagner confirma, porém, que pelo menos 100 carros deverão ser recolhidos nos próximos dias. Ele adianta que já tem outros encontros marcados com membros do Governo do RN para tentar encontrar uma solução, mas até lá, não suspenderá a retenção.

Hoje, só no Segundo Batalhão de Polícia Militar de Mossoró, que atende mais de 15 cidades da região Oeste, a empresa Locavel é responsável pela manutenção de 29 viaturas tipo VW Gol, VW Parati, Fiat Pálio e Fiat Pálio Weekend. Caso o pagamento não seja efetuado, a previsão é que todos esses veículos, assim como no restante do Estado, sejam retidos pela empresa nos próximos dias. Com isso, a segurança do Rio Grande do Norte seria feita somente pelas viaturas que hoje fazem parte dos quadros do Governo, como os carros tipo GM Blazer que foram comprados recentemente.

Mudança na administração teve início no ano de 2008

A então governadora Wilma de Faria (PSB) anunciou no fim de 2008 a mudança na administração das viaturas das polícias Civil e Militar do Rio Grande do Norte. A empresa pernambucana Locação de Veículos e Serviços Ltda ganhou a licitação e alugou as viaturas ao governo, que agora não tinha mais responsabilidade direta na manutenção dos veículos. No contrato, estava previsto que os veículos avariados deveriam ser substituídos em até 24 horas, caso não houvesse como fazer os reparos dentro desse período.

O contrato de locação previa, ainda, que a empresa ficaria obrigada a manter um estoque de carros-reserva de 10% da frota para a troca imediata das viaturas danificadas em uso.

Segundo nota divulgada pela assessoria de imprensa do governo na época que o projeto foi lançado, os motores dos carros têm potência entre 1.6 e 1.8, e já sairão adaptados para o trabalho policial incluindo, inclusive, sistema GPS (Global Positioning System). Esse novo sistema de radionavegação é baseado em satélites que permite ao usuário saber sua localização, velocidade e tempo, 24h por dia, sob quaisquer condições atmosféricas e em qualquer ponto do planeta.

Porém, com o não pagamento do contrato, a empresa foi, aos poucos, deixando de cumprir suas obrigações, como a manutenção dos veículos, que aos poucos foram ficando encostados nas oficinas. Sem dinheiro, a empresa não tinha mais como manter os carros.

Questão das viaturas não tem data para resolução

O primeiro contrato de locação das 300 viaturas usadas pelas Polícia Civil e Militar e outros órgãos do aparelho de segurança do Rio Grande do Norte foi aprovado em 19 de maio de 2009 pelo Conselho de Desenvolvimento do Estado (CDE), no valor de 6.584.400,00. Em 28 de maio do ano passado, o mesmo CDE aprovou o aditivo ao contrato original, renovando-o por mais um ano, no valor de R$ 6.945.876,00, dos quais R$ 2.894.115,00 deveriam vir de fontes de recursos do Orçamento Estadual para 2011.

Até ontem à tarde, a empresa pernambucana Locação de Veículos e Serviços Ltda ainda não havia recebido um posicionamento concreto do Governo do Rio Grande do Norte sobre o pagamento dos quase R$ 3 milhões em atraso, de acordo com o gerente de transportes da empresa no Estado, Wagner Douglas, que continua esperando a ação do Governo.

A reportagem manteve contato no fim da tarde de ontem com o comandante-geral da Polícia Militar no RN, coronel Francisco Araújo Silva. Por telefone, ele informou que não havia sido comunicado ainda sobre a decisão da Locavel e que não iria se pronunciar sobre o assunto até ser informado oficialmente pela empresa.

O comandante lembrou que existem outras viaturas à disposição da Polícia Militar, mas reconhece que a retenção dos veículos locados pelo governo representaria um grande prejuízo à segurança. “Eu não vou comentar o assunto porque não recebemos o comunicado da empresa”, resumiu o comandante da PM.

O secretário da Segurança Pública e da Defesa Social do RN, Aldair Rocha, também foi procurado para se manifestar sobre o assunto, mas segundo informaram seus auxiliares, estaria fora do estado, a trabalho.

Já o secretário-adjunto da Segurança Pública, Silva Júnior, estava em reunião até o encerramento dessa reportagem (18h30) e não atendeu às ligações. Até o fim da apuração da reportagem foram feitos dois contatos, sem sucesso.
"Dois casos de dengue hemorrágica confirmados"



Mossoró já registrou os dois primeiros casos de dengue tipo hemorrágico deste ano. A informação foi confirmada pela Vigilância à Saúde. O órgão, no entanto, não informou dados sobre os pacientes, nem detalhes acerca das notificações deste tipo da endemia.

De acordo com o último levantamento divulgado pela Vigilância à Saúde, foram notificados no município 252 casos de dengue, dos quais 158 foram confirmados. O número de pessoas infectadas somente nos primeiros meses de 2011 supera os 133 casos registrados em todo o ano passado.

Em termos proporcionais, no ano passado foram confirmados uma média de 11 casos de dengue por mês. Enquanto que neste ano, a média mensal está em torno de 78 casos. O crescimento é preocupante e o alerta já foi feito pela Vigilância à Saúde.

Desde o início do ano, o Ministério da Saúde aponta Mossoró como uma das 24 cidades brasileiras com risco de surto de dengue. As recentes estatísticas reforçam essa previsão, embora o número de casos de dengue confirmados ainda não se configure como surto de epidemia. Diante do quadro, a Vigilância convoca a população a se unir no combate ao mosquito Aedes aegypti.

Apesar das ações e campanhas desenvolvidas constantemente pelo órgão para prevenir a doença, a participação da sociedade é de suma importância para alcançar o objetivo esperado: controlar e reduzir os casos da doença no município.

As recomendações básicas para prevenir a doença são conhecidas pela população, como não deixar água parada, cobrir todos os potes e baldes, limpar frequentemente geláguas e geladeiras frost free. No entanto, esses hábitos simples precisam ser adotados na prática para mudar o quadro da dengue.
PUBLICADO POR CLEUMY CÂNDIDO ÁS 09:05



O senador José Agripino (DEM-RN) disse que vai protocolar, junto com o PSDB e o PPS, uma ação direta de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o artigo do projeto que permite ao governo editar por decreto o valor do salário mínimo até 2015.


"Vamos esperar a presidente sancionar a lei para entrarmos com uma ação no Supremo. Temos apoio de entidades e vamos batalhar para derrubar este artigo de lei na Justiça", disse o senador Álvaro Dias (PSDB-PR).
Senadores aprovam projeto do governo mas valor do salário mínimo ainda pode mudar

Do G1 - Brasília

SENADO APROVA TEXTO-BASE DO PROJETO DO SALÁRIO MÍNIMO
Texto foi aprovado, mas valor só será definido após votação de destaques.
Se plenário derrubar destaques, salário mínimo será de R$ 545
Iara Lemos e Sandro Lima

O Senado aprovou na noite desta quarta-feira (23), em votação simbólica, o projeto do Executivo que prevê o valor de R$ 545 para o salário mínimo. Os senadores ainda vão analisar os destaques ao projeto, que podem elevar o valor previsto no texto original para R$ 560 ou R$ 600.
Outro destaque pretende derrubar o trecho do projeto que estabelece a fixação do valor do salário mínimo do ano que vem até 2015 por meio de decreto, obedecida a fórmula de correção pela inflação mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes até 2023.
Ser algum destaque for aprovado, o texto volta para a Câmara, para uma nova votação. Caso contrário, o projeto segue para sanção da presidente Dilma Rousseff.

A proposta de R$ 560 foi feita pelo DEM, a exemplo do que o partido já havia feito na Câmara. O PSDB propôs um mínimo de R$ 600, repetindo proposta do partido durante a campanha de José Serra à Presidência no ano passado.
O questionamento sobre a publicação do valor por meio de decreto também é do PSDB. O PPS já anunciou que pretende contestar no Supremo Tribunal Federal a legalidade da regra, já que a Constituição prevê que a fixação do valor do salário mínimo deve ser feita por meio de projeto de lei encaminhado ao Congresso.

Decreto
O relator do projeto, Romero Jucá (PMDB-RR), que em seu relatório pediu que os senadores aprovassem sem alterações a proposta do governo, disse que há um “mal-entendido” sobre a questão do decreto.
“Esse decreto é apenas um valor afirmativo previsto em lei. Em momento algum o Congresso está abrindo mão do seu poder de decisão”, disse Jucá.
Durante a defesa do projeto, Jucá ainda afirmou que a proposta aprovada foi pactuada entre o governo, os partidos políticos e as centrais sindicais.
FevereiroD S T Q Q S S
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28
A+
A- 24/02Publicado às 08:10 Saúde: palmas para quem?

Enquanto o secretário de Saúde do Estado, Domício Arruda, tem atuado com discrição - sabe que não pode aparecer mais do que a governadora nas ações da Saúde - há quem represente muito bem o estilo "olhem pra mim, fui eu quem fiz" na pasta combalida e complicada.
Estilo que foge ao estilo do titular da pasta...e que poderá atingir em cheio o parlamentar QI. Que Indicou.
Não se fala em outra coisa nos corredores brancos e cheios de dor da saúde pública estadual.
Sem falar que a busca ao brilho pessoal é feita à custa de muito grito, falta de educação, grosseria...





Faça seu comentário!
[ 0 ] Ler comentários
Assine o RSS | O que é isso ?
Nome:
E-mail:
Cidade:
UF: AC AL AP AM BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO
Recado:


Nenhum registro encontrado!



24/02Publicado às 08:00 Associação propõe parceria com Frente Parlamentar para atuar no combate ao uso do crack

O deputado federal Fábio Faria, líder do PMN, que tem defendido ações de combate ao uso do crack, recebeu ontem, no seu gabinete, em Brasília, representantes da Associação Nacional dos Servidores da Polícia Federal.
Durante a conversa, os policiais trataram com Fábio sobre ações da Frente Parlamentar de Combate ao Crack, da qual o deputado é presidente.

"Fico muito feliz de ver que o combate ao crack está sendo visto por toda a sociedade como ação prioritária, e que servidores da Polícia Federal também estão envolvidos nessa luta, inclusive com o desenvolvimento de um projeto educativo para crianças", disse Fábio Faria ao receber o presidente da Associação, Ivo Arruda Filho, Erlândia Passos, diretora para Assuntos Parlamentares, e Joaquim Emetério, diretor de Comunicação.

Os federais apresentaram a Fábio o Projeto "Bola Cheia", que promove o combate às drogas através de cartilhas distribuídas em escolas públicas de todo o país. "Procuramos atrair a atenção das crianças para que se mantenham longe das drogas, especialmente do crack, através do personagem "O Brasileirinho", que faz o aluno aprender brincando", explicou o presidente Ivo Arruda, que propôs parceria com a Frente Parlamentar para ampliar o alcance desse projeto.



Fábio recebeu os representantes da Associação Nacional da PF


Faça seu comentário!
[ 0 ] Ler comentários
Assine o RSS | O que é isso ?
Nome:
E-mail:
Cidade:
UF: AC AL AP AM BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO
Recado:


Nenhum registro encontrado!


24/02Publicado às 07:44 Ducky Story

Ex-secretária particular de Wilma agora se dedica à moda infantil

Rodrigo Loureiro

Wilma e Albanira Cabral: agora dedicada à moda infantil

Secretáriaparticular de Wilma de Faria quando governadora do Rio Grande do Norte e prefeita de Natal, Albanira Cabral não ficou parada com a saída de Wilma do governo.
Longe do serviço público, se uniu ao filho Daniel e abriu a DUCKY STORY, umaloja - de confecção própria - com modelitos para os pequenos.
Sempre muito discreta, e presente em todos os momentos da vida de Wilma, Albanira agora está na vitrine da moda.
A loja fica na rua Dom José Tomaz, no Tirol. Mesma rua da Destaque Promoções.








24/02Publicado às 07:36 Deputado pede que governo instale UTI no hospital de Macaíba

Em meio a discussões em torno de falta de UTIs no Rio Grande do Norte, o deputado Dibson Nasser aproveitou o tema para fazer um pronunciamento no plenário da Assembleia Legislativa.
E na sessão de ontem apresentou requerimento pedindo que a Secretaria Estadual de Saúde que a Secretaria Estadual de Saúde instale uma UTI no Hospital Regional Alfredo Mesquita Filho, em Macaíba.
A justificativa do deputado foi que o hospital atende em média, 300 pacientes por dia, incluindo pessoas que vêm dos municípios de Ielmo Marinho, Bom Jesus, Nova Cruz e Serra Caiada.
Esse é o primeiro requerimento apresentado por Dibson, que durante o mandato deverá dar uma atenção bem especial a Macaíba.
Estaria Dibson Nasser se preparando para disputar a Prefeitura do município.