8 de mar de 2013

Planejamento orçamentário das eleições gerais de 2014 já começou no TRE/RN


A Assessoria de Planejamento e Gestão Estratégica (ASPLAN) do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte realizou, entre os dias 5 e 8 desta semana, uma série de reuniões destinadas à análise dos relatórios de avaliação das Eleições 2012 e mapeamento e definição demandas que tenham impactos financeiros para embasar a futura proposta orçamentária do pleito eleitoral de 2014.
Para tanto, a ASPLAN está contando com a contribuição dos trabalhos dos servidores das zonas eleitorais do interior do Estado Jean de Paiva Nunes (66ª ZE), e José Carlos Júnior (68ª ZE), nomeados pela portaria nº 69/2013-DG. A comissão também pretende, com fundamento nos relatórios de avaliação do pleito do ano passado, compilar e encaminhar aos setores competentes as demais sugestões que dependam de estudos de viabilidade.
A demanda de participação nas reuniões de elaboração das propostas orçamentárias para 2014 (ordinária e de pleitos) partiu dos próprios servidores das zonas eleitorais do Estado na reunião de Avaliação das Eleições 2012. De acordo com a portaria nº 69/2013-DG, os servidores Jean Nunes (66ª ZE – Arês), Paulo Roberto Almeida (46ª ZE – Taipú) e José Carlos Júnior (68ª ZE – Santa Cruz) são os representantes titulares das zonas eleitorais. Atuam como suplentes os servidores Jailson Costa (48ª ZE – Pedro Avelino), Rodrigo Nunes da Silva (32ª ZE – Areia Branca) e Maximiano Uchoa (18ª ZE – Angicos).

FONTE:http://www.robsonpiresxerife.com

Um ministério para o PSD


PARTIDO DO EX - PREFEITO ADSON LUIS, DO VICE PREFEITO MARCOS FERNANDES, DOS VEREADORES PAULO MARCIO E NEIDE.


Do Estadão

O Senado aprovou nesta quinta-feira a criação da Secretaria da Micro e Pequena Empresa em uma sessão com fortes críticas de parlamentares do PSDB.
O órgão terá status de ministério e será a trigésima nona pasta do governo Dilma Rousseff.
A proposta, que segue para sanção presidencial, prevê que a pasta assumirá funções do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior relacionadas às microempresas e ao artesanato e contará com a criação de 66 cargos.
A nova secretaria foi uma promessa de campanha da presidente Dilma e deverá servir para acomodar o PSD, formalizando a adesão do partido do ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (foto abaixo) à base aliada. Vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos é cotado para assumir a função.

Condenado, Bruno deve ir para regime semiaberto em 2017


Goleiro foi sentenciado a 22 anos e três meses pela morte da ex-amante, Eliza Samudio, e três outros crimes. Promotor não aprovou a pena, e vai recorrer



Condenado a 22 anos e três meses, o goleiro Bruno deve começar a cumprir pena em regime semiaberto já em 2017. O julgamento do ex-jogador do Flamengo foi encerrado na madrugada desta sexta-feira, em Minas Gerais, com a leitura da sentença pela juíza Marixa Fabiane Rodrigues. Acusado de comandar o sequestro e a morte da jovem Eliza Samudio, com quem teve um filho, Bruno foi considerado culpado por quatro crimes: homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver, sequestro e cárcere de Eliza e sequestro e cárcere de Bruninho, seu filho com a ex-amante.
O cálculo da juíza para chegar aos 22 anos e três meses de pena é o seguinte: por homicídio, 20 anos, reduzidos para 17 anos e seis meses por ele ter delatado o ex-policial Bola; desse total, ele tem que cumprir 2/5, ou seja, sete anos. Como está preso há dois anos e nove meses, poderá progredir para o regime semiaberto em 2017. Por sequestro, Bruno foi sentenciado a três anos e três meses em regime aberto. Por ocultação de cadáver, recebeu pena de um ano e seis meses, também em regime aberto.
Marixa escreveu, em seu veredicto, que o julgamento concluiu haver “culpabilidade intensa e altamente reprovável”, agravada por ter o crime, entre seus réus, “um jogador de futebol famoso”. A juíza afirmou também que um dos agravantes é a “incógnita deixada sobre onde está o corpo da vítima”. “A sociedade reconheceu envolvimento do mandante (Bruno) na trama diabólica”, disse. O promotor do caso, Henry Vasconcelos Castro, pretende recorrer da sentença, pois considera necessária pena entre 28 e 30 anos para o réu. A defesa também anunciou que já recorreu da condenação.
Se trabalhar na prisão, como vem fazendo até aqui, Bruno poderá ficar ainda menos tempo em regime fechado, já que, a cada três dias trabalhados, o presidiário tem um dia descontado de sua pena.
Dayanne Rodrigues Souza ex-mulher de Bruno, que participou do caso cuidando do menino Bruninho e respondia por sequestro e cárcere privado, foi absolvida a pedido do Ministério Público, que considerou ter ela agido “sob ameaça” dos demais réus.
Julgamento - A condenação no Tribunal do Júri de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, foi fruto da decisão de sete jurados, cinco deles mulheres. O desfecho final do caso ainda está por vir, com o julgamento do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, no dia 22 de abril. Dois ex-policiais ainda estão sendo investigados por suspeita de participação na ocultação de cadáver de Eliza – o mistério até hoje guardado por seus algozes. O Ministério Público acredita que Bola seja o executor e o responsável pelo sumiço no corpo de Eliza.
Henry Castro comemorou mais uma condenação dos réus do Caso Bruno. Foi ele também quem obteve as condenações de Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, e de Fernanda Gomes de Castro, ex-namorada de Bruno, que cumpre pena em regime aberto.
Iniciado na segunda-feira, o julgamento do goleiro Bruno foi bem menos tumultuado que o de Macarrão. E foi marcado por uma tentativa da acusação de reforçar a ideia de que Bruno participou da cena do crime – algo que a defesa e as testemunhas tentaram afastar – e que foi o mandante, a pessoa interessada em obter benefício com a morte de Eliza.
Para Sônia de Fátima Moura, mãe de Eliza Samudio, o resultado, apesar de representar um avanço, ainda não é satisfatório. Sônia afirmou que pretende recorrer da absolvição de Dayanne. "Não estou feliz. Mas sinto que o dever foi cumprido. Só vou ficar satisfeita quando puder enterrar minha filha", disse.

HOMENAGEM DO BLOG AO / Dia Internacional da Mulher: violências e lutas

Thadeu de Sousa Brandão, Sociólogo, Doutor em Ciências Sociais e Professor de Sociologia da UFERSA.


Neste Dia Internacional da Mulher, nossos olhares se voltam para o papel da mulher em nosso modelo societário. Historicamente, esse papel mudou e continua se metamoforseando. Papel de gênero, lembram-nos os antropólogos, onde as visões de mundo e formas de condutas são delineadas não por questões biológicas, mas por um modus operandi essencialmente social. Isso significa que, aquilo que compreendemos como atribuições femininas são, de fato, construídas pela forma como a sociedade determina essas atribuições.
Sociedades matriarcais (como a de boa parte de nossos indígenas) possuem papéis e status femininos bem mais positivos. Além de liberdade sexual, elas cumprem papéis religiosos e sociais mais signifcativos. Noutra perspectiva, ainda hoje, em países árabes, as mulheres são proibidas de exercerem funções que, no Ocidente, já são realizadas pelo gênero feminino. Pior ainda: em boa parte das nações não Ocidentais, as mulheres sofrem os piores tipos de discriminação e dominação.
Mas, mesmo no Ocidente que, há um século, vem construindo uma tradição de inclusão da mulher em papéis sociais significativos e em atividades que antes eram relegadas aos homens, ainda há muito a se fazer. Seja em matéria de liberdade sexual, seja na questão da igualdade salarial, muitos direitos ainda precisam ser conquistados. E, um alerta maior, outros tantos ainda precisam ser mantidos, sob pena de serem perdidos.
Nesta seara, não posso deixar de falar da questão da violência contra a mulher, especialmente no Brasil. Lembro que, apenas em 2006, o Brasil implementou norma jurídica que punia (pela primeira vez) maridos e companheiros que agrediam suas esposas e namoradas. Antes, uma cesta básica e um pedido de desculpas resolviam. O aumento gradativo de denúnicas (em até 6 vezes) de agressões contra a mulher em delegacias especializadas mostra que a violência vem sendo combatida. Mais ainda: as mulheres vêm tomando consciência da necessidade de denunciar e, ao mesmo tempo, de que existe punição possível.
Embora o número de homicídios femininos seja significativamente muito menor que o masculino no Brasil, nossa nação desponta entre as 6 mais violentas do mundo em matéria de assassinatos de mulheres. Grave, principalmente no perfil: mulheres jovens, pobres e casadas. Pois é! Se para o homem o casamento lhe possibilita a saída do perfil de vítima de homicídio, no caso das mulheres é o oposto: casar-se ou estar convivendo com um companheiro (de qualquer tipo) lhe inclui no perfil de vitima de homicídios no Brasil.
Neste Dia Internacional da Mulher, mais do que as merecidas flores e homenagens, as mulheres possam firmar sua bandeira de luta contra a violência de gênero. Muito a lutar e conquistar ainda, principalmente para possibilitar a maior de todas as dignidades: a vida.

Lideranças políticas confirmam apoio à Robinson Faria na disputa pelo Governo.




Lideranças políticas do Rio Grande do Norte, representantes de partidos ou de grupos políticos, confirmam apoio à pré-candidatura do vice-governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, presidente estadual do PSD. 

As manifestações de apoio ao nome de Robinson Faria crescem à medida que o vice-governador se consolida como pré-candidato único da oposição ao cargo que hoje é exercido pela governadora Rosalba Ciarlini (DEM), que mesmo desgastada perante a população (cerca de 70% dos norte-rio-grandenses reprovam o seu governo) poderá disputar a reeleição se contar com o apoio do PMDB.

Em entrevista nesta terça-feira (05), a deputada estadual Larissa Rosado (PSB) reforçou o apoio do seu grupo político, com atuação destacada na região Oeste do Estado, à postulação de Robinson ao governo.  

"Nós temos o desejo, pelo peso político que Mossoró e o nosso grupo têm no Rio Grande do Norte, de sermos ouvidas, de participar dessa discussão. Nós sabemos que hoje temos o nome de Robinson Faria, bem colocado para o governo do Estado, preparado, tem vários mandatos deputado estadual, foi presidente da Assembleia, e hoje é vice-governador. E nós queremos discutir com esse grupo que faz a oposição a composição dessa chapa majoritária", afirmou Larissa, deixando claro que a opção do grupo é pela candidatura de Robinson Faria, embora destacando que é cedo para definições e que qualquer mudança de cenário teria que comportar muitas conversas.

Ainda abordando a sucessão 2014, Larissa Rosado disse que o desejo do seu grupo é que a oposição marche unida, o que inclui também os grupos formados pelo PDT do Prefeito de Parnamirim, Maurício Marques, o PT dos deputados Fernando Mineiro e Fátima Bezerra e também o PC do B.


Antes de Larissa, a própria presidente estadual do PSB, ex-governadora Wilma de Faria, atual vice-prefeita de Natal, havia anunciado apoio a Robinson. 

Em entrevista à imprensa, Wilma disse que Robinson é um bom nome para representar a oposição a Rosalba nas eleições majoritárias de 2014 disputando o cargo de governador do Estado.

Entre as lideranças que apoiam a postulação do vice-governador Robinson Faria a mais promissora é com certeza o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT). 

Eleito em contraposição ao desastre da administração Micarla de Sousa, o pedetista pretende retribuir o apoio de "primeira hora" de Robinson e seu grupo político a sua candidatura a prefeito de Natal – bem antes, até, que o PSB, de Wilma, que só decidiu aliar-se ao ex-prefeito nas vésperas das convenções partidárias.

Pesquisa confirma viabilidade da postulação


Presidente estadual do PSD, Robinson Faria foi sondado junto à população pelo Instituto Consult e dentro dos cenários possíveis, o vice-governador disputa e vence a governadora Rosalba Ciarlini (DEM). No confronto direto, o vice-governador Robinson Faria derrotaria a atual gestora com 35,76% das intenções de voto, contra 18,18%. 

"A pesquisa confirma a viabilidade do meu nome", declarou Robinson Faria, destacando ainda que o potencial da sua postulação junto à população é significativo. 

"Temos hoje uma governadora do estado com uma mídia milionária, que gasta mais em mídia do que na saúde. Aliás, ela prefere gastar com mídia, porque é um governo que não faz política pública, é um governo que faz politicagem, o que é muito diferente de política pública", concluiu.

Informações do Jornal de Hoje

Assembleia aprova extinção de pagamento dos 14º e 15º salários aos deputados


Por unanimidade a Assembleia Legislativa extinguiu hoje os subsídios que eram pagos, a título de 14º e 15º salários, aos deputados no início e no fim de cada ano, o que vai representar uma economia de R$ 1 milhão.
A proposta de resolução foi apresentada pelo presidente da Casa, deputado Ricardo Motta (PMN).
“A sociedade estava clamando por isso, pelo fim da ajuda de custo aos deputados. Vivemos outra realidade. Apresentamos a iniciativa da extinção aos deputados no plenário na semana passada e hoje tivemos a aprovação da matéria por senhores 21 deputados. São medidas como esta que aproximam cada vez mais a nossa Assembleia da população do Rio Grande do Norte”, afirmou o presidente Ricardo Motta.
Logo após a aprovação, o deputado Ricardo Motta disse que os recursos economizados vão destinados a programas e projetos do Legislativo. “Vamos destinar recursos para as ações de inclusão social, para a ampliação do Procon Legislativo. Vamos investir também no programa Assembléia Cidadã”, afirmou.
O ato da Assembleia Legislativa seguiu o mesmo caminho adotado pela Câmara dos Deputados que na semana passada aprovou a sua resolução acabando com os 14º e 15º salários dos deputados federais.

FONTE:http://blog.tribunadonorte.com.br/panoramapolitico/

Cartão/Mensagem do Prefeito Mano Onofre a todas umarizalenses em referência ao Dia Internacional da Mulher celebrado nesta sexta-feira, 8 de março.



FONTE: E-MAIL ENVIADO *CLEUMY_FONSECA@HOTMAIL.COM