19 de jun de 2017

Os meus parabéns de hoje vão para o meu grande amigo “Gonzaga” o famoso Gonguinha.

Parabéns amigo, felicidades e muitos anos de vida com muita saúde e paz, que Deus o arquiteto do universo lhe abençoe sempre.

PARABÉNS à Quadrilha Coração Junino de Umarizal-RN

PARABÉNS à Quadrilha Coração Junino de Umarizal-RN, que foi classificada nas eliminatórias do Festival de Quadrilhas Junina do Assú-RN "Devoção, Forró e Tradição" para a grande final do evento na próxima terça-feira.

Partidos no Brasil nadam em grana

O Fundo Partidário já distribuiu mais de R$ 2,1 bilhões aos 35 partidos brasileiros desde que os eleitos no pleito de 2014 tomaram posse. Em 2015, o valor distribuído aos partidos chegou a R$ 8,45 por voto obtido nas urnas ou 60% mais que os € 1,42 (R$5,26) pagos na França, berço da democracia moderna. A principal diferença, porém, não é o valor, mas os requisitos de desempenho eleitoral para pôr a mão na grana. Na França, os partidos precisam ter 1% dos votos em 50 circunscrições para receberem dinheiro e mais € 37 mil/ano (R$137 mil) por deputado. 

Por aqui, antes mesmo de disputar uma eleição os partidos já recebem, mas a divisão é de acordo com a bancada na Câmara dos Deputados. Campeões nas urnas, em 2014, PT, PSDB e PMDB embolsaram mais de R$ 636 milhões do Fundo, quase o orçamento do STF para 2017. Criados depois de 2014 e, portanto, sem eleger sequer um deputado, Rede, PMB e Novo receberam R$ 10,6 milhões desde a fundação.

Disputa para o Senado em 2018 será acirrada

A disputa por uma cadeira ao Senado está mais disputada que uma candidatura ao governo do estado. Até o momento, são comentados os nomes do ex-deputado Ney Lopes, prefeito Carlos Eduardo, deputada Zenaide Maia, desportista Magnólia Figueiredo, além, é claro dos atuais José Agripino e Garibaldi Alves.

Votação arriscada!

Como são 513 deputados, a oposição ao presidente Temer terá que reunir 342 votos na Câmara. A Constituição estabelece que denúncia contra presidente da República só pode ser transformada em processo no STF se houver aprovação com o voto desse número de deputados.