10 de out de 2013

Partido do presidente



Semana passada foi concretizado o traslado do presidente da Assembleia do Rio Grande do Norte, deputado Ricardo Motta para o recém-criado Pros – Partido Republicano da Organização Social.
Conseguiu formar a maior bancada (da Casa)  no partido janela,  depois de fechar outras tantas no Governo Rosalba.
Isso porque havia acertado ficar com o comando do PP potiguar, mas foi surpeeendido pela ação do deputado federal Betinho Rosado, ex-DEM.
Segundo pessoas próximas ao casal Rosalba/Carlos Augusto sem o aval deles.Segundo outras nem tão distantes, um risco assumido pelo grupo rosa do DEM como alternativa de interlocução junto ao Governo Dilma.
Fato é que a história de bancada numerosa e pouco consistente – em termos programáticos partidários – não é novidade no Palácio José Augusto. Pelo contrário. Um fenômeno repetido nas últimas décadas a partir do fortalecimento da figura do presidente da Assembleia Legislativa, poder político e concreto de força incontestável.
A mesma força usada como degrau para a Câmara Federal dessa fatia do legislativo também não é novo. Senão vejamos. Na década de 80, o RN assistiu a expressão maior  do então Partido Liberal. O PL do deputado federal Flávio Rocha era também dos estaduais Raimundo Fernandes e Vivaldo Costa.
Não chegou à presidência da AL, mas foi definitivo na era radical do Governo Geraldo Melo, de oposição e situação mais definidas.
Na década de 90, governo Garibaldi Alves Filho, foi a vez do presidente Álvaro Dias – ainda PMDB –  galgar planos mais ousados como uma cadeira na Câmara Federal. Chegou lá com a ajuda de quase todos seus pares estaduais. Lá, foi contemplado com o PDT. Partido que também quase conquistou o passe dos deputados Raimundo Fernandes e Ricardo Motta.
Por último, o PMN do vice governador Robinson Faria. O ex-presidente reeleito tinha o filho como carta na manga para entrar da disputa federal. Desafio conquistado com sucesso e com a ajuda dos deputados Raimundo Fernandes e Ricardo Motta. Vivaldo Costa, não desta vez. Optou pelo também pendular PR.
Motta que assumiu a presidência da Casa com o discurso de não repetir Robinson Faria já acumula mais semelhanças do que diferenças. Para citar duas; a reeleição da Mesa Diretora “fora de época” e o projeto do filho deputado federal.
Simples assim; história se repetindo, na mesma praça, no mesmo jardim e na maioria das vezes com os mesmos protagonistas, sabendo quem prós. Contra, talvez.

FONTE:http://lauritaarruda.com.br/

Conversa de oposição



Depois de ser homenageada ontem com a medalha comemorativa aos 25 anos da Constituinte de 88, a vice prefeita de Natal Wilma de Faria voltou a conversar com o PSD de Fábio Faria. 
Foi no apartamento do deputado em Brasília. Política local com tempero pós-Marina socialista como prato principal do almoço. O que muda nas alianças do Rio Grande do Norte?
E se PT e PSB radicalizarem em 2014, como ficarão os planos da oposição “unida” potiguar? Como se vê, muita interrogação ainda.
Wilma não esconde que flerta com o Senado, tem consciência da tranquilidade para Câmara Federal, mas se pisarem nos calos dela – querendo excluí-la do processo –  o governo volta a ser plano A. E aí pode mudar tudo, sem  precisar Marina, Dilma ou Campos dizerem uma só palavra.
O recado está dado em Brasília e em Natal. Onde e como terá eco, é outra história.

FONTE:http://lauritaarruda.com.br/

"Disk Prefeito" em Jucurutu no Jornal de Hoje

Deu na coluna de Daniela Freire, n’O Jornal de Hoje... Em Jucurutu, a timeline ontem repercutia a sugestão do vereador Márcio Soares de implantar no município o “Disk Prefeito”. Para amenizar a ausência do prefeito George Queiroz na cidade. Seria uma linha telefônica criada para o povo carente da cidade conseguir ter acesso ao chefe do Executivo local.
Na justificativa que apresentou na Câmara Municipal de Jucurutu, o vereador argumentou que George Queiroz só aparece no município nos fins de semana, já que ele faz faculdade em Natal.Também foi alegado que George não atende a população na prefeitura, como fazia os ex-prefeitos da cidade.Se a moda pegar em outras localidades do interior…

Presidente da Câmara fará pronunciamento em rede de rádio e TV nesta quinta-feira (10)‏




Presidente da Câmara avaliará impactos da Constituição de 1988 em rede de rádio e TV

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, faz pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão nesta quinta-feira sobre os 25 anos da Constituição de 1988. O pronunciamento de cinco minutos será veiculado às 20h25.

Henrique Alves vai avaliar o impacto da Constituição na vida dos brasileiros desde 1988. Ele vai lembrar que o texto constitucional, promulgado em 5 de outubro daquele ano, reduziu as desigualdades, trouxe liberdade e democracia e transformou a economia.

No pronunciamento, o presidente da Câmara fará um paralelo entre as reivindicações feitas pela sociedade em 1988, muitas das quais incluídas no texto constitucional, e as feitas nas manifestações populares deste ano.

Ele explicará que o princípio de priorizar as aspirações populares no trabalho legislativo, que norteou a elaboração do texto em 88, continua como o objetivo central da atividade legislativa e parlamentar.

Reivindicações populares
Henrique Alves vai explicar que, em 2013, grande parte das reivindicações apresentadas nas ruas  foram objeto de propostas aprovadas na Câmara. Entre os exemplos citados por ele estão a desoneração do transporte público, a aprovação da medida provisória que flexibiliza e moderniza a gestão dos portos, aas destinação dos royalties do pré-sal para a saúde e a educação e a regulamentação do trabalho doméstico.

Na agenda política, ele citará os esforços para consolidar a autonomia e a independência do Legislativo como a aprovação do orçamento impositivo e a moralização da votação de vetos e de medidas provisórias. Ele ainda citará a aprovação do fim do voto secreto pela Câmara.

O pronunciamento faz parte do conjunto de iniciativas promovidas pela Câmara em outubro para comemorar os 25 anos da Constituição. Nesta quarta-feira (9), constituintes e colaboradores foram homenageados com a entrega de medalhas em sessão solene no Plenário. O presidente Henrique Eduardo Alves também abriu a exposição "Imprensa, Arte e Cidadania: 25 anos da Constituição de 1988", no corredor de acesso ao Plenário.
 

João Maia e delegação potiguar são recepcionados pela Embaixada brasileira em Pequim‏

O deputado federal João Maia (PR) e os demais integrantes da delegação potiguar em missão na China já estão em Pequim. Depois de dois dias de voo, foram recepcionados pelo embaixador do Brasil, que nesta noite de quinta-feira (10) oferecerá um jantar aos potiguares. Além de João Maia, que representa a Câmara dos Deputados na missão, integram a comitiva o prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado, secretários municipais e empresários.
Os compromissos em Pequim e Xangai tem como objetivo conhecer as ações do governo daquele país nas áreas de educação e infraestrutura. A comitiva deverá visitar empresas e organismos chineses, com a finalidade de apresentar as potencialidades dos diversos segmentos econômicos do Rio Grande do Norte.


Rafael Motta homenageia blogueiros na Câmara de Natal

Atendendo proposição do vereador Rafael Motta (PROS), a Câmara Municipal de Natal vai realizar sessão solene no próximo dia 15, às 18h30, em homenagem aos blogueiros.




Entre em contato!
heitor.gregorio@hotmail.com

TRE determina que prefeita afastada volte ao cargo em Mossoró, RN

Cláudia Regina teve o mandato cassado por abuso de poder político.
Presidente da Câmara foi empossado prefeito após decisão.

Do G1 RN

 

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN) determinou nesta quarta-feira (9) o retorno da prefeita eleita Cláudia Regina (DEM) e do vice-prefeito Wellington Filho aos seus cargos na Prefeitura de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte. A medida cautelar trata do quarto processo de cassação dos dois. De acordo com o desembargador Virgílio Macedo, Cláudia Regina deve ficar no cargo enquanto o mérito não for julgado.

Afastada da Prefeitura de Mossoró desde a semana passada, Cláudia Regina teve o posto no Executivo Municipal assumido pelo presidente da Câmara Municipal, Francisco José da Silveira Júnior (PSD), que foi empossado prefeito da cidade na última sexta-feira (4). O vice-presidente da Câmara, Alex Moacir (PMDB), já havia assumido o cargo na última quarta-feira (2) porque Francisco José estava em viagem no exterior.

 
Na ocasião, Regina foi afastada por abuso de poder político em decisão da  juíza da 34ª Zona Eleitoral, Ana Clarice Arruda Pereira. Foi levado em conta o fato da governadora Rosalba Ciarlini ter usado o avião do Executivo Estadual na campanha de Claudia Regina. A governadora, apenas no último mês de campanha, teria desembarcado 56 vezes com o avião do governo em Mossoró.

A prefeita eleita conseguiu uma liminar para voltar à prefeitura nesta terça-feira (8), no entanto o processo do quarto pedido de cassação, proferido na segunda-feira (7) pelo juiz Herval Sampaio, da 33ª Zona Eleitoral, manteve Cláudia Regina e Wellington Filho afastados dos cargos.