3 de dez de 2011

Notícia de cheques sem fundos passados por ex-prefeito de São Vicente ganhou destaque na mídia nacional


Entre agosto e dezembro de 2008, o então prefeito de São Vicente, interior do Rio Grande do Norte, Josifran Lins de Medeiros, emitiu 91 cheques das contas da prefeitura sem fundos. O fato chamou a atenção do Ministério Público, principalmente, por esse período coincidir com o período eleitoral e o final do mandato. Para busca a reparação do dano a Promotoria de Justiça da Comarca ajuizou uma ação de Improbidade Administrativa contra o ex-prefeito.

Para cada cheque sem fundos o Banco do Brasil cobrava a tarifa bancária de R$ 20,50 e o Banco Central a tarifa de R$ 0,35 para regularizar a situação do Município, totalizando um prejuízo de R$ 1.897,35.

Embora o valor do dano real não seja alarmante, existem um fator ainda maior que é o dano ao patrimônio imaterial do Município. Órgãos públicos com histórico como esse enfrentam a desconfiança de fornecedores, o que implica, como efeito das leis de mercado, diminuição do interesse em participar das licitações e dos contratos do órgão e em consequente prejuízo a médio e longo prazo em razão do aumento de custos para contratações, dada a falta de credibilidade do órgão perante o comércio da região.

Entre os pedidos do Ministério Público na ação estão a suspensão dos direitos políticos, o ressarcimento ao erário, a aplicação de multa civil e a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário.

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 10:02

Henrique Alves é eleito o quarto parlamentar mais influente do Congresso

O DIAP concluiu o resultado da pesquisa que faz anualmente entre os 100 “Cabeças” do Congresso para a eleição dos 10 parlamentares mais influentes. A consulta aos parlamentares aconteceu entre os dias 26 de outubro e 1º de dezembro, tendo votado 65 congressistas, sendo 43 deputados e 22 senadores.

O resultado da consulta, que indicou representantes das cinco regiões do País, apontou o deputado Henrique Alves como o quarto parlamentar mais influente.

Confira a lista dos 10 parlamentares:

1ºDeputado Marco Maia (PT/RS) -42 votos

2º Deputado Cândido Vaccarezza (PT/SP) – 37 votos

3º Senador José Sarney (PMDB/AP) – 35 votos

4º Deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB/RN) – 30 votos

5º Senador Romero Jucá (PMDB/RR) – 23 votos

6ºDeputado ACM Neto (DEM/BA) – 22 votos

7º Senador Renan Calheiros (PMDB/AL) – 22 votos

8º Senador Demóstenes Torres (DEM/GO) – 21 votos

9º Deputado Duarte Nogueira (PSDB/SP) – 20 votos

10º Deputado Paulo Teixeira (PT/SP) – 20 votos

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 09:33

Robinson Faria diz em Mossoró que estava sendo "humilhado" por Rosalba e Carlos Augusto Rosado

Em Mossoró, onde esteve nesta sexta-feira(2) participando de um seminário da Federação das Câmaras Municipais do RN(Fecam), o vice-governador Robinson Faria, presidente estadual do PSD, voltou a falar sobre o seu rompimento com o governo Rosalba Ciarlini.

Em entrevista à Gazeta do Oeste, Robinson afirmou que durante o curto período em que esteve aliado da governadora Rosalba Ciarlini foi alvo de constantes humilhações. “Eu estava sendo humilhado”, desabafou o vice-governador.

Confira a reportagem da Gazeta do Oeste:

- O presidente do Partido Social Democrático (PSD) no Rio Grande do Norte, vice-governador Robinson Faria, minimizou a crise política com a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) e afirmou que o seu foco é o fortalecimento do PSD em nível de Estado.

Entrevistado ontem de manhã, pela editoria de Política da GAZETA DO OESTE, Robinson revelou que, apesar de uma série de tentativas de desestabilizar a formação da nova legenda no Brasil, o PSD já figura entre mais representativas agremiações partidárias com assento no Congresso Nacional.

"O PSD está entre mais representativas legendas no Congresso Nacional, e no Rio Grande do Norte vamos trabalhar fortemente para que cresça ainda mais", afirma Robinson.

O vice-governador declarou que lideranças políticas das mais variadas regiões do Rio Grande do Norte estão buscando o PSD como abrigo partidário.

Para ele, essa procura pelo PSD é justificada pela forma de como a legenda tem sido formatada e acima de tudo a respeitabilidade que é apresentada pelas pessoas que fazem o Partido Social Democrático no Estado.

Robinson Faria acrescentou que, nas eleições municipais do próximo ano, o PSD terá uma participação bastante significativa. Ele informa que a legenda apresentará candidaturas próprias em várias cidades.

“Eu estava sendo humilhado”

Robinson Faria, mesmo evitando se manifestar a respeito da ruptura com a governadora Rosalba Ciarlini e com o ex-deputado Carlos Augusto Rosado (DEM), chegou a dizer que, no curto período em que esteve ao lado da chefe do Poder Executivo estadual não só como vice-governador, mas como secretário Estadual de Recursos Hídricos e Meio Ambiente, foi alvo de constantes humilhações.

Segundo ele, o corte significativo do orçamento da secretaria que comandava sinalizava o desejo de se promover o seu isolamento político. Ele reiterou que não ficaria esperando por tentativas de enfraquecê-lo.
"Eu estava sendo humilhado todos os dias, e tomei a coragem de reagir a tudo isso, rompendo com a governadora", reafirmou.

Perseguição política

Robinson Faria ainda chegou a dizer que prefeitos que fazem parte de seu bloco político sofreram perseguições políticas.

De acordo com o vice-governador do Rio Grande do Norte, o ex-deputado Carlos Augusto teria dito a todos eles que a filiação ao Partido Social Democrático representaria uma espécie de afronta ao governo estadual.

O vice-governador Robinson Faria destacou que, mesmo com as inúmeras tentativas de intimidação, os prefeitos que o acompanham politicamente tomaram a decisão.

"O mais importante é que temos amigos, companheiros leais e solidários. Passaram-se dois meses de nosso rompimento, mas continuo recebendo manifestações de carinho, de solidariedade da população do Rio Grande do Norte. Por onde eu passo, seja em Caicó, em Mossoró, Pau dos Ferros, Monte Alegre, sempre alguém chega para nos dar uma palavra de incentivo, de apoio e desejando que eu continue a minha luta política que foi iniciada ainda como um jovem. Essas manifestações e apoio dos amigos que tenho nos dão força para continuar nossa jornada", disse Robinson.


POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 09:27