18 de jul de 2014

Leonardo Rêgo: “Com o PMDB de Pau dos Ferros eu não me misturo”

17 de julho de 2014 

Ex-prefeito de Pau dos Ferros, que comandou reunião ontem, com aliados do grupo democrata, formado por ele, pelo atual prefeito Fabrício Torquato, pela vice-prefeita Zélia Leite e por militantes, Leonardo Rêgo confirmou hoje ao Blog a indisposição do grupo em se compor com o PMDB para apoiar a candidatura do deputado Henrique Alves ao Governo.

"Com o PMDB de Pau dos Ferros eu não me misturo", adiantou Leonardo, explicando ao Blog que, na reunião de ontem, como deixou transparecer a notícia aqui publicada, ele não falou em 'unir' os dois grupos pelo bem de Pau dos Ferros.

Leonardo disse que ficou acertado ontem que o grupo e seus militantes-amigos vão ouvir o candidato Henrique, da mesma forma, e sugerida por ele, que se houver disposição por parte do outro candidato, Robinson Faria, o grupo democrata também irá ouvi-lo.

Leonardo disse que, na reunião de ontem, houve quem não concordasse nem em ouvir Henrique, mas a maioria se propôs a escutar o que o candidato terá a dizer na reunião de amanhã.

Leonardo enfatizou, na conversa com o Blog, a possibilidade "zero" de estar junto do grupo adversário em Pau dos Ferros.

"E eu disse isso ao próprio Henrique", afirmou Rêgo.

O grupo ao qual Leonardo se refere é liderado pelo ex-prefeito Nilton Figueredo, pelo ex-diretor-geral do DNOCS, Elias Fernandes e pelo deputado estadual, Gustavo Fernandes.
O ex-prefeito Leonardo Rêgo lembrou que, das duas chapas que disputam o Governo do Rio Grande do Norte, nenhum dos candidatos subiu no palanque deles na campanha de 2012.

"Nem Henrique, nem Robinson, nem Wilma, nem Fátima", disse o ex-prefeito, reafirmando que as reuniões, uma marcada com Henrique, e outra que poderá vir a ser marcada por Robinson, servirão para que o grupo tome uma decisão totalmente afinado.

"O deputado Getúlio deixou claro para o deputado Henrique que não vai impor nada e vai respeitar a condição política de cada município", disse Leonardo.


Fonte: Thaisa Galvão

SITUAÇÃO COMPLICADA A DE HENRIQUE ALVES NO ESTADO E EM PAU DOS FERROS É BEM PIOR.

Antes de conversar com DEMOCRATAS, Henrique Alves afagará membros do PMDB em Pau dos Ferros.


Por mais que possa parecer (as aparências enganam), os olhos do candidato a Governador pelo PMDB, Henrique Alves, não estão direcionados somente para os integrantes do DEMOCRATAS de Pau dos Ferros, de forma alguma, não é isso.

Antes da reunião com os bicudos pau-ferrenses, Henrique vai reunir os membros do PMDB local no Hertz Hotel, a partir das 13 horas, para uma reunião de afagos, cafunés, tapinhas nas costas, juras de fidelidade e etc, etc, etc.

Só depois, às 18 horas, o líder bacurau irá ao encontro dos seus históricos adversários, na esperança de convencê-los a trocar a bandeira vermelha pelos "galhos de árvores" verdes do peemedebismo.

O que será prometido aos dois grupos? Com certeza, prestígio, prioridade e poder!

Para quem o líder bacurau falará a verdade?

Só com bola de cristal para adivinhar...Situação do candidato do PMDB Henrique Alves no estado é complicada e em Pau dos Ferros é pior ainda.

RAFAEL MOTTA RECEBE TÍTULO DE CIDADÃO CAICOENSE

 
 
Presidente estadual do PROS e candidato a deputado federal, Rafael Motta, vai receber na noite desta sexta-feira (18), o título de cidadão caicoense, honraria proposta pela vereador Mara Costa, também do PROS, e que foi aprovada pelos demais parlamentares do Município em março deste ano.
O título equipara o agraciado a uma pessoa nascida na cidade, distinguindo-o com “especial destaque no cenário sócio-cultural-administrativo e até religioso da comunidade”.

O vereador em Natal, Rafael Motta, na condição de presidente do PROS, está sempre em contato com lideranças políticas de Caicó, trabalhando junto ao presidente da Assembleia, Ricardo Motta, para buscar soluções para as demandas do Município.

LEONARDO RÊGO DIZ QUE POSSIBILIDADE DE SUBIR NO PALANQUE DE HENRIQUE EM PAU DOS FERROS É " ZERO"


O Ex-prefeito, Leonardo Rêgo (DEM), concedeu entrevista ao jornalista mossoroense César Santos, na tarde desta quinta-feira (17), e falou, de forma aberta, sobre a sua posição política-eleitoral em Pau dos Ferros e na região do Alto Oeste.

Leonardo disse que não vai abrir mão de suas convicções e que não conviverá com o PMDB, muito menos aceitará palanque duplo em sua cidade como defende o candidato a governador Henrique Alves.
Em um trecho de sua fala, o ex-prefeito deixou claro que abriu o caminho para Henrique conversar com seu grupo político, mas não para declarar apoio à sua candidatura. Ele deixou claro, também, que o grupo é quem decide e o que os correligionários decidirem será acatado.
"Eu descarto essa possibilidade. E quero afirmar que eu não tenho a pré-disposição de apoiar a candidatura de Henrique Alves. Disse isso a ele e expliquei os motivos. Eu nunca havia conversado com Henrique, foi a primeira vez, e acho que ele deve respeitar essa posição. Aliás, deve respeitar Elias Fernandes que é um correligionário antigo dele e que sempre segurou a bandeira do PMDB de Pau dos Ferros. Os outros, como Nilton Figueiredo, ficam pulando de galho em galho. Não acho justo, agora, dividir palanque com adversários", ressaltou.
Leonardo disse ainda que conversou hoje com Robinson Faria (por telefone) e garantiu a ele que terá a mesma oportunidade para conversar com seus liderados em Pau dos Ferros, a exemplo do que fará com o peemedebista nesta sexta-feira (18). 
Para finalizar, "Léo" ratificou a união do seu grupo político: "Estamos unidos, eu, o deputado Getúlio, o prefeito Fabrício Torquato, a vice-prefeita Zélia Leite, Maria Rêgo (mãe do prefeito Fabrício) e todos os nossos correligionários. Não há divisão".

Mensagem do deputado José Dias via Facebook



Começamos novamente mais uma longa caminhada. Um caminho feito de muitos desafios, e cada um de vocês é muito importante nesta jornada. Cada um de vocês é fundamental para nossa vitória. Eu sei que não estou só, e que vocês caminham juntos comigo. Sei que muitos acreditam nos mesmos sonhos e nos mesmos ideais nos quais eu acredito. Por isso, é possível fazer mais e vamos fazer!

fonte: facebook de José Dias