21 de mar de 2011

O temor de Nelter é Junior Queiroz


O deputado estadual Nelter Queiroz (PMDB) tem demonstrado que não tem mais nenhum interesse em renovar seu mandato para a Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte.

Nelter deseja ser candidato a deputado federal nas próximas eleições estaduais. Uma fonte contou ao blog que ele externou sua vontade recentemente durante um encontro que teve com o deputado federal seridoense João Maia (PR) em Jardim de Piranhas.

Além do que Nelter vem se articulando com outros políticos como o ex-deputado Álvaro Dias (PDT) e o prefeito de Assu, Ivan Junior (PP).

Porém, o que se fala nos meios políticos regionais é que Nelter tem uma pedra no sapato que se chama Junior Queiroz (ambos na foto). Prefeito de Jucurutu e seu irmão. Que é pré-candidato a deputado estadual. Ele se “péla” de medo de uma disputa com Junior, diz um aliado do prefeito, para acrescentar: ele não tem outra saída.

No Dia Mundial da Água, Governadora participa de café da manhã com a imprensa


A governadora Rosalba Ciarlini vai receber a imprensa para um café da manhã, nesta terça-feira (22), na abertura oficial da Semana da Água. O evento será às 9h, no Parque das Dunas. Na oportunidade, serão apresentados o diagnóstico do saneamento no Rio Grande do Norte e os planos do atual Governo na área de gestão dos recursos hídricos.

Também será lançado o Prêmio Caern de Redação, voltado para estudantes dos ensinos fundamental e médio das redes pública e privada, além da cartilha “Direitos e Deveres do Consumidor dos serviços de água e esgotos”. Durante a solenidade, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos – Semarh apresentará um estudo sobre as águas subterrâneas.

Ainda na manhã do dia, 22, no Parque das Dunas, será aberta a mostra fotográfica “Águas do RN”. No local, serão oferecidas oficinas ecológicas para estudantes da rede estadual de ensino, de quarta a sexta-feira, no horário das 9h às 15h.

O Governo do Estado preparou uma programação especial para comemorar o Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de março, com ações que se estenderão até o dia 27 deste mês. Durante toda a semana serão desenvolvidas atividades voltadas para o público, coordenadas pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), a Companhia Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) e o Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn).

José Agripino Maia: "A opção que Micarla de Souza fez pelo dilmismo nos distancia politicamente"


DEM de Felipe, Rosalba e Agripino não é mais aliado da prefeita Micarla de Souza


Em entrevista ao jornal Tribuna do Norte, neste domingo(20), o senador José Agripino Maia, presidente nacional do DEM, anuncia o rompimento com a prefeita de Natal Micarla de Souza.

Segundo Agripino, a aproximação de Micarla com o governo de Dilma Rousseff é o principal motivo para o rompimento do DEM com o PV.

“Micarla fez uma opção na sucessão presidencial. Ela se aproximou de Dilma Rousseff pessoalmente, ela está certa porque precisa viabilizar recurso para administração, ela criou afinidades com o dilmismo que chega ao Estado com o PT. E todo mundo sabe que eu sou líder de um partido de oposição a Dilma. Isso nos afastou politicamente, nunca pessoalmente. A opção que ela fez nos distancia politicamente”, afirma o presidente nacional do DEM.

José Agripino afirma que a aliança de Micarla de Souza é com o PT e o dilmismo. E por causa disso, dificilmente o DEM fará aliança com Micarla no pleito de 2012.

“A aliança de Micarla é com o PT e dilmismo. A não ser que ocorra um reposicionamento dela (Micarla de Sousa) no futuro, dificilmente faremos uma aliança (em 2012). Por mais apreço que eu tenha pela prefeita, é difícil a convivência política. O Brasil não compreende. O Democratas e o PT são incompatíveis”, enfatiza o presidente nacional do DEM.

DEM terá candidato próprio
Agripino Maia diz ainda na entrevista à TN, que vai defender que o DEM tenha candidato próprio na maioria dos municípios do Estado, a começar por Natal.

“A gente vai avaliar na época certa, que é o começo do próximo ano. Dentro da aliança que temos, que é permanente com o PSDB e outros partidos, vamos ver qual a melhor situação. Vou pregar por onde andar uma meta de instalar diretórios em todos os municípios para que tenhamos candidatos. Ora, quem prega isso tem que pregar isso na sua cidade, na sua terra. Vou pregar também que tenhamos candidatos a prefeito na maior quantidade de municípios do Rio Grande do Norte, a começar pela capital.

Sobre a candidatura do deputado federal Felipe Maia a prefeito de Natal, Agripino desconversa. “Não vou defender o nome de ninguém. Como Felipe é meu filho, eu defendendo o nome de um filho parece uma pieguice. Candidatos vão surgir naturalmente até o começo do próximo ano. Não terei preconceitos a quem surgir como candidato mais forte no começo do próximo ano”, assinala o líder do DEM.

Agripino diz que pode continuar no comando do DEM no Estado e nega convite a Carlos Augusto Rosado


Agripino não convidou Cargos Augusto para presidir o DEM


Ainda na entrevista concedida ao jornal Tribuna do Norte, neste domingo(20), o senador José Agripino afirma que não há ainda nenhum nome cogitado para assumir a presidência do DEM no Estado.

José Agripino não confirma o convite que, segundo a imprensa, teria feito ao ex-deputado e marido da governadora Rosalba Ciarlini, Carlos Augusto Rosado, para assumir a presidência estadual do DEM.

TN - Quem será o novo presidente do DEM no Rio Grande do Norte?

JA - Eu posso continuar (na presidência do DEM no Rio Grande do Norte). Mas isso não tem pressa em definir quem será ou não presidente. Eu posso continuar. Não tenho impeditivo. Ou se os companheiros encontrarem alguém com qualificação e disposição para exercer a função, de minha parte, estarei absolutamente aberto para ceder o comando do partido no plano local. Mas é preciso que tenha preenchimento das condições: uma pessoa de bom senso e disposta a assumir.

TN - O senhor já encontrou algum nome?

JÁ - Não. Nem me preocupei com isso. Não tive tempo. Até porque como não temos inquietação partidária, as coisas como vão estão bem.

TN - Qual sua opinião sobre o nome do ex-deputado Carlos Augusto Rosado para ser presidente estadual do DEM?

JA - Acho um grande nome. Mas é preciso que tenha um consenso e ele se disponha a ser. Pessoalmente, eu não posso falar pelo partido, acho um grande nome, mas é preciso que ele se disponha para tarefa e consenso se estabeleça.

Voto proporcional e coligações partidárias na pauta de discussão da reforma política nesta terça-feira


A forma como são eleitos deputados federais, deputados estaduais e distritais e vereadores é um dos temas centrais e mais polêmicos da reforma política e será o primeiro item da pauta da reunião de terça-feira (22) da comissão do Senado que estuda o assunto.

A discussão sobre propostas que alteram o sistema eleitoral brasileiro é considerada uma das mais importantes da reforma política e será feita em conjunto com o segundo tema do dia, as coligações partidárias.

O sistema proporcional de lista aberta, atualmente utilizado nas eleições para esses cargos, tem recebido inúmeras críticas, mas não há consenso sobre o modelo que poderia substituí-lo.

O PSDB defende o voto distrital misto, enquanto o PT se mantém a favor do voto proporcional com lista fechada.

Já o PMDB e o presidente da Comissão de Reforma Política, Francisco Dornelles (PP-RJ), defendem o chamado "distritão", ou seja, o voto majoritário para estados e municípios.

Se não chegarem a um entendimento, os senadores da comissão poderão decidir no voto qual modelo irão incluir no anteprojeto que será apresentado para votação dos demais senadores.

Uma das críticas ao sistema atual é que o eleitor quando vota em um candidato pode contribuir para eleger outros que pertençam ao mesmo partido (ou coligação). Isso ocorre porque, no sistema proporcional de lista aberta, o voto não é contabilizado apenas para o candidato, mas também para seu partido ou coligação.

E é o número total dos votos válidos de cada agremiação que define a quantidade de vagas a que a legenda terá direito.

Por causa dessa lógica, um candidato "puxador de votos" (capaz de conquistar, sozinho, uma grande fatia do eleitorado) ajuda a eleger colegas de partido ou coligação, até quando a votação deles é menor que a de candidatos de outras legendas.

Coligações

A discussão sobre coligações partidárias (segundo tema da reunião de terça-feira) está diretamente relacionada ao modelo em vigor - proporcional de lista aberta.

Ao fazer uma coligação, dois ou mais partidos políticos se unem para concorrerem à determinada eleição. Essa estratégia ajuda as legendas que, sozinhas, não conseguem votos suficientes para atingir o quociente eleitoral.

Se o Congresso decidir pelo fim do voto proporcional em lista aberta, "perdem sentido as coligações para eleger deputados e vereadores", conforme explica o senador Francisco Dornelles.

Na votação em lista fechada, os eleitos seguem a ordem definida pelo partido e, no sistema distrital, o que prevalece é a eleição do candidato mais votado.

Fonte: Agência Senado

"A DUVIDA DA GOVERNADORA"

Governo Rosalba Ciarlini está prestes a completar três meses sem definir seu líder na Assembléia Legislativa

Faltando 9 dias para completar três meses, o Governo de Rosalba Ciarlini continua sem líder na Assembléia Legislativa.

Talvez seja o Governo que mais tempo tenha passado sem indicar seu líder na Assembléia.

Não se sabe as razões da demora da governadora em indicar o líder da bancada governista na AL.

Nomes existem. São opções da governadora para atuar como líder governista na AL os deputados José Dias(PMDB), Getúlio Rêgo(DEM) e Leonardo Nogueira(DEM).

A expectativa é que antes de completar três meses à frente do Governo, Rosalba anuncie o nome do líder da situação no Poder Legislativo do Estado, até porque as Comissões Permanentes começam a ser definidas e alguns projetos, como o Fundo Garantidor da Copa de 2014, deve ser votado até a próxima semana.

publicado ás 10:55

Curtas do Blog...Curtas do Blog...Curtas do Blog...

Pagamento – A governadora Rosalba Ciarlini ainda não anunciou o calendário de pagamento do funcionalismo estadual referente ao mês de março. Mas não há nenhum indício de que o pagamento sofrerá atraso. Até agora, mesmo sem um calendário de pagamento definido, Rosalba vem pagando em dia o salário dos servidores.

Copa 2014 – Confirmada para esta terça-feira(22) a realização da audiência pública sobre a Copa de 2014 em Natal. Evento irá acontecer na Assembléia Legislativa, a partir das 9h30, e atende a propositura do deputado Poti Júnior. O Fundo Garantidor da Copa será um dos assuntos da audiência. Representantes do Governo do Estado, da Prefeitura de Natal e de instituições ligadas ao assunto estarão presentes à audiência.

Novo partido - O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, começou neste domingo (20), em Salvador, a coleta de assinaturas para a criação de um novo partido, que será chamado “Partido Social Democrático (PSD)”. Fica uma pergunta: “quem irá comandar o PSD no Rio Grande do Norte?”

PV – Na briga entre os grupos liderados pela ex-senadora Marina Silva e o atual presidente do PV, Luiz Penna, o senador Paulo Davim fica com ex-candidata a presidente da República. E a prefeita Micarla de Souza fica de que lado?

Comando do PV - A briga no PV é pelo comando nacional do partido. Luiz Penna, que está há vários anos na presidência do PV, deu um golpe e adiou para o próximo ano a convenção nacional que seria realizada em julho de 2011. O grupo de Marina se revoltou e até ameaçou deixar o PV. “Tudo indica que estamos caminhando para uma presidência vitalícia, num partido que é parlamentarista”, desabafou o deputado federal Alfredo Sirkis(RJ). Acrescentando: “É desalentador, porque 2012 é ano eleitoral e dificilmente a executiva convocará uma convenção.”

Campanha - Nesta segunda-feira(21), véspera do Dia Mundial da Água, que transcorre nesta terça-feira(22),o Ministério Público Estadual lança a campanha educativa do Selo Verde. A proposta é incentivar o consumidor a abastecer apenas em postos de combustíveis que não poluem a água do subsolo. Os vazamentos de gasolina e óleo lubrificante despejam no lençol freático substâncias químicas que podem provocar câncer. Lançamento irá ocorrer às 8h30, na Procuradoria Geral de Justiça.

Selo Verde - Durante dois anos, a Promotoria de Defesa do Meio Ambiente, UFRN e Semurb fizeram levantamentos da poluição. O MP criou termos de ajustamento de conduta (TAC) para que todos os 109 postos da capital adotassem medidas de proteção ambiental. Agora, o posto que estiver dentro das normas vai receber um selo verde de posto ecologicamente correto.

Ceará-Mirim – O ex-secretário de Agricultura e atual chefe de gabinete do deputado estadual Gustavo Fernandes, Marcílio Dantas, é candidatíssimo a prefeito de Ceará-Mirim em 2012.

Nomes - Em conversa com o blog, Marcílio acredita que o futuro prefeito de Ceará-Mirim sairá entre os seguintes nomes: o dele, claro; o da ex-prefeita Edinólia Melo; o do prefeito de Cruzeta José Sally de Araújo; o da ex-vereadora Leonor Câmara; e o do atual chefe do executivo cearamirinense Antônio Peixoto. A conferir.

Paulo Vagner – Perguntar não paga imposto: “por onde anda mesmo o deputado federal Paulo Vagner?”. Até agora a atuação do parlamentar tem sido apagada.

Interiorização da Fecam - Presidente récem-eleito da Federação das Câmaras Municipais do Rio Grande do Norte (Fecam), o vereador Edivan Martins, assinou neste domingo(20), na Câmara Municipal de Mossoró, o termo de posse da nova diretoria da entidade para o biênio 2011/2012. Acompanhado do seu 1º vice-presidente e presidente da Câmara de Mossoró, vereador Francisco José Júnior, Edivan Martins iniciou o trabalho de descentralização dos atos da Fecam.

Seridó - Nesta segunda-feira, Edivan Martins visita outras câmaras do Oeste e vai até a região do Seridó oficializar a nova diretoria da FECAM/RN, dando uma prova que atuará fortemente para interiorizar a federação. O ato solene de posse da nova diretoria da Fecam em Natal irá acontecer na próxima sexta-feira(25).

Candidato - Edivan deve ser candidato a deputado estadual em 2014. Foi assim como Rogério Marinho e com Dickson Nasser. Rogério presidiu a Fecam e disputou a deputação federal, conseguindo se eleger. Já Dickson, que também foi presidente da Fecam, canditou o filho, Dibson Nasser, que foi eleito deputado estadual.