29 de jan de 2013

TERMINANDO O DIA COM DUAS ENQUETES NO AR !!!!!! VOTEM !!!!


Pesquisa Consult: SE A ELEIÇÃO FOSSE HOJE A GOVERNADORA PERDIA A REELEIÇÃO




A pesquisa Consult traçou o cenário do embate direto entre a governadora Rosalba Ciarlini e o vice-governador Robinson Faria. Venceria o vice.
Eis os números:
ROBINSON FARIA 35.76%
ROSALBA CIARLINI 18.18%
NENHUM 27.65%
NÃO SABE DIZER 18.41%


* EITA QUE A SITUAÇÃO DA GOVERNADORA É COMPLICADA*





Pesquisa Consult: Governo Rosalba recebe nota zero de 34,18% dos entrevistados

A pesquisa Consult, divulgada hoje, questionou as pessoas sobre a nota que dariam para o Governo Rosalba Ciarlini.
34,18% dos entrevistados afirmaram nota zero.
Veja os números completos:
ZERO 34.18%
NOTA 01     4.18%
02      6.71%
03     9.18%
04        7.12%
05       15.12%
06        5.88%
07              4.82%
08         5.65%
09          1.35 %
10         3.88%
NÃO SABE DIZER          1.94%


Do panorama politico

Pesquisa aponta que 23,29% dos potiguares dão nota 5 para Educação no Governo Rosalba

A pesquisa Consult mostrou que quase 25% dos potiguares dão nota 5 para gestão na Educação no Governo Rosalba Ciarlini.
Veja os números
NOTA ZERO 17.88%
NOTA 01 1.82 %
NOTA 02 6.41%
NOTA 03 10.94%
NOTA 04 10.35%
NOTA 05 23.29 %
NOTA 06 9.35 %
NOTA 07 6.53%
NOTA 08 7.59 %
NOTA 09 1.88 %
NOTA 10 3.12 %
NÃO SABE DIZER 0.82 %


Do panorama politico

Pesquisa Consult: 31,6% dos potiguares dá nota zero para gestão da saúde no Governo Rosalba

A pesquisa Consult quantificou por nota a qualificação dos potiguares para alguns segmentos da administração estadual. Para a gestão na saúde, 31,06% dos entrevistados colocaram nota zero.
Veja os números:

NOTA ZERO 31.06%
NOTA 01 5.76%
NOTA 02 9.24%
NOTA 03 12.76%
NOTA 04 7.29%
NOTA 05 15.88%
NOTA 06 6.12%
NOTA 07 3.35%
NOTA 08 4.65%
NOTA 09 1.12%
NOTA 10 2.24%
NOTA NÃO SABE DIZER 9 0.53%


Do panorama politico

Governo Dilma Rousseff é aprovado por quase 80% dos potiguares




29 de janeiro de 2013 às 09:57

Governo Dilma Rousseff é aprovado por quase 80% dos potiguares

A administração da presidente Dilma Rousseff tem uma ampla aprovação dos potiguares. Foi isso que revelou a pesquisa Consult, divulgada hoje.
Veja os números:
APROVA 78.88%
DESAPROVA 13.24%
SEM OPINIÃO FORMADA 7.88%

Do panorama politico

Pesquisa Consult mostra que desaprovação da governadora Rosalba supera 70%

A pesquisa Consult, divulgada hoje, mostrou que a desaprovação da governadora Rosalba Ciarlini supera a marca dos 70%. Os números são os seguintes:
APROVA 18.53%
DESAPROVA 71.71%
SEM OPINIÃO FORMADA 9.76%


DO PANORAMA POLITICO

Consult: 47l,1% da população aponta saúde como o principal problema

A pesquisa Consult divulgada hoje mostra que o principal problema apontado pela população potiguar é a saúde. Quase 50% das pessoas citaram essa resposta.
Veja os números:

SAÚDE 47.1%
SEGURANÇA PÚBLICA 30.6%
DESEMPREGO 12.5%
A SECA/ABASTECIMENTO D’AGUA 9.4%
EDUCAÇÃO 5.8%
SANEAMENTO BÁSICO 3.6%
TODOS 3.1%
OUTRO 2.5
NÃO SABE DIZER 1.4%
MORADIA 0.8%
ESTRADAS 0.6%


DO PANORAMA POLITICO
 

Sobre a sucessão 2014, pesquisa Consult mostra que Rosalba Ciarlini lidera rejeição

O Instituto Consult, em pesquisa divulgada hoje, questionou os entrevistados sobre a rejeição dos possíveis candidatos ao Governo em 2014. A liderança nesse quesito é da governadora Rosalba Ciarlini.
Veja os números:
ROSALBA CIARLINI 47.9%
VILMA DE FARIA 13.4%
HENRIQUE ALVES 4.4%
ROBINSON FARIA 3.8%
GARIBALDI FILHO 3.4%
CARLOS EDUARDO 2.4%
TODOS 5.6%
NÃO SABE DIZER 22.1%

Do panorama politico

No embate direto Carlos Eduardo e Rosalba Ciarlini, vence o prefeito de Natal

O Instituto Consult mostrou o cenário de um embate direto entre o prefeito de Natal Carlos Eduardo e a governadora Rosalba Ciarlini. Nesse caso, o prefeito venceria no pleito 2014.
Veja os números:
CARLOS EDUARDO 42.82%
ROSALBA CIARLINI 17.53%
NENHUM 23.06%
NÃO SABE DIZER 16.59%

Do panorama politico

Na pesquisa Consult, no duelo direto Robinson Faria e Rosalba Ciarlini, vence o vice-governador

A pesquisa Consult traçou o cenário do embate direto entre a governadora Rosalba Ciarlini e o vice-governador Robinson Faria. Venceria o vice.
Eis os números:
ROBINSON FARIA 35.76%
ROSALBA CIARLINI 18.18%
NENHUM 27.65%
NÃO SABE DIZER 18.41%

Do panorama politico

No cenário 2014, Wilma de Faria enfrentando Rosalba Ciarlini, vence a vice-prefeita de Natal

O Instituto Consult, em mais um cenário sobre o pleito 2014, mostrou o duelo direto de Wilma de Faria com a governadora Rosalba Ciarlini. Nesse caso venceria a vice-prefeita de Natal.
Veja os números:
VILMA DE FARIA 46.94%
ROSALBA CIARLINI 16.12%
NENHUMA 22.59%
NÃO SABE DIZER 14.35%

Do panorama politico

Na disputa pelo Governo, Garibaldi Filho vence o embate direto com Wilma de Faria

O Instituto Consult sobre o pleito 2014 colocou no duelo o ministro da Previdência Garibaldi Filho e a vice-prefeita de Natal Wilma de Faria. Nesse novo cenário traçado, a liderança é do peemedebista.
Veja os números:
GARIBALDI FILHO 38.24%
VILMA DE FARIA 29.82%
ROSALBA CIARLINI 9.53%
NENHUM 11.88%
NÃO SABE DIZER 10.53%

Do panorama politico

No segundo cenário da pesquisa 2014, Carlos Eduardo lidera com 27,35%, Robinson de Faria é segundo

No segundo cenário traçado pela pesquisa Consult, a liderança é do prefeito de Natal Carlos Eduardo. O vice-governador Robinson Faria fica em segundo.
Veja os números:
CARLOS EDUARDO 27.35%
ROBINSON FARIA 23.53%
ROSALBA CIARLINI 14.94%
NENHUM 18.00%
NÃO SABE DIZER 16.18%

Do panorama politico

Pesquisa Consult sobre o pleito 2014: Wilma de Faria lidera com 38,29%, Robinson é o segundo

Divulgada pesquisa Consult sobre o pleito 2014. No primeiro cenário, a vice-prefeita de Natal Wilma de Faria lidera a intenção de votos.
Veja os números:
VILMA DE FARIA 38.29%
ROBINSON FARIA 17.18%
ROSALBA CIARLINI 12.88%
NENHUM 17.65%
NÃO SABE DIZER 14.00%

Do panorama politico

'Pedirei revogação de prisão dos secretários', diz procurador do RN

O procurador-geral do Rio Grande do Norte, Miguel Josino, disse que os mandados de prisão para os dois secretários de estado ainda não foram cumpridos, e que tais ordens não são necessárias. Isso porque a decisão judicial de ajustar os salários dos servidores já  foi cumprida, segundo ele, em 21 de janeiro. O procurador acrescentou que está elaborando na noite desta segunda-feira (28) o pedido de revogação de prisão, o qual espera ser acatado pelo desembargador Virgílio Macedo Júnior.

O procurador-geral afirmou que as provas do cumprimento da decisão judicial só chegaram ao conhecimento do desembargador nesta segunda, depois que o mesmo já havia decretado os mandados de prisão contra Antônio Alber da Nóbrega e Francisco Obery Rodrigues Júnior, respectivamente secretários de Administração e Recursos Humanos e Planejamento e Finanças.
"Estou aqui com o processo em mãos. O secretário Alber [secretário de Administração e Recursos Humanos] enviou os contra cheques dos 23 servidores que impetraram a ação. É a prova de que ele compriu a decisão judicial, reajustando os salários. Ele compriu a decisão em 21 de janeiro, emitiu ofício comunicando a ação em 23 de janeiro, mas o desembargador tomou conhecimento hoje (28)", declarou Miguel Josino.

Quanto ao mandado de prisão contra Francisco Obery Rodrigues, secretário de Planejamento e Finanças, o procurador-geral considerou tal ação ilegítima. "O mandado contra ele é ilegítimo. Ele não tem poder de decisão sobre a folha de pagamento do estado", justificou o procurador-geral.
Miguel Josino disse ainda, que os documentos que provam o cumprimento da decisão judicial já estão com o desembargador Virgílio, e que este, deverá reconsiderar a decisão. "Eu espero que o desembargador reconsidere, uma vez que não há descumprimento de decisão judicial. O secretário a cumpriu em 21 de janeiro", repetiu o procurador-geral.

Prisão da governadora também foi pedida e depende do STJ

A SAÚDE EM TODO O BRASIL !!!!!!!

Um estudo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgado nesta sexta-feira (19), concluiu que a qualidade dos serviços de saúde prestados para pobres e ricos é tão desigual no Brasil que divide o país em dois.
Segundo Marco Antônio Andreazzi, médico sanitarista e pesquisador do IBGE, há diferenças marcantes quando se compara a qualidade dos equipamentos e profissionais entre as classes sociais e o setor público e privado.

- O país tem dois Brasis se considerarmos os tipos de serviços prestados. Há um excesso de equipamentos sofisticados nos planos privados [que se concentram nas regiões mais ricas] e locais em que faltam equipamentos básicos.

Um desses fatores, segundo ele, é o número de leitos disponíveis. De acordo com a pesquisa AMS (Assistência Médico-Sanitária), entre 2005 e 2009, o país perdeu 11.214 leitos nos estabelecimentos de saúde, o que explica as grandes filas nas sete principais capitais (São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Brasília, Fortaleza, Belo Horizonte e Curitiba) do Brasil. Nesses municípios, há estimativa de que 170 mil pessoas terão de esperar até cinco anos por uma cirurgia não emergencial.

O número total de leitos é de 431.996, dos quais 35,4% em instituições públicas e 64,6% em hospitais privados. A maioria dos leitos (54,2%) está distribuída na região Sudeste (onde se concentra a população de maior renda), seguida das regiões Nordeste (19,4%), Sul (15%), Centro-oeste (6,7%) e Norte (4,6%).

A região também lidera o ranking que avalia os postos de trabalho em estabelecimentos de saúde voltados para pessoas com nível superior. Ao todo, 51,4% estão no Sudeste. O Nordeste e o Sul vêm em seguida com 21,4% e 15,2%, respectivamente. O Centro-Oeste e o Norte ficam com a menor parcela de profissionais capacitados, com 7% e 5% respectivamente.

Apesar de o Nordeste vir na segunda posição, os serviços de melhor qualidade estão concentrados nas capitais, em bairros cujo poder aquisitivo da população é maior.

Esse cenário fica claro quando analisados dados de postos médicos por mil habitantes. Os piores resultados ficam no Maranhão (1,3 para cada mil habitantes), no Pará (1,7 para cada mil pessoas) e Ceará (1,8 para cada mil habitantes).
Ainda segundo a pesquisa, as famílias brasileiras financiam a maior parte dos gastos de saúde no país. Cerca de R$ 128 bilhões (57,4%) saíram do bolso dos brasileiros, enquanto R$ 93 bilhões vieram do setor público, em dados de 2007. O dado reflete os gastos com planos de saúde.
*O MAIS INTERESSANTE É QUE DESDE DESSA ULTIMA PESQUISA ATÉ AQUI NADA MUDOU*

Walter Alves ganha espaço e assume a vice-presidência estadual do PMDB

Mesmo sendo um domingo véspera de Natal, a Convenção Estadual do PMDB, que foi cartorial, reuniu muitos correligionários de todo Rio Grande do Norte para saudar a executiva do partido que reconduziu o deputado federal Henrique Eduardo Alves, presidente, e elegeu o deputado estadual Walter Alves, 1º vice-presidente do PMDB.A governadora do RN, Rosalba Ciarlini foi prestigiar o evento, assim como o presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Motta, o deputado Tomba Farias, os secretários de Estado Rogério Marinho (Desenvolvimento Econômico), Luiz Eduardo Carneiro (Trabalho, Habitação e Ação Social), Kátia Pinto (Infraestrutura) e pemedebistas históricos, além de militantes do partido da mobilização democrática brasileira. Na ocasião, o ex-governador e ex-senador pelo RN, Geraldo Melo, foi eleito presidente de honra do partido, o deputado federal e líder do partido na Câmara Henrique Eduardo Alves foi reconduzido por aclamação à presidência do partido e o deputado estadual e líder do PMDB na Assembleia, Walter Alves, foi eleito primeiro vice-presidente.  Coube ao presidente do partido Henrique Eduardo Alves conduzir a convenção. Henrique agradeceu a todos os presentes e enfatizou que o PMDB é um partido unido, o maior do RN e na última eleição fez 52 prefeitos no Estado. Para o deputado estadual Walter Alves, o PMDB é um partido forte nacionalmente e histórico para os norte-rio-grandenses. "É com satisfação e muita responsabilidade que contribuo com o partido sendo o 1º vice-presidente", disse Walter Alves.  O ministro da Previdência Social, senador-licenciado Garibaldi Alves maior liderança do partido também compareceu à convenção e disse que o fato de Walter Alves ter sido o escolhido para exercer a primeira vice-presidência do partido o deixa numa alegria muito grande. Garibaldi enfatizou ainda que em Março o partido se reunirá e juntos tomaram decisões importante para o ano de 2013. "Essas decisões serão uma preparatória para as eleições de 2014", disse Garibaldi.

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte decreta prisão de Álber e Obery

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte decretou a prisão dos secretários estaduais de Administração e Recursos Humanos, Antonio Alber da Nóbrega; e do Planejamento e Finanças, Francisco Obery Rodrigues Júnior.
  Segundo decisão do desembargador Virgílio Macedo Júnior, a prisão em flagrante foi decretada por "reiterados descumprimentos de decisões judiciais que determinam a concessão de reajuste salarial a servidores públicos estaduais, conforme a Lei Complementar nº 432/2010, que instituiu o Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração dos Órgãos da Administração Direta do Poder Executivo, e que não vinha sendo respeitada pelo Governo do Estado".
  Segundo informou o judiciário em nota, já houve tentativa do cumprimento do mandado de prisão, mas nenhum dos dois secretários foram encontrados pela polícia.
 Na decisão, o desembargador alega que tentou coagir os secretários a que cumprissem a decisão, por meio da imposição de multa.
  Destacou também que não foi o primeiro caso de descumprimento de decisão judicial por parte dos secretários estaduais e que eles "sequer apresentaram justificativas para sua omissão ou inércia, o que revela total desídia no cumprimento de suas obrigações funcionais, além de descaso para com os atos proferidos pelo Poder Judiciário".
  Na primeira decisão, os dois secretários foram notificados nos dias 10 e 12 de dezembro sobre a liminar que determinava o reajuste imediato nas remunerações, inclusive com a fixação de multa diária no valor de R$ 1.000 a cada uma das autoridades em caso de descumprimento. Entretanto, segundo o TJ, não houve o cumprimento da determinação.
  Segundo a determinação, quando forem presos, os secretários deverão ser recolhidos ao Quartel do Comando da Polícia Militar, após realizarem exames de corpo de delito no Instituto Técnico-Científico de Polícia do Rio Grande do Norte.
  A decretação da prisão foi decidida após mandado de segurança liminar ingresso por vários servidores públicos estaduais. O pedido foi feito por dois advogados: Manoel Batista Dantas Neto e João Helder Dantas Cavalcanti. Eles representaram os funcionários públicos afetados pelo não cumprimento da lei.
 Segundo os advogados, essa teria sido a "última medida para cumprimento da ordem judicial, já que repetidas decisões do Tribunal de Justiça proferidas por outros desembargadores foram descumpridas, assim como a aplicação de multas não vinham surtindo os efeitos desejados pelo sistema jurídico." Ainda segundo a ação, o governo do Estado teria concedido, desde setembro de 2010, apenas 30% do aumento salarial que seria assegurado pela lei.
  Em nota oficial, o governo do Estado disse estar "surpreso" com a decisão da Justiça e destacou que a "honradez, lisura, honestidade e idoneidade" dos acusados de descumprimento judicial são "inquestionáveis."
  "Os dois secretários têm longa experiência profissional, tendo ocupado diversos cargos na administração pública e na iniciativa privada, sempre desempenhando suas atividades com zelo e probidade", informou.
  Sobre a acusação de descumprimento de decisão judicial, o governo alega que o plano de cargos, carreiras e salários foi aprovado às vésperas das eleições de 2010 e "não atende aos critérios da Lei de Responsabilidade Fiscal e não condiz com a realidade financeira do Estado".
  Ainda segundo a nota, o Estado recorreu de todas as decisões judiciais e aguarda decisão definitiva da Justiça. "Os dois secretários, ao aguardarem o desfecho dos recursos judiciais, estão defendendo o equilíbrio das finanças públicas e também agindo em defesa do Estado do Rio Grande do Norte".


Deu na gazeta do oeste 

Revista denuncia Renan e Henrique

A edição desta semana da revista Época traz escândalos de corrupção envolvendo o deputado federal Henrique Alves (PMDB) e o senador Renan Calheiros (PMDB/AL), considerados favoritos para as eleição da Câmara e do Senado.
De acordo com a publicação da Editora Globo, o potiguar e o alagoano ajudaram na liberação de R$ 77 milhões para obras da barragem Duas Bocas/Santa Luzia, no Rio Pratagy. O trabalho deveria ser feito pela empreiteira Guatamo do empresário empreiteiro Zuleido Veras, flagrada num esquema desvendado pela "Operação Navalha". Depois de receber R$ 30 milhões, a obra parou.
A liberação dos recursos foi monitorada por assessores de Henrique e Renan. A constatação foi feita por meio de interceptações da Polícia Federal. Numa delas Francisco Bruzzi, assessor e braço direito de Henrique, fala com Zuleido Veras que informa ao assessor o material estava para chegar. "Ainda bem, porque o homem está me cobrando", diz Bruzzi. Para a revista Época, o "homem" é Henrique Alves. Em outra, Zuleido fala no envio de R$ 20 mil para Henrique via Bruzzi. "Tá indo aí (o dinheiro)… Você vai passar pra Bruzzi, tá?". Tereza confirma: "Ok… Esse outro (Bruzzi) é só ligar para ele e ele passa aqui, né?".
Em outra conversa é definida a propina sendo R$ 100 mil para o assessor de Renan e R$ 20 mil para Henrique.
À revista Época, nem Renan Calheiros nem Henrique quiseram se pronunciar sobre a denúncia.

Izabel Montenegro afirma que deixará cargo de secretária municipal se PMDB e DEM romperem

Secretária municipal de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Izabel Montenegro (PMDB) disse no Observador Político de ontem que se o PMDB romper com a governadora Rosalba Ciarlini (DEM), ela deixa a administração de Cláudia Regina. "Tenho dito em todas as entrevistas que na hora que meu partido tomar uma decisão coloco meu cargo à disposição. O PMDB indicou três cargos. Entrego o meu por uma questão de ética", frisou.
Ela disse que já comunicou isso à prefeita Cláudia Regina, que afirmou não aceitará o pedido. "A prefeita deixou bem claro que contou com o PMDB nessa vitória e quer contar conosco", destacou.
Questionada por um ouvinte/telespectador se ela traiu os eleitores ao se licenciar para ir para o primeiro escalão, Izabel disse que viu a oportunidade de fazer um trabalho relevante. "Não deixei de ser vereadora para dar oportunidade a um companheiro assumir. O mandato é do partido. Pensei muito em assumir por conta de meu problema de saúde, mas o partido fez um chamamento e me fez ver que poderia muito colaborar na secretaria porque não pude fazer nem um terço do que poderia ter feito. Deixei claro à prefeita Cláudia Regina que não queria ser uma rainha da Inglaterra", afirmou.
A secretária disse que a luta dela será para municipalizar as ações para a geração de emprego e renda. "Isso vai ser um grande diferencial para a gente", frisou.
Sobre qualificação profissional, ela disse que o trabalho deve ser voltado para as vocações de Mossoró e região. "A gente tem que ir em cima das vocações econômicas. Não adianta ficar dando cursos sem ter qualidade. O Senac oferece todos os anos bolsas para cursos de qualificação. Quando fui presidente da Funger contratamos um instrutor para a área de marcenaria e não conseguimos nem preencher a primeira. É preciso entender as vocações", analisou.
A secretária declarou ainda que pretende suplementar mais de R$ 300 mil. "Com R$ 200 mil não dá para fazer cursos de qualificação. A prefeita foi vereadora e conhece os problemas da cidade. Estamos pedindo uma suplementação de pelo menos mais de R$ 300 mil", avaliou.

O pacote de bondades da presidente Dilma

Da Folha Online:

Diante de milhares de prefeitos, a presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira (28) que não admite discriminação com base em opção “política, religiosa ou esportiva” e prometeu um pacote de bondades de R$ 66,8 bilhões para investimentos em diferentes áreas. As promessas foram tratadas como “boas notícias” pela presidente.
Ela anunciou ainda que vai promover este ano o encontro de contas de pelo menos 833 municípios, zerando a dívida previdenciária dessas cidades com prestações de até R$ 500 mil mensais a partir de março.

A promessa da presidente, feita no encontro promovido pelo governo federal com os prefeitos eleitos no ano passado, é liberar os R$ 66,8 bilhões ainda no início do mandato dos novos administradores municipais.

Dilma explicou que R$ 35,5 bilhões são para obras de saneamento, pavimentação e mobilidade urbana, já selecionadas no final de 2012. “No inicio de fevereiro, os valores de cada município selecionado serão divulgados e imediatamente estarão liberados para que essas obras sejam executadas pelos senhores o quanto antes”, afirmou a presidente, sem dizer de onde vai sair essa verba.
Os R$ 30,3 bilhões restantes serão destinados numa nova seleção para investimentos, a ser feita este ano. “Também aqui não há tempo a perder e será necessário elaborar projetos”, afirmou a presidente.

TRE designa juízas eleitorais para comarcas de Areia Branca, Apodi e Macaíba



O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, desembargador João Rebouças, designou novas Juízas de Direito para as 32ª , 35ª  e 5ª Zonas Eleitorais.
Para a 32ª, com sede em Areia Branca, foi nomeada a juíza Uefla Fernanda Duarte Fernandes.
Para a 35ª, em Apodi, a juíza Kátia Cristina Guedes Dias.
E para a 5ª Zona, sediada em Macaíba, a juíza Luiza Cavalcante Passos Frye Peixoto.
Na sessão desta segunda-feira, a Corte ainda aprovou o nome do juiz Artur Cortez para Ouvidor Titular, em substituição ao juiz Ricardo Procópio.
O Ouvidor Substituto será Verlano Medeiros.

fonte: tre/rn