31 de out de 2013

Para superintendente da Conab, milho enviado para o RN é insuficiente


Na segunda quinzena de novembro, chegará ao Rio Grande do Norte uma remessa de milho, após o leilão realizado no último dia 24 pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). As 4,7 mil toneladas destinadas ao Estado estão estocadas em vários armazéns do Mato Grosso e de Goiás.
Segundo o superintendente da Conab no RN, João Maria Lúcio, Natal receberá 2,2 mil toneladas, Mossoró 1,5 mil toneladas e Currais Novos, mil. As quantidades e os destinos foram definidos pelo órgão em Brasília, e de acordo com João Maria não atendem a demanda do Estado.
“Essa quantidade não é suficiente. Cada unidade deve receber três mil toneladas a cada mês e Natal tem que receber cinco mil. Não é suficiente”, afirma o superintendente.
No momento da entrevista, João Maria conta que está em Brasília para tratar das remessas dos alimentos para o Rio Grande do Norte e busca mudanças. “Falta repasse de dinheiro da Casa Civil”, completa.
O superintendente adianta que dia 6 de dezembro acontecerá um novo leilão, com 5,7 mil toneladas que serão repassadas para os municípios de Natal, João Câmara, Assu, Umarizal, Caicó e Lages.
Fonte: Portal no Ar

Nenhum comentário:

Postar um comentário