28 de mar de 2012

Governo vai investigar “internet de ninguém”


O procurador geral do Estado Miguel Josino Neto resolveu colocar a lupa no programa de internet gratuita lançada no Rio Grande do Norte durante a administração Wilma de Faria.

Na época, o processo contendo contrato de R$ 1, 4 milhão foi todo viabilizado pela Secretarai de Saúde. Isso mesmo s a ú d e. O que a ver?

Josino tenta agora junto ao Tribunal de Contas do Estado chegar a uma conclusão sobre essa engenharia feita no Governo passado.O contrato não foi encontrado.

- “Foi feita licitação? Que equipamento foi adquirido? Tenho muitas dúvidas. E estou preocupado porque afinal, R$ 1,4 milhão em 2009 era muito dinheiro:, disse o procurador ao Novo Jornal.

postado por cleumy candido fonseca ás 15:15

Nenhum comentário:

Postar um comentário