27 de dez de 2011

Programa do Leite reduz atendimento e aflige famílias

O Programa do Leite está mesmo em vias de desmanche no Rio Grande do Norte.

Mossoró é um exemplo desse crime contra a economia ruralista e os mais carentes que se beneficiam desse importante serviço público.

O município chegou a ser atendido com abastecimento de 13.600 famílias por dia e hoje não passa de 6.400.

Crianças, idosos, enfermos etc. estão sendo vítimas desse desatino.

E tem alguns detalhes: nem sempre a entrega é feita diariamente e há casos em que o produto aparece em horários distintos, a ponto de chegar à noite a casa de alguns beneficiados.

O Programa do Leite assistia a 155 mil famílias diariamente. Hoje, segundo informações de fontes ligadas ao setor de beneficiamento do produto, estaria oscilando entre 70 e 80 mil litros/dia.

Nota do Blog – Confesso que não sei o que passa pelo comando do Governo do Estado.

O Programa do Leite já tinha sido desativado no segundo Governo José Agripino (DEM) – 1991-1994 -, mas foi retomado sem solução de continuidade por Garibaldi Filho (PMDB), Fernando Freire (PMDB), Wilma de Faria (PSB) e Iberê Ferreira (PSB).

Agora, marcha pro fim.

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 10:54

Nenhum comentário:

Postar um comentário