23 de dez de 2011

Mossoró: Por recusar a deixar cargo no Governo do DEM, advogado Paulo Linhares será expulso do PT

O advogado Paulo Linhares será expulso do PT de Mossoró. Linhares assumiu um cargo de confiança no Governo da prefeita Fafá Rosado(DEM) e foi advertido pelo partido, que deu um prazo de 48 horas, a partir do último sábado, para o advogado escolher entre permanecer no PT ou ficar com o cargo na gestão do DEM.

"O prazo já terminou. Então vamos iniciar o processo de desfiliação de Paulo Linhares na executiva do partido. Seguiremos o que está previsto no estatuto. Será tudo dentro da legalidade", disse o presidente do PT de Mossoró, Valdomiro Morais, em entrevista ao jornal O Mossoroense.

Paulo Linhares assumiu a coordenação do sistema de previdência da Prefeitura de Mossoró(Previ-Mossoró).

Agora, Linhares não quer deixar o PT e nem soltar a boquinha na Prefeitura do DEM. "Ele quer servir ao PT e ao DEM ao mesmo tempo. Isso é incompatível", frisa um dirigente petista.

Durante o processo de expulsão, Paulo Linhares poderá se defender e recorrer à direção estadual e nacional do PT.

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 10:56

Nenhum comentário:

Postar um comentário