8 de mar de 2017

"Encontramos débitos de quase R$ 1 milhão", afirma prefeita Elijane em pronunciamento na Câmara Municipal





Durante pronunciamento que marcou a abertura do Ano Legislativo na Câmara Municipal de Umarizal (CMU), nesta terça-feira (07), a prefeita Elijane Paiva (DEM), afirmou que o principal agravante no início de sua gestão foi o rombo nas contas públicas que ultrapassa a casa de R$ 1 milhão.

"Essa situação impõe que, no início de nossa gestão, façamos uma política de redução de investimento e austeridade na aplicação dos recursos para custeio da máquina municipal e programas, isso sem falar na garantia de merecidas conquistas para os nossos servidores", destaca a gestora municipal.

Segundo a democrata, as principais dívidas herdadas da gestão anterior foram com o Instituto Nacional de Previdência Social (INSS), que contabiliza uma dívida superior a R$ 753 mil, CAERN, com R$ 205 mil em atraso, Banco do Brasil, que somente em tarifas na conta PAG, a PMU devia mais de R$ 108 mil, além de precatórios e bloqueios judiciais.

Em outro trecho de seu pronunciamento, a prefeita Elijane revelou que "o caos financeiro encontrado se soma ao sucateamento da estrutura municipal, quando até postos de saúde e escolas carecem de melhorias estruturais urgentes".

"Com a falta de informações negadas durante a transição, assumimos a prefeitura impossibilitada de acesso aos mais básicos dados da gestão, como contas bancárias, folha de pagamento, folha de servidores, onde até mesmo programas que trariam esses informes foram apagados de computadores", acrescenta.

A chefe do Executivo Municipal, encerrou a primeira parte de seu pronunciamento mostrando consciência e maturidade diante dos desafios à frente da Prefeitura. "Sei da responsabilidade que temos e que a nossa eleição se deveu a crença da população de que era chegado o momento de mudar e dar oportunidade ao munícipio de voltar a ser uma cidade pujante".


"Relatei a situação encontrada para repor a verdade, e dizer que estamos conscientes das dificuldades e da busca que vamos fazer pela recuperação do município. Não vamos olhar no retrovisor", finaliza Elijane Paiva.

Foto: Raniele Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário