21 de nov de 2016

Governo irá criar Fórum Permanente com estudantes do Rio Grande do Norte

Governador Robinson Faria recebeu integrantes da UBES e estudantes que vinham ocupando a Secretaria de Estado da Educação e da Cultura
unnamed
Robinson recebe estudantes

O governador Robinson Faria recebeu em reunião, no final da tarde desta sexta-feira (18), integrantes da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e estudantes que vinham ocupando a Secretaria de Estado da Educação e da Cultura. O objetivo foi debater pontos da pauta proposta pelos alunos e encerrar as ocupações nas escolas públicas do Rio Grande do Norte. Como encaminhamento principal ficou decidido que na próxima semana a portaria que cria o Fórum Permanente para diálogo entre governo e movimentos estudantis deverá ser publicada no Diário Oficial do Estado (DOE).

Além disso, foram discutidos pontos como a Medida Provisória 746 (reformulação do ensino médio), passando pela organização da rede e criando matrizes e referências básicas próprias do estado, com a ressalva à implantação das escolas em tempo integral. Também foram abordados temas como o redimensionamento e melhoria da infraestrutura das escolas, e ficou acordado que as entidades estudantis farão um levantamento dos alunos que participaram das ocupações e apresentar à Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC), com a possibilidade de compensação das faltas verificadas durante o período.
O governador Robinson Faria disse que a reunião teve um resultado satisfatório. “O encontro ocorreu em clima de convergência. Nós estamos dispostos a ouvir e dialogar com as entidades e com os estudantes para solucionarmos os problemas, que alguns datam de anos. O mais importante é que conseguimos avançar e dar encaminhamentos importantes”, declarou.
Participaram da reunião também as secretárias titular e adjunta de Educação, Cláudia Santa Rosa e Mônica Guimarães, respectivamente, do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha,  da Comunicação, Juliska Azevedo, o deputado estadual Fernando Mineiro, representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (Sinte/RN), representantes das ocupações das escolas, do Comitê de Juristas pela Democracia, da Comissão dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da Arquidiocese de Natal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário