17 de jul de 2014

HENRIQUE VAI A PAU DOS FERROS OUVIR OS DOIS LADOS DEPOIS DE REUNIÃO ONDE A " UNIÃO DE TODOS" NÃO FOI ENGOLIDA.

 
 
Como o Blog noticiou na semana passada, a equipe precursora do deputado Getúlio Rêgo (DEM), vem se reunindo com os líderes políticos dos municípios considerados mais traumáticos à união DEM/PMDB/PSB…e companhia…
Reuniões feitas para sentir se os eleitores de Getúlio aprovam o apoio a Henrique, desfazendo as oposições do interior e transformando gregos, troianos e desafetos, em amigos de infância até que a morte – prevista para 2016 – os separem…
Em Riacho da Cruz, onde a prefeita Bernadete Rêgo (DEM) não queria ver Henrique nem pintado na cruz do riacho, há quem diga que ela já admite fazer o polegar pra cima, marca registrada das campanhas de Henrique.
E aquela carreata feita no ano passado, com Henrique e o deputado Gustavo Fernandes (PMDB), sem pelo menos avisar à prefeita que o DNOCS chegava na cidade para construir uma passagem molhada, já pode ser considerada…esquecida.
E a qualquer hora uma carreata com Henrique e Bernadete pode tomar conta das ruas de Riacho da Cruz. 
Quem danado mais se lembra da passagem molhada?
 
Ontem em Pau dos Ferros a equipe precursora – na realidade, o ex-prefeito Leonardo Rêgo – fechou uma rua para juntar prefeito, vereadores e, principalmente, militantes.
O prefeito Fabrício Torquato (DEM) é apontado como pouco satisfeito com a história de apoio a Henrique. Ou ao PMDB.
Ele não esqueceu ainda, e na reunião de ontem isso foi lembrado, que o tradicional grupo liderado pela sua mãe, Maria Rêgo, que comandava o PMDB em Pau dos Ferros, perdeu o controle do partido para os agora adversários…que tentam juntar e misturar como se nada tivesse acontecido, até que 2016 os separe de novo.
 
Na reunião de ontem, no meio da rua, que mais parecia dia de jogo de Copa do Mundo, foram muitos os discursos.
Primeiro o de Leonardo Rêgo, engolindo em seco ao afirmar que juntar agora pode ser a solução para Pau dos Ferros.
Depois o do prefeito, a declarar ser 'desconfortável fazer política sem navegar de acordo com a maré', afirmando que o deputado Henrique Alves não é o nome que o seu grupo quer…
Os militantes falaram e falaram muito.
Foram favoraveis a ouvir Henrique, como Leonardo propôs, mas…pelo jeito…num clima de 'tem, mas tá faltando'.
O militante histórico do grupo, daqueles que 'Rêgos e Torquatros' respeitam, Pedro André do DNOCS, levantou para se desculpar com seus líderes e dizer que dessa vez, em o candidato a governador sendo Henrique, ele não os apoiará.
Ficou definido então, que, apesar do desconforto, Henrique vai a Pau dos Ferros na sexta-feira para ouvir o grupo de Maria Rêgo – diga-se o prefeito Fabrício Torquato – e do deputado Getúlio Rêgo, que, diga-se de passagem, já não andam tão unidos como há um ano…
O salão do Hotel Jatobá já foi até reservado, e na sexta, às 18 horas, na hora da Ave Maria (Rêgo), Henrique estará em Pau dos Ferros para ouvir os adversários que ele quer transformar em eleitores.
Não custa nada…
 
Mas, e o grupo liderado pelo ex-prefeito Nilton Figueredo e pelo deputado Gustavo Fernandes, atuais aliados de Henrique em Pau dos Ferros?
Os militantes aliados também serão ouvidos.
Para eles, a reunião será pela manhã, num salão do Hotel Hertz, que também está reservado.
 
Fora Pau dos Ferros, Henrique vai a Riacho da Cruz e Portalegre.
Vai acompanhado do deputado federal Felipe Maia, do estadual Getúlio Rêgo e do ex-prefeito Leonardo.
O senador José Agripino Maia, que anda às voltas com a coordenação geral da campanha do presidenciável Aécio Neves, só chegará ao Rio Grande do Norte na sexta à noite, e por isso não vai poder ir ao Oeste acompanhar as reuniões.
FONTE:THAÍSA GALVÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário