11 de abr de 2012

Prefeito Júnior Rocha desiste de reeleição em Goianinha


O prefeito de Goianinha, Júnior Rocha, do PMDB, não será mais candidato à reeleição no pleito deste ano, cedendo lugar para o ex-prefeito Hudson Lisboa (Dison), do PSD, partido presidido no Estado pelo vice-governador Robinson Faria. A informação é de que após uma conversa que mantiveram recentemente, os dois líderes de Goianinha decidiram em consenso que o candidato a prefeito seria Dison com Júnior Rocha indicando o seu companheiro de chapa. Entretanto, existem duas versões sobre a mudança da chapa em Goianinha. A primeira é de que o ex-prefeito Dison impôs o seu nome ao próprio prefeito Júnior Rocha que teria cedido a pressão do ex-prefeito e retirado sua candidatura à reeleição, que estaria praticamente assegurada pelo trabalho que realiza a frente da Prefeitura de Goianinha, notadamente no setor esportivo. O prefeito Júnior Rocha notabilizou-se pela construção do Estádio Nazarenão, onde o América está realizando seus jogos do Campeonato Estadual e deverá ser usado também na Série B do Campeonato Brasileiro.

A segunda versão, de acordo com fontes próximas aos dois líderes de Goianinha, é de que a decisão foi amigável e partiu da iniciativa do próprio prefeito Júnior Rocha, cedendo espontaneamente a vaga para Dison disputar a prefeitura de Goianinha. A reportagem d ´O JORNAL DE HOJE tentou contato telefônico, tanto com o prefeito Júnior Rocha, quanto com o ex-prefeito Hudson Lisboa (Dison), mas não conseguiu porque os telefones estavam fora de área. O atual prefeito de Goianinha é comerciante, foi vereador e é ligado politicamente ao deputado Henrique Eduardo Alves, que recentemente conseguiu sua filiação para potencializar seu projeto político para 2014, que deverá ser disputar o Governo do Estado ou o Senado.

O ex-prefeito Hudson Lisboa, popularmente conhecido por Dison, é a maior liderança política de Goianinha dos últimos tempos e segue a orientação política do vice-governador Robinson Faria. Recentemente, Dison teve seu nome envolvido com denúncias de corrupção, inclusive chegando a ser detido, mas nada foi comprovado e não existe condenação por nenhum órgão colegiado, daí a certeza de que o ex-prefeito poderá mesmo ser candidato e disputar novamente a Prefeitura de Goianinha.

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 09:57

Nenhum comentário:

Postar um comentário