29 de dez de 2011

José Dias reage às declarações do presidente do DEM e dispara: "José Agripino deveria vestir verde-oliva, pois sua biografia política foi forjada no serviço à ditadura"


DEU NO BLOG OLIVEIRA WANDERLEY

O deputado estadual José Dias(foto), líder do PSD na Assembléia Legislativa, reagiu de forma veemente às declarações do senador José Agripino Maia, presidente nacional do DEM, ao jornal O Estado de São Paulo, e reproduzida aqui no blog.

Na entrevista ao Estadão, na edição de ontem, Agripino afirmou que o DEM não iria fazer coligação com o PSD no pleito de 2012 porque o partido de José Dias não tinha história.

Na opinião do líder do PSD na Assembléia, José Agripino não poderia ter dado uma entrevista tão infeliz.

Declarando que “respeita a trajetória pessoal do senador José Agripino, caracterizada pela sua competência”, José Dias ressaltou que o presidente nacional do DEM tem uma biografia política alicerçada na ditadura militar.

“Eu não gostaria de ter uma biografia política como a do senador José Agripino, forjada no serviço à ditadura militar. O senador é uma cria da ditadura militar”, fuzilou José Dias em entrevista exclusiva ao blog nesta quarta-feira(28).

José Dias foi mais longe e enfatizou que José Agripino deveria vestir verde-oliva, numa alusão à vestimenta utilizada pelos militares.

“Para ser justo, José Agripino deveria vestir verde-oliva, pois se não fossem os generais Golbery do Couto Silva, Ernesto Geisel e João Figueiredo, bem como o padrinho Marco Maciel, pela famosa vinculação dos votos, ele não teria sido prefeito de Natal, governador do Estado e nem senador da República”, disparou José Dias.

E emendou: “Acredito que pelo seu valor intelectual, o senador seria hoje um grande capitão de indústria”.

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 09:10

Nenhum comentário:

Postar um comentário