11 de ago de 2011

Robinson ataca e diz que Agripino está se sentindo o "todo poderoso"


O vice-governador Robinson Faria disparou críticas ao senador e presidente nacional do DEM, José Agripino Maia, por conta do pedido de impugnação, feito pelo democrata, contra o registro do PSD no Rio Grande do Norte. Para Robinson, Agripino quer “provocar um racha no sistema da governadora Rosalba [Ciarlini]”.

Robinson levou os seis deputados estaduais que vão acompanhá-lo na filiação ao PSD (O presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Motta, José Dias, Vivaldo Costa, Raimundo Fernandes, Gustavo Carvalho e Gesane Marinho) para uma conversa com Rosalba, na residência oficial da governadora. Depois do encontro, saiu dizendo que “não há crise” na relação da bancada com a chefe do Executivo do RN.

“Ficou claro que o que aconteceu com [o senador] José Agripino não afeta a [nossa] relação política e administrativa com [a governadora] Rosalba. Pelo contrário, nosso projeto só se fortalece”, declarou.

Agripino

Robinson se disse “decepcionado” com Agripino, afirmou que o senador agiu de forma “unilateral” e acusou o democrata de se sentir “todo poderoso”. Para o vice-governador, o presidente nacional do DEM foi “ingrato”.

“Esse grupo é o mesmo que ele [Agripino] procurou no ano passado para pedir apoio à sua candidatura a senador. Agora esse grupo não presta mais? Ele quer tirar nosso direito de ter uma legenda e fortalecer Rosalba? Ele está se sentindo todo poderoso, porque tem um mandato de oito anos pela frente”, sublinhou.

PSD

O futuro presidente do PSD no RN assegurou que não tem “nenhum temor legal” em relação ao pedido de impugnação feito pelo DEM. Robinson enfatizou que todo o processo de registro do partido “foi feito com perfeição” e minimizou a denúncia das atas clonadas. “Pegue as atas do DEM e do PMDB, por exemplo, que você vai ver que é tudo padronizado. É uma mera formalidade”, argumentou.

Caso queira participar das eleições de 2012, o novo partido de Gilberto Kassab precisa obter o registro junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até o dia 7 de outubro. Para isso, os fundadores precisam apresentar 490 mil assinaturas e criar diretórios em pelo menos nove Estados da Federação.

DO BLOG - É O SENADOR JOSÉ AGRIPINO DO "DEM" PENSA QUE É O TODO PODEROSO, ELE AGORA ENCONTROU UM TODO PODEROSO IGUAL OU TALVEZ MAIS FORTE DE QUE ELE.


POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 10:10

Nenhum comentário:

Postar um comentário