18 de jul de 2011

Robinson Faria: "Conversei com Carlos Eduardo e com Agnelo e começamos a exercitar uma possível parceria"

Em entrevista ao jornal Metropolitano, o vice-governador Robinson Faria(foto) disse considerar natural que alguns partidos não queiram a oficialização do PSD. Ele cita principalmente o DEM, que tem feito de tudo em Brasília para que a criação do PSD não aconteça.

“O PSD está surgindo com boa aceitação popular e também junto às lideranças políticas. Os demais partidos se incomodam porque ninguém quer perder filiados. Mas isso faz parte do jogo democrático. A democracia permite a formação de partidos e permite a livre escolha de qualquer detentor do seu mandato”, diz Robinson.

Segundo Robinson, os entendimentos para a oficialização do PSB como partido político estão acontecendo naturalmente, dentro do prazo, tanto em nível do Rio Grande do Norte como em nível nacional. “Dentro de poucos dias será realizada a convenção estadual”, frisa o futuro presidente estadual do novo partido.

No Rio Grande do Norte, de acordo com Robinson, já são 87 municípios com comissões provisórias preparadas. “Após essas etapas das convenções estaduais, haverá o pedido ao TSE em Brasília da confirmação do PSD já como partido oficial”, frisa o vice-governador.

Robinson ressalta que o PSD pretende criar diretórios em todos os municípios do Estado. "É lógico que isso não vai acontecer de forma milagrosa, em poucos meses, mas até o final do ano esperamos que o partido passe a existir em todo o Rio Grande do Norte. Estamos sendo procurados diariamente, de forma espontânea, por lideranças tradicionais de todas as regiões do Estado”, assinala.

Conversa com Carlos Eduardo

Na entrevista ao Metropolitano, Robinson Faria confirma que recentemente teve uma conversa com o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves(PDT), pré-candidato a prefeito de Natal em 2012.

"Conversei com Carlos Eduardo e com o deputado Agnelo Alves, com quem converso sempre e começamos a exercitar uma possível parceria. Não tem nada definido, não foi nada marcado”, diz Faria.

Robinson afirma que não convidou Carlos Eduardo para ingressar no PSD. “Não foi feito convite para ele se filiar ao PSD, até porque Carlos Eduardo é presidente do PDT, que é um partido tradicional aqui no Estado. Tivemos uma conversa sobre eleição de Natal, mas não tem nada definido", deixou claro o vice-governador.

POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 07:47

Nenhum comentário:

Postar um comentário