24 de abr de 2019

Pague Nosso Dinheiro Prefeita Elijane Paiva (DEM).


Hoje 24 de Abril de 2019 – Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência - os Professores do Município de Umarizal/RN, tem mais um motivo para protestar (55 dias do mês de Março), estamos vivendo um verdadeiro descaso por parte da gestora Sra. Elijane Paiva que traz como seu slogan “Novos Tempos”, mas pratica hábitos de a 20 anos atrás, como o de não pagar os salários em dia há muito tempo. 

Já ouviram falar na expressão “tal pai tal filho?”, pois é, aqui em Umarizal/RN, utiliza-se a seguinte: “tal o marido tal a esposa”, já que a há 20 anos atrás esta mesma Prefeitura deixou 07 (sete) meses de salários atrasados e hoje “a história se repete”, ou pelo menos, começa a se desenhar, pois já estamos chegando a 02 (dois) meses. Os Funcionários da Prefeitura Municipal de Umarizal/RN (“novos tempos”) em especial os professores que de modo proposital, por parte da Prefeita, ignora a relevância dos serviços prestados por esses profissionais, e paga os seus (nossos) salários quando quer. Não é exagero dizer que hoje tem professor passando por sérias dificuldades - claro que não vou ser demagogo e dizer que é meu caso, pois felizmente tenho outras fontes de renda - mas quem sobrevive apenas desse salário para manter uma família? Mesmo assim, o Professor levanta-se cedo para trabalhar, porque ao contrário da prefeita, nós temos respeito pelos nossos alunos, pelos pais e por toda as famílias que confiam seus filhos na Rede Municipal de Ensino. 

 Vivenciamos diariamente nas escolas do Município de Umarizal/RN -“novos tempos”- professores com problemas emocionais, psicológicos ansiedade e crises nervosas, por não saber se quando chegar em casa, ainda vai ter o privilégio de usufruir de energia elétrica, água encanada, se o botijão de gás dá pra fazer sua comida, ou se ainda vão conseguir negociar com seu credores, uma vez que não há previsão ou cronograma de pagamento. É extremante humilhante para um professor pedir R$ 20,00 (vinte reais) emprestado para comprar um remédio porque sua conta na farmácia já ultrapassou o limite. Entendemos que qualquer entidade está sujeito as consequências da crise econômica na qual passa o País, Estado e consequentemente o município, mas não pode ser o Professor o único a pagar essa conta, é irracional e ilógico, sendo ele (o professor), instrumento primordial para transformação da sociedade. Apelamos publicamente ao comércio (CDL), a Câmara de Vereadores, ao Ministério Público e a população em geral, que nos ajudem a cobrar uma solução digna para esse problema grave, porque está sendo ferido o princípio básico do trabalhador, que é o direito de receber seu salário em dia. 

É preciso ter essa consciência, para que essa situação não piore ainda mais. Uma gestão que não valoriza a educação, que não reconhece sua importância para o futuro da sociedade, está indiretamente contribuindo para a miséria, a prostituição e a marginalização de seus munícipes.  Deste modo cumpri-nos o dever de diariamente protestarmos, enquanto formadores de opiniões, a lastimável situação em que a grande maioria dos professores do município de Umarizal/RN – “novos tempos” – se encontram. Ter salários em dia faz parte não somente de uma obrigação, mas também de respeito (no qual se cobrava muito em outros momentos) ao trabalhador e acima de tudo ao cidadão. Infelizmente somos essa voz calada, adormecida e humilhada, mas ainda sim livres!

 Wellington Cortez  Agradeço a todos que possam compartilhar este texto.
------------------------------------------------------------------------
Com adaptações do blog 

Nenhum comentário:

Postar um comentário