30 de mai de 2017

Novo Refis custará R$ 35 bilhões em até 15 anos ao governo


Crédito: Caio Gomez/CB/D.A Press. Mão segura notas de dinheiro molhadas.Para contar com R$ 10 bilhões em receitas em 2017, o novo Refis negociado entre parlamentares e o governo implicará renúncia fiscal de R$ 35 bilhões em até 15 anos, duração do programa. Segundo a Folha apurou, haverá aumento na arrecadação em relação ao programado originalmente pela Receita somente neste ano.
Em 2018, haverá frustração de receitas de R$ 4,6 bilhões. Em 2019, o governo vai arrecadar R$ 7,3 bilhões a menos. Em 2020, a perda de arrecadação será de R$ 3,2 bilhões. Nesses quatro anos (2017-2020), período em que o governo tentará colocar as contas no azul novamente, haverá perda de receitas de R$ 5,1 bilhões gerada pelo Refis.
No total, cerca de R$ 35 bilhões em dívidas serão perdoados após 180 meses de programa, já que o novo Refis prevê abatimento de juros e multas de até 90% e 50%, respectivamente. O acordo foi fechado por parlamentares liderados pelo deputado Newton Cardoso Jr. (PMDB-MG), que acumula débitos de R$ 67,8 milhões em nome de suas empresas. Os atuais senadores e deputados possuem dívidas tributárias de cerca de R$ 3 bilhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário