28 de jun de 2012

Prefeito de Jardim de Piranhas, filha dele e rádio são condenadas por propaganda eleitoral antecipada

O prefeito da cidade de Jardim de Piranhas, a filha dele, Luana Macaco, e a rádio Vale do Piranhas foram condenados por propaganda eleitoral antecipada. A denúncia foi feita pelo Ministério Público Eleitoral. É a segunda condenação a pré-candidato em Jardim de Piranhas por propaganda eleitoral antecipada. O Juízo Eleitoral da 59ª Zona já condenou o pré-candidato Rogério Soares de Araújo, o Rogério Couro Fino. Para o MP Eleitoral as condenações evidenciam a acirrada disputa vivenciada no município.

A representação surgiu a partir de uma entrevista concedida pelo prefeito à rádio, em que aproveita a oportunidade para exaltar as qualidades da sobrinha Luana e defender a candidatura dela à prefeitura da cidade. A promotora responsável pelo caso, Hayssa Medeiros, considerou que a entrevista favorece a pré-candidata Luana Araújo e quebra a igualdade de oportunidade entre os candidatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário