10 de ago de 2011

MP PODE PEDIR INTERDIÇÃO DO MATADOURO PÚBLICO DE ALEXANDRIA.




O Promotor de Justiça da Comarca de Alexandria, Dr. Sidartha John, fez visita surpresa ao Matadouro Público de Alexandria na última sexta-feira (05) com a Vigilância Sanitária. Denuncias de que o Matadouro estava sem condições físicas e sanitárias para o abate de animais levou o MP a apurá-las.
Outra inspeção já havia sido feita ao Matadouro, mas a Vigilância Sanitária apresentou laudo indicando que o local estava apto para funcionamento, já que algumas melhorias haviam sido feitas pelo Poder Público. Desta vez o promotor realizou a visita no momento em que o gado estava sendo abatido, principalmente na sexta-feira, vez que a feira no município é realizada aos sábados.
Várias irregularidades foram notificadas. A principal delas na documentação das reses.
Foram comprovadas apenas vacinação contra a febre aftosa, outras vacinas obrigatórias para que o gado pudesse ser abatido não constavam, como a tuberculose. Dr. Sidartha também percebeu que existiam apenas 17 documentos apresentados pelo veterinário, no curral havia 15 animais e mais quatro já tinham sidos abatidos.
Os trabalhadores não tinham fardamento adequado e nem utensílios de segurança para trabalharem. O gado é abatido a golpes de marreta, aberto e esquartejado no piso de cimento. As vísceras dos animais são tratadas e os resíduos jogados em um terreno nos fundos do Matadouro. Carne estava sendo transportada no piso de um veículo fechado puxado por um trator.
Dr. Sidartha espera que, ainda esta semana, receba o laudo da Vigilância Sanitária para depois tomar as medidas cabíveis que pode ser até o pedido de interdição do local.


POSTADO POR CLEUMY CANDIDO FONSECA ÁS 08:18

Nenhum comentário:

Postar um comentário