18 de mai de 2017

Irmã do senador Aécio Neves é alvo de mandado de prisão

Agentes da PF e do MPF foram ao apartamento de Andrea Neves em Copacabana, mas não a encontraram. Operação também faz buscas em outros endereços ligados a Aécio pelo país.

Equipes da PF e do MPF em frente ao prédio de Andrea Neves, irmã de Aécio, em Copacabana (Foto: Leslie Leitão/TV Globo)Equipes da PF e do MPF em frente ao prédio de Andrea Neves, irmã de Aécio, em Copacabana (Foto: Leslie Leitão/TV Globo)
Equipes da PF e do MPF em frente ao prédio de Andrea Neves, irmã de Aécio, em Copacabana (Foto: Leslie Leitão/TV Globo)
A operação da Polícia Federal e do Ministério Público Federal em endereços ligados a Aécio Neves (PSDB-MG), na manhã desta quinta-feira (18), tem como um dos objetivos cumprir um mandado de prisão contra a irmã do senador, Andrea Neves, segundo a PF.
No Rio, agentes da PF e do MPF foram ao apartamento de Andrea Neves em Copacabana, mas ela não foi encontrada. Um chaveiro foi chamado para os agentes cumprirem o mandado de busca e apreensão.
Policiais federais estão em três endereços ligados ao senador Aécio Neves no Rio

Operação no Rio

A operação no Rio começou por volta das 5h no Rio de Janeiro. Os mandados foram expedidos pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). Além de Andrea Neves, foram feitas buscas nos apartamentos do senador e de Altair Alves Pinto, conhecido por ser braço direito do deputado Eduardo Cunha.
Por volta das 6h15, pelo menos 5 carros descaracterizados da Polícia Federal chegaram à chapelaria do Congresso, em Brasília, que é a principal entrada e a mais utilizada pelos parlamentares. No Congresso, as buscas são feitas nos gabinetes de Aécio, do também senador Zeze Perrella (PMDB-MG) e do deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR).

Afastamento

Também estão sendo feitas buscas em endereços ligados a Aécio em Belo Horizonte e em Brasília e o STF determinou o afastamento de Aécio e de Rocha Loures dos mandatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário