21 de dez de 2016

Governo injeta R$ 420 mi na economia do RN com pagamentos de novembro e 13º

No último sábado (17), os 11.509 servidores que ganham acima de R$ 5 mil receberiam uma parcela de R$ 5 mil, soma equivalente a R$ 57 milhões
1
Reprodução

Governadoria do RN


O pagamento da folha de novembro e o 13º salário dos servidores representam uma injeção na economia do Rio Grande do Norte de R$ 420 milhões até o final do ano. O montante leva em conta o período de 30 de novembro, quando o pagamento da Educação foi efetuado, até 31 de dezembro.


No último sábado (17), os 11.509 servidores que ganham acima de R$ 5 mil receberiam uma parcela de R$ 5 mil, soma equivalente a R$ 57 milhões. O complemento dos salários, independente do valor, será concluído dia 21 (quarta-feira), totalizando mais R$ 46 milhões, finalizando assim a folha de novembro.
Em relação ao 13º salário, o Governo continua o pagamento na sexta-feira (16), quando deposita a segunda parcela do benefício para os servidores do DETRAN, IPERN, IDEMA, EMGERN, JUCERN e DEI.
No sábado (17) foi a vez dos 23 mil servidores da EDUCAÇÃO também receberem os 60% restantes.
Décimo Terceiro
Na mesma data (sábado) serão depositados o 13º salário integral dos servidores da DATANORTE, CEHAB, EMPROTURN, CEASA E EMPARN, todos regidos pela CLT. Ao todo, considerando a sexta-feira e o sábado, receberão o benefício do 13º salário  25.230 servidores, o equivalente a uma soma de R$ 33,4 milhões.
Os 44.565 servidores que ganham até R$ 3 mil recebem o 13º salário dia 21, o equivalente a uma soma de R$ 74,4 milhões. Já os 15.228 que recebem entre R$ 3001 e R$ 4 mil terão o 13º salário depositado dia 28, o que representa uma folha de R$ 52 milhões. Nesta data, já terão recebido o 13º salário mais de 85 mil servidores, o que representa 76% do décimo-terceiro.
O Governo também vai depositar uma parcela de R$ 4 mil para os servidores que ganham acima de R$ 4 mil dia 30, um montante de R$ 107,8 milhões.
O complemento deste grupo será quitado, independente do valor, a partir da disponibilidade de caixa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário